Os prêmios não-oficiais do 1º semestre de 2011: As lutas

Os prêmios não-oficiais continuam com as melhores lutas até agora... 
Nós estamos quase chegando ao final da nossa temporada de premiações não-oficiais do 1º semestre de 2011, e depois das surpresas, nocautes e finalizações, é hora de escolher as lutas que definiram a primeira metade do ano e fizeram você dizer "é por isto que sou um fã de MMA".  

5 - Barboza e Njokuani mostrar a beleza brutal de do Muay Thai
  Antes do embate, Anthony Njokuani tinha assistido a luta onde Edson Barboza demoliu Mike Lullo com low kicks, e declarou que estaria mais do que pronto se o brasileiro desferisse o mesmo tipo de ataque. Mas espere um segundo, é isso que um verdadeiro lutador de Muay Thai faria contra outro, e sua vontade de cumprir o prometido no UFC 128, de março, levou o duelo a se transformar em uma das mais puras demonstrações da arte dos oito membros já vistas no octógono. Para os aficcionados, este combate, vencido por Edson por decisão unânime, foi marcante. ASSISTA O REPLAY

4 - Kingsbury e Maldonado com sangue, suor e raça
Ex-jogador de futebol americano da faculdade, Kyle Kingsbury não era considerado o próximo destaque do MMA a emergir da oitava temporada do The Ultimate Fighter, mas em silêncio e de forma constante, "KingsBu" começou a deixar sua marca, principalmente com uma 'Luta da Noite' diante de Jared Hamman e uma destruição de 21 segundos sobre Ricardo Romero. Mas contra Fabio Maldonado do Brasil, um pugilista profissional invicto, Kingsbury não só mostrou seu crescente conjunto de habilidades, mas seu coração. Ele e Maldonado proporcionaram uma daquelas lutas repletas de sangue, suor e raça que fazem o público aplaudir de pé o desempenho dos dois quando o gongo final soa. Kingsbury venceu a luta por decisão unânime, e ao mesmo tempo que gostaríamos de ver os meio-pesados repetindo a dose, temos a impressão que depois de 15 minutos, eles precisam de um pouco de descanso, mesmo que seja um breve. ASSISTA O REPLAY DO TUF 13 FINALE

3 - Sanchez e Kampmann implodem um ao outro
Conversando com um dos parceiros de treinos do meio-médio Diego Sanchez no início deste ano, ele disse que o destemido guerreiro de Albuquerque tem estado em tantas guerras que seus cortes estão começando a "conversar uns com os outros". Isso nunca ficou tão evidente quanto na batalha de março com Martin Kampmann, que abriu o rosto de Sanchez no meio do segundo e parecia estar a caminho de uma eventual vitória por interrupção médica. Mas Sanchez se recusou a recuar, e seus rápidos e implacáveis ataques não apenas causaram danos ao rosto de Kampmann, mas também renderam a emocionante vitória por decisão unânime em um combate que revelou por que os fãs nunca se decepcionam quando "The Dream" entra no octógono. O presidente do UFC Dana White concordou, dando um bônus de 160.000 dólares para ambos os lutadores. ASSISTA O REPLAY DO UFC ON VERSUS 3

2 - Cruz e Faber mostram por que os fãs adoram os pesos-galos
O rancor entre os astros do peso-galo Dominick Cruz e Urijah Faber era real, então antes da luta principal do UFC 132 no início deste mês, havia um receio que ambos fossem extremamente cautelosos a fim de não darem sorte para o azar. Não foi o caso. Cruz e Faber dispararam tudo que tinham, lutaram com o ritmo insanamente acelerado, e deram aos fãs uma inesquecível luta de 25 minutos. Cruz venceu por decisão unânime - vingando a única derrota do cartel - e prepararando o terreno para um terceiro duelo. ASSISTA O REPLAY DO UFC 132

1 - Edgar e Maynard abrem 2011 de forma frenética  
Falando de terceiras lutas, os fãs têm a garantia de uma entre o campeão dos leves do UFC Frankie Edgar e o desafiante número um Gray Maynard, após um empate no UFC 125 em janeiro, que quase terminou no primeiro round, quando "The Bully" aplicou knockdows no campeão e quase acabou com ele. Mas Edgar notavelmente conseguiu sair do quadro adverso no prícinpio e começou a executar não apenas a tarefa de sobreviver, mas voltar a ter chances de manter seu título. E ele fez exatamente isso, uma multidão vislumbrada em Las Vegas assistiu um show de resistência que cimentou o lugar de Edgar no topo da categoria até 70kg. Maynard também merece destaque aqui, ele lutou exaurido devido a fúria que impôs no primeiro round e continuou perseguindo Edgar em busca de repetir sua primeira vitória e levar para casa o cinturão de campeão. No final, os dois lutadores ficaram desapontados com o empate, mas ninguém que viu os 25 minutos de batalha compartilha do mesmo sentimento.  ASSISTA O REPLAY DO UFC 125  ASSISTA O 1º ROUND DE GRAÇA

Menção Honrosa – Yves Edwards-Cody McKenzie, Donald Cerrone-Paul Kelly,
Brian Ebersole-Chris Lytle, Michael Bisping-Jorge Rivera, Jon Jones-Mauricio Rua, Michael McDonald-Edwin Figueroa, Jose Aldo-Mark Hominick, Joey Beltran-Aaron Rosa, Dave Herman-John Olav Einemo, Mark Munoz-Demian Maia, Nik Lentz-Charles do Bronx'sCheick Kongo-Pat Barry


Midia

Recente
Brasileiro faz a luta principal do UFC em Uberlândia, em 8 de novembro. Ele acredita que uma vitória o recolocará no caminho para disputar o cinturão. *Ingressos para o UFC Uberlânida - on.ufc.com/ingressouberlandia
29/10/2014
Atleta nigeriano-inglês diz que vencerá o brasileiro na luta principal do UFC em Uberlândia, em 8 de novembro. *Ingressos para o UFC Uberlânida - on.ufc.com/ingressouberlandia
29/10/2014
Lutador brasileiro afirma que o coração está 'pedindo para lutar' e que TJ tirou o sono dele. Por isso, Barão afirma que agora ele será o maior pesadelo do americano. Renan Barão encara Mitch Gagnon no UFC Barueri, dia 20 de dezembro.
28/10/2014
Octagon Girls do mostram os bastidores do UFC 179 Aldo x Mendes 2
27/10/2114