Lauren Murphy - Perfil Oficial da Lutadora do UFC®
Lauren
Murphy
10-4-0( V-D-E )
Current Rank: #8 Women Flyweight
Fight Night Bonuses: 1 Fight of the Night

Histórico de Lutas

Comparação de habilidades

Gráficos são compilados s baseado nos resultados de 6 lutas.
Recorde: 10-4-0
Sumário: Forte, dura e grande coração.

Informações do lutador

Apelido: Lucky
De: Anchorage, Alaska EUA
Representando: Glendale, Arizona EUA
Idade: 35
Altura: 5' 7" ( 170 cm )
Peso: 125 kg ( 56 kg )
Reach 67"
Leg Reach 38"

Golpes

Tentativa total de golpes
0
821
41% de sucesso
335
Total de golpes bem sucedidos
0
335
60% Em pé
16% de sucesso
24% de sucesso
201
55
79
Defesa de golpes
61
%
Porcentagem total de golpes evitados

Grappling

Total de quedas
0
20
30% de sucesso
6
Tipo de quedas bem sucedidas
 
 
{0}% Finalização
{0}% Passagens
{0}% Raspagens
0
3
0
Takedown defesa
63
%
Porcentagem total de quedas evitadas
Resultado Lutadores Evento G Q F P Método Reprise Awards
Loss
Lauren Murphy
1 jun 2018
75
49
2
0
0
0
2
0
R3 Decision - Unanimous
Win
Lauren Murphy
The Ultimate Fighter 26 Finale
1 dez 2017
71
59
0
2
2
0
0
1
R3 Decision - Split
Loss
Lauren Murphy
13 jul 2016
38
45
1
0
0
0
0
0
R3 Decision - Unanimous
Win
Lauren Murphy
21 fev 2016
95
76
1
0
0
0
2
0
R3 KO/TKO
Fight of the Night
Loss
Lauren Murphy
4 abr 2015
38
46
2
2
0
0
1
0
R3 Decision - Unanimous
Loss
Lauren Murphy
16 ago 2014
38
48
5
0
0
0
3
0
R3 Decision - Split

Biografia

TREINAMENTO: De duas a três horas pela manhã, de duas a três horas de tarde, 30 minutos de noite. Cardio, wrestling, kickboxing e jiu-jitsu.

Quando e por que começou a treinar para lutar? Comecei a treinar em 2010, depois de fazer aulas de jiu-jitsu por três meses. Na realidade, eu levei o meu filho para fazer uma aula de jiu-jitsu e adquirir os benefícios das artes marciais - autoestima, saúde, habilidades de sociais, etc. Daí eu fiz uma aula inaugural entre os adultos e me apaixonei pelo esporte. Eu nunca havia feito nenhum esporte até pisar no tatame naquele dia. Estava fascinada pelos lutadores e me perguntava se poderia ser como eles. Um dos meus técnicos disse que eu deveria tentar o MMA e me encaminhou para um treino de MMA. Os times de MMA naquela época eram cheios de c**ões. Eles não gostavam da minha presença ali e não queriam treinar comigo. Eles erram terríveis. Isso não me fez desistir; em vez disso, fez com que eu quisesse ficar muito boa na modalidade para voltar e socar eles um dia. Não suportava a ideia de desistir, então continuei a treinar. Num dado momento chegou um novo técnico e ele era uma pessoa brilhante. Os caras foram se mandando até que restaram apenas aqueles que queriam treinar de verdade e ajudar uns aos outros. Foi quando eu me apaixonei de verdade pelo MMA e comecei a lutar por prazer, não por orgulho.

Quais cinturões e conquistas você já teve? Tenho dois títulos no peso-pena, um no Alaska Fighting Championship e outro extinto no Alaska Cage Fighting. Também fui a primeira campeã peso-galo do Invicta.

Você tem algum herói? Meu marido é um dos meus heróis, porque ele superou muitas coisas na vida e ainda assim é uma das melhores pessoas que eu conheço. Eu admiro muito ele, que me ensinou muito a respeito do que é de fato ser uma boa pessoa.

O que significa para você lutar no UFC? É uma honra enorme. Eu quero mostrar par ao mundo que a divisão feminina pode ser empolgante, que as lutas técnicas podem levantar a torcida. Eu vou movimentar essa divisão. Esse é apenas a primeira página de um novo capítulo da minha vida. Eu farei desse o melhor capítulo de todos. Eu não sou a próxima Ronda Rousey ou Holly Holm. Eu não tenho o passado dessas mulheres como atletas. Também não sou a nova Miesha Tate, não tenho uma beleza convencional. Eu sou a versão feminina do Court McGee ou Forrest Griffin. Eu sou a primeira e única Lauren Murphy do UFC. Estou aqui para trabalhar pesado e lutar. Tenho um coração enorme, mas sou dura como uma unha e farei com que meu nome seja reconhecido na divisão. As pessoas vão querer esperar para me ver lutar.

Você fez faculdade e, se sim, no que se formou? Fiz faculdade há bastante tempo - uns oito anos atrás. Ainda não tenho um diploma. Continuo trabalhando para me formar em Ciências do Exercício. Não reprovei em nenhuma matéria; eu apenas mudei de curso e faculdade algumas vezes.

Qual era seu emprego antes de começar a lutar? Eu trabalhava como bombeira, redecorava casas, estudante de enfermagem, cozinhava em uma clínica de reabilitação, trabalhava em um abrigo para sem-tetos à noite e também servia coquetéis.

Graduações em artes marciais: Faixa azul em jiu-jitsu, faixa-preta na vida.

Técnica favorita de luta agarrada: Cotoveladas no rosto.

Técnica favorita de luta em pé: Cotoveladas no rosto.
• Começou no Time Alvarez no TUF 26; mudou para o Time Gaethje no episódio oito;

• Profissional desde 2010;

• Sete vitórias por nocaute;

• Duas vitórias no primeiro round;

• As últimas três vitórias antes do UFC foram contra Kaitlin Young, Sarah D’Alelio e Miriam Nakamoto.

Carreira

Mais lutadores