Karolina Kowalkiewicz - Perfil Oficial da Lutadora do UFC®
Karolina
Kowalkiewicz
12-2-0( V-D-E )
Current Rank: #4 Women Strawweight
Fight Night Bonuses: 1 Fight of the Night

Histórico de Lutas

Comparação de habilidades

Gráficos são compilados s baseado nos resultados de 7 lutas.
Recorde: 12-2-0
Sumário: Versatilidade e forte jogo mental.

Informações do lutador

De: Lodz Polônia
Representando: Lodz Polônia
Idade: 32
Altura: 5' 3" ( 160 cm )
Peso: 115 kg ( 52 kg )
Reach 64"
Leg Reach 38"

Golpes

Tentativa total de golpes
0
1510
38% de sucesso
581
Total de golpes bem sucedidos
0
581
67% Em pé
29% de sucesso
388
168
25
Defesa de golpes
57
%
Porcentagem total de golpes evitados

Grappling

Total de quedas
0
7
14% de sucesso
1
Tipo de quedas bem sucedidas
 
 
{0}% Finalização
{0}% Passagens
{0}% Raspagens
0
7
1
Takedown defesa
87
%
Porcentagem total de quedas evitadas
Resultado Lutadores Evento G Q F P Método Reprise Awards
Win
Karolina Kowalkiewicz
7 abr 2018
126
86
0
0
0
0
1
0
R3 Decision - Split
Win
Karolina Kowalkiewicz
21 out 2017
127
65
1
0
0
0
1
0
R3 Decision - Unanimous
Loss
Karolina Kowalkiewicz
3 jun 2017
8
9
1
0
1
0
2
0
R1 Submission
Karolina Kowalkiewicz
12 nov 2016
171
50
1
0
0
0
0
0
R5 Decision - Unanimous
Win
Karolina Kowalkiewicz
30 jul 2016
70
84
2
0
0
0
1
2
R3 Decision - Split
Fight of the Night
Win
Karolina Kowalkiewicz
8 mai 2016
119
70
0
0
0
0
1
0
R3 Decision - Unanimous
Win
Karolina Kowalkiewicz
19 dez 2015
34
66
1
0
0
0
1
2
R3 Decision - Unanimous

Biografia

TREINAMENTO: A preparação não tem sido diferente se comparar com minhas lutas anteriores. Geralmente acordo às 8h, bebo café, como o café-da-manhã e levo meu cachorro Mamut para uma caminhada. Minha primeira sessão de treinamento é às 10 horas e estou trabalhando em minha técnica, força e resistência, dependendo do dia. Após o treino volto para casa para jantar, dar um passeio com Mamut e ter algum tempo para mim. De noite é hora de treinar. Dependendo do dia que eu treino, eu faço manoplas, sparring e corrida. Após o treinamento é a minha última caminhada com meu cão, jantar e cama.

Quando e por que você começou a treinar para lutar? Quando tinha 16 anos eu queria saber como me proteger, então comecei a treinar Krav Maga. Desde o começo, sabia que era o que queria fazer na minha vida. Depois de alguns anos me tornei professora de Krav Maga. Mas eu queria evoluir, então comecei a estudar sobre artes marciais e descobri que a mais versátil é o MMA. Eu me apaixonei por esse esporte.

Quais cinturões e conquistas você já teve? O maior sucesso foi, naturalmente, ser campeã do KSW, mas eu sei que as maiores conquistas ainda estão à minha frente.

Você tem algum herói? Minha maior heroína é Martyna Wojciechowska, uma viajante e jornalista polonesa muito famosa. No MMA, a primeira lutadora que me inspirou foi Cristiane Cyborg, depois Gina Carano e, finalmente, a incrível Ronda Rousey. Eu sei que essas mulheres podem não gostar uma do outra, mas eu admiro e respeito todas.

O que significa para você lutar no UFC? Quando a minha primeira luta profissional aconteceu, não havia nenhuma mulher lutando no UFC, então eu não achei que faria parte do UFC no futuro. Quando eu ouvi pela primeira vez que o UFC criaria a divisão peso-palha, sabia que tinha que fazer parte dela. Finalmente, estou aqui, mas sei que é apenas o começo. Eu sei que tenho que fazer um monte de trabalho duro para me provar. Não consigo descrever em palavras como estou feliz.
Você fez faculdade e, se sim, no que se formou? Eu tentei três vezes, mas nunca terminei. No começo, foi o Jornalismo que estudei por um ano. Mais tarde, passei um ano e meio estudando Arqueologia, e, finalmente, foi um ano e meio de estudo da Pedagogia Esportiva. Na verdade, eu estava procurando o caminho certo em minha vida e eu achei isso no MMA.

Qual era seu emprego antes de começar a lutar? Meu último emprego foi de instrutora de Krav Maga no United Krav Maga.

Alguma realização específica em competições amadoras? Eu não tenho muitos começos amadores em meu cartel. Apenas cinco lutas Muay Thai e três lutas MMA. Meu maior sucesso como amadora foi definitivamente vencer a Copa da Polônia em Muay Thai.

Alguma realização específica em competições profissionais? O maior foi definitivamente ganhar um cinturão de campeonato KSW. Estou certa de que o maior sucesso ainda está à minha frente.

Técnica favorita de luta agarrada: Nenhuma.

Técnica favorita de luta em pé: Eu não tenho técnicas favoritas. No MMA, cada técnica deve ser a sua favorita. E se você não gosta de alguma técnica, você tem que repeti-la constantemente até que você gosta dela.


• Profissional desde 2012;

• Duas vitórias por finalização (uma chave de braço, um mata-leão), uma por nocaute;

• Três vitórias no primeiro round.

Carreira

Mais lutadores