Cezar Mutante – Confiança é o lema

" “Eu não vejo o desafio maior ou menor porque Sarafian está fora e Serginho dentro. Estou pronto para ser o campeão." - Cezar "Mutante" Ferreira
TUF Brazil finalist Cezar "Mutante" Ferreira
Vindo de uma derrota por nocaute e com um cartel de 4-2, se você comparar Cézar “Mutante” Ferreira com seus colegas na primeira temporada do The Ultimate Fighter Brasil, ele não parece tão impressionante. Especialmente porque nos dias de hoje, com lutadores entrando no reality show com cartéis invictos, Mutante provavelmente seria o último a ser escolhido ou considerado o favorito para ganhar a temporada.

Mas acabando com todas as três lutas na competição, o pupilo do ex-campeão meio-pesado do UFC, Vitor Belfort, eliminou qualquer duvida e provou que atitude e foco significam mais do que um cartel de 4-2.

“A confiança foi minha chave para tudo”, diz Mutante. “Eu gosto de me concentrar no que posso fazer, e não no que está ao meu redor. Eu acredito nas minhas habilidades, eu sabia que podia chegar as finais, e, com os ensinamentos do Vítor, eu aprendi como impor minha vontade sem ter que pensar muito no que o oponente pode fazer contra mim. É uma mentalidade que tenho, e deu certo para mim durante a temporada.”

Dentro da casa, Wanderlei acusou Mutante de tentar imitar Befort. Pois segundo Wand, Mutante utilizava os mesmos tipos de discursos, e de quebra foi rotulado de playboy pelo treinador do time rival.

“Quando você vai para a faculdade, você vai aprender e vai se formar com o melhor conhecimento possível”, ele disse. “Vitor me proporcionou muitas “faculdades” em minha carreira, e quando ele não podia me ensinar mais nada em certo ponto, ele me dizia para ir até outro lugar para aprender mais. Então pude obter boas coisas com Vitor e com outros atletas que admiro, incluindo Wanderlei Silva.”

Para aqueles que acham que um reality show como o TUF Brasil não acrescenta muita coisa aos participantes, Mutante é a prova viva que isto não é verdade. Viver com outros lutadores não é somente um conflito de temperamentos. A nova experiência criou uma referência para Cezar Ferreira, que considera sua vida agora como “Antes e Depois do TUF Brasil.”

“Eu acho que fui testado, não apenas na parte esportiva, mas em lidar com todas essas coisas que ocorreram, e você tira uma grande experiência disso”. “Eu acredito que amadureci 10 anos vivendo lá”, ele disse. "Os participantes tem uma abordagem diferente diante da pressão, e quando você sai da casa com bons resultados, você se torna um super atleta.”

Mutante deveria enfrentar seu colega de equipe, Daniel Sarafian, na final dos médios no UFC 147 de sábado, mas uma lesão sacou Sarafian na parada, abrindo uma vaga para o homem que ele derrotou em uma das semifinais, Serginho Moraes. Alguns disseram que a luta não será tão boa. Mas não há nada fácil em encarar um tri campeão mundial de jiu jitsu, um faixa preta que finaliza outros faixas pretas.

“Eu não vejo o desafio maior ou menor porque Sarafian está fora e Serginho dentro. Estou pronto para ser o campeão. Vou ter meu braço erguido. Estou muito bem treinado e vou te dizer uma coisa – na minha cabeça, eu visualizei lutas com todos os lutadores médios que entraram na casa. Serginho é um oponente com quem preciso competir, E vou fazer isto muito bem.”


Watch Past Fights

Sábado, Outubro 25
23h
BRT
Rio de Janeiro, Brazil

Midia

Recente
Em entrevista ao UFC, Wiliam Patolino fala sobre a expectativa da luta contra o americano Neil Magny no UFC179 e garante que as quatro atuações do adversário esse ano podem ajudar a seu favor. - UFC 179 só no Canal Combate - on.ufc.com/ufc179assita
22/10/2014
Lutador brasileiro encara o americano Scott Jorgensen e diz estar ansioso pela primeira vitória no UFC por nocaute ou finalização. Confira o vídeo. - UFC 179 só no Canal Combate -on.ufc.com/ufc179assita
22/10/2014
Lutador se diz mais confortável nos leves e que não se assusta com a experiência do adversário japonês Naoyuki Kotani. - UFC 179 só no Canal Combate -on.ufc.com/ufc179assita
22/10/2014
Em entrevista ao UFC.com, Fábio Maldonado se diz recuperado da derrota para Stipe Miocic, no UFC SP, e que não vai correr do jogo de chão do holandês Hans Stringer. - UFC 179 só no Canal Combate -on.ufc.com/ufc179assita
22/10/2014