Charles Do Bronx: O melhor ainda está por vir

"Quero ser campeão do mundo. Fiz algumas coisas no UFC, mas o melhor ainda está por vir."  Charles Oliveira
Peso pena do UFC - Charles OliveiraAlguns atletas sabem como fazer uma entrada. Charles Oliveira é expert em fazer saídas, mais explicitamente, uma saída que vai fazer você querer vê-lo de novo.

Este foi o caso no dia dos namorados em 2010, quando lutou duas vezes em uma noite em Santa Catarina, finalizando Rosenildo Rocha com um mata leão e então nocauteando Diego Battaglia com um bate estaca. Quando a poeira baixou, o paulistano estava com 12-0 no seu cartel profissional. Seis meses depois ele estava no UFC, lutando em tudo quanto é lugar menos em seu país até ser escalado para competir em Jaraguá do Sul neste sábado a noite contra Andy Ogle.

"Parece ter sido a tanto tempo", disse ele, 24 anos, que só tinha 20 anos da última vez que competiu em casa. "Adoro lutar no Brasil, perto de casa e da minha família. Todos estão empolgados, e terei muito apoio, então acho que tenho uma grande vantagem lutando em casa."

Compre ingressos para o UFC Fight Night COMBATE: Machida x Mousasi


Se ele acha uma vantagem, o inglês Ogle não está afim de saber, porque dar qualquer chute alto em "Do Bronx" significa que vai ser uma noite longa nas melhores das circunstâncias. Na pior, você o verá correr no Octógono com sua mão levantada pela vitória depois de atropelar você.

Do Bronx tem 4-4 com 1 NC desde sua estreia contra Darren Elkins em agosto de 2010. Pode não ser o mais brilhante dos cartéis, mas quando se fala nos cinco prêmios pós luta e um estilo somente de ação, os fãs tendem a deixar coisas bobas passar.

"É muito importante ganhar, mas também é muito importante fazer uma boa apresentação para os fãs", ele disse. "Sempre gosto de correr grandes riscos por grandes recompensas e meu estilo faz a luta ficar interessante. Enfrentei o Nik Lentz em 2011 e o chamavam de amarrão e que fazia lutas tediosas. Quando lutamos ele ganhou o prêmio de Luta da Noite.

"Toda luta  no UFC é difícil, ele disse. Andy tem uma ótima trocação, e um espírito de lutador, tenho treinado muito para lutar com ele.

"Depois da luta com Frankie Edgar, eu queria lutar na próxima semana", continuous o paulistano. "Lesões são parte do jogo, mas você nunca pode poder o foco. Acho que todos verão como melhorei, treinei muito forte, aprendi mais, e tenho mais experiência."

Ele também tem o potencial de chegar ao top 15 com essa vitória e, em uma divisão onde as coisas podem dar uma balançada se Jose Aldo vagar seu título para enfrentar Anthony Pettis, o futuro é certamente brilhante para Charles Oliveira hoje em dia.

"Quero ser campeão do mundo", ele disse. "Fiz algumas coisas no UFC, mas o melhor ainda está por vir."

Watch Past Fights

Midia

Recente
Relembre a vitória de Rodrigo Minotauro sobre Brendan Schaub no UFC 134, no Rio de Janeiro, no dia 27 de agosto de 2011. O brasileiro nocauteou o norte-americano no primeiro round.
27/08/2015
Relembre o nocaute de Ross Pearson sobre Sam Stout no UFC 185, em março deste ano. Pearson volta ao octógono no dia 05 de setembro, no UFC 191, para enfrentar Paul Felder.
30/06/2015
Em maio deste ano, o brasileiro Alex 'Cowboy' venceu o norte-americano KJ Noons por finalização no final do primeiro round. Relembre o combate do UFC Fight Night, em Goiânia.
26/08/2015
Lutador venceu Chad Laprise no domingo e pediu para que mãe organizasse sua festa de aniversário para as crianças da sua cidade.
26/08/2015