Chael Sonnen: O retorno do cara mau

“Mais uma vitória. Mais uma para os melhores momentos. E mais uma... para o cara mau.”
UFC light heavyweight Chael SonnenNas horas finais de 27 de abril, Chael Sonnen ficou dentro do Octógono, vencido e decepcionado diante do campeão meio médio do UFC Jon Jones.

Com 27 segundos restantes para o fim do primeiro round, e com Jones soltando socos e cotoveladas em Sonnen no chão, o arbitro Keith Peterson encerrou a luta. Pela terceira vez, a chance do ouro escapou das mãos de Sonnen.

“O espírito esportivo serve para que você deixe o cara ter o seu momento.” Sonnen disse na quarta-feira à tarde, “mas eu retiro o que disse, Jon Jones é o garoto mais sortudo que já conheci. Ele me quedou algumas vezes e o árbitro parou a luta muito cedo, e ele ficou com o cinturão.”

Senhoras e senhores, “O bad boy” está de volta.

Depois da luta, Sonnen parecia ter trocado seu shorts e luvas pelos ternos e uma cadeira permanente nas transmissões, mas um dia antes do seu retorno ao Octógono, isto claramente mudou.

Sábado à noite, o cara da televisão por meio período e figura permanente no foco do UFC dividirá a jaula com Shogun Rua, ex-campeão do PRIDE e campeão dos pesos meio-pesados do UFC, na luta principal do UFC de sábado no canal Combate.

“Absolutamente,” ele diz sem hesitação quando perguntado se uma carreira sem o ouro seria incompleta. “Você não se aposenta se não for campeão, você desiste.”

E por agora, Sonnen não pensa em desistir – nem em desacelerar.

Ao invés de ficar em seu tradicional camp em Oregon, a preparação de Sonnen aconteceu em Lake Forest, Califórnia na Reign Train Center, casa do peso médio do UFC Mark Munoz. Foi uma jogada feita por necessidade, os requisitos combinados para se preparar para esta luta e manter seu papel como analista provocando uma mudança de local, e produzindo um interesse na academia.

“Mark Munoz é um dos caras mais legais, e mais positivos do mundo”, disse Sonnen, louvando o homem no comando de sua nova base de operações. “Esta positividade passa para toda a academia.”

Isto significa que veremos “Gangster de West Lynn” mais gentil daqui para frente?

“Às vezes o cara bom e o cara mau se juntam”, ele responde, a ligeira mudança de entonação sugere que apesar de seus bons esforços para continuar a ser o vilão, é possível que a disposição do cara bom Munoz possa estar lhe afetando.

A luta contra Shogun veio depois de uma lesão de Rogério "Minotouro" Nogueira enquanto os dois brasileiros se preparavam para lutar no UFC 161 em Winnipeg, Manitoba no começo do inverno.

Quando Minotouro foi forçado a se retirar, Sonnen ofereceu seus serviços.

“Eu ouvi que frango brasileiro está fora do menu. Gangster Americano ainda está disponível se quiser mandar sua garçonete para cá”, ele disse via twitter. Apesar da luta não ter acontecido na casa dos Jets e dos Blue Bombers, os dois competidores peso meio-pesado irão se encontrar no sábado á noite no TD Garden em Beantown.

Em retrospectiva, foi uma luta que ele começou a escolher imediatamente seguida de sua derrota para Jones. Sentado no tablado, ele se chamou de terrível, perguntando-se retoricamente, “O que devo fazer, lutar com Wanderlei Silva?”

Acontece que este é o plano, mas antes ele tem que lidar com Shogun.

Apesar de alguns reveses consecutivos e parecendo estar pronto para ir permanentemente para a mídia depois da derrota para Jon Jones, Sonnen claramente reverteu o curso. A frustração de uma derrota acachapante diminuiu, e a competição se acendeu, levando a atração principal para oferecer um decreto familiar quando se fala sobre como as coisas vão acontecer na luta que encabeça o show.

“Mais uma vitória. Mais uma para os melhores momentos. E mais uma... para o cara mau.”

Bem vindo de volta, Chael.


Watch Past Fights

Midia

Recente
Não foi apenas um saldo positivo para os lutadores brasileiros no UFC 177, mas também atuações sólidas, com Diego Ferreira e Bethe Pitbull aplicando dois nocautes. Amanda Salvato conversou com os dois após as grandes vitórias no card principal.
30/08/2014
UFC 177 no Sleep Train Arena em 30 de agosto, 2014 em Sacramento, Califórnia. (Foto de Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
30/08/2014
Com ausência de Renan Barão, Bethe Correia e Diego Ferreira foram os brasileiros na pesagem. 'Estou muito confiante', garantiu Bethe. Já Ferreira acredita em vitória por causa dos treinamentos, feitos em Manaus e nos EUA.
29/08/2014
O campeão peso galo T.J. Dillashaw e o novo desafiante Joe Soto sobem na balança antes de comentarem as grandes mudanças no UFC 177. Ouça também o presidente do UFC Dana White e o matchmaker Sean Shelby.
29/08/2014