Holdsworth: A luta é o que importa

"Eu sou um lutador agressivo e esse é o meu estilo, nunca vou entrar lá para fazer uma luta morna. Não é o que faço, não está no meu DNA." - Chris Holdsworth
Finalista do TUF 18 - Chris HoldsworthSe antes apenas algumas pessoas conheciam o finalista da temporada 18 do The Ultimate Fighter Chris Holdsworth e seu cartel profissional de 4-0, agora muitos o conhecem. Em três lutas no TUF 18, ele venceu todas, finalizando cada um de seus oponentes, (Louis Fisette, Chris Beal, e Michael Wooten) no primeiro round. Você pode dizer que foi um plano calculado de Holdsworth de finalizar cada luta o mais rápido possível para se manter bem para a próxima luta durante os seis meses de competição, mas é assim que ele sempre luta.

"Eu finalizo lutas", ele disse. "Eu sou um lutador agressivo e esse é o meu estilo, nunca vou entrar lá para fazer uma luta morna. Não é o que faço, não está no meu DNA. Tem algo sobre mim, eu entro lá e sempre procuro a finalização. É o lutador que sou e esta tem sido minha mentalidade. É um benefício entrar lá e acabar com tudo rápido, e acho que é o melhor jeito de fazer as coisas, finalizar a luta, entrar e sair, e seguir em frente."

Assine o Combate e assista todas as edições do UFC ao vivo


Não quer dizer que ele não tenha recebido conselhos antes do programa, mais notavelmente do finalista do TUF 14 TJ Dillashaw.

"TJ me deu umas estratégias", disse Holdsworth. "O principal que ele disse foi que se eu pudesse lutar primeiro, lute primeiro. Ele sabia que se você luta primeiro, você tem mais tempo para se curar e estar pronto para as semi, e foi isso que aconteceu. Fiquei feliz por poder fazer isto. Eu estava pronto, não queria ficar por aí pensando em lutar. Queria tirar esta primeira luta do caminho, então olhar para as coisas e somente treinar e continuar ficando melhor, e me focar na semi."

Nas semi finais, Holdsworth do Time Tate venceu Michael Wootten, e agora ele enfrentará outro britânico do time Rousey, Davey Grant neste sábado em Las Vegas. De seu oponente, Holdsworth diz, "ele é um cara legal e o respeito muito. Nos demos bem no programa e não tenho nada de mal para dizer sobre este cara. Ele é grande com muita força e poder. Ele é bom em técnicas também. Porém tem um problema. Ele está tentando tirar algo que eu quero. Então porque não resolver isto em uma luta? Que o melhor homem ganhe."

Com Grant também finalizando dois de seus três oponentes no programa (Anthony Gutierrez foi penalizado por não bater o peso), o duelo de sábado a noite tem o potencial de ser um que finalmente roube o show das mulheres que ingressos com os homens no TUF 18. Apesar do foco ser sobre o ‘sexo frágil’ durante a gravação, ele não se incomodou.

"Não me importava", ele disse. "Eu meio que senti, agora que estou assistindo o programa, que eles estão focando um pouco mais nas mulheres, mas eles estão tentando construir uma divisão, é algo novo, e as pessoas estão interessadas, então posso ver como isto está se desenvolvendo."

Holdsworth não está interessado nos holofotes, celebridades ou qualquer coisa que não esteja sobre seu controle. Ele está aqui para fazer o que mais gosta, que é lutar.

"Eu fazia esportes enquanto crescia, e era bom, mas não me destacava", ele disse. "Eu não era o primeiro em tudo que fazia, mas quando descobri o MMA, senti que era meu neg;ocio. Descobri minha paixão, descobri o que amo fazer, e o mais importante, achei algo em que sou bom."



 

 

Watch Past Fights

Sábado, Outubro 25
23h
BRT
Rio de Janeiro, Brazil

Midia

Recente
Os jornalistas Davi Correia (UFC.com.br), Guilherme Cruz (MMAFighting) , e Ivan Raupp (Combate.com), conversam sobre o card principal do UFC 179, no Rio de Janeiro. O brasileiro é favorito, mas precisa tomar cuidado com o jogo de wrestling de Chad Mendes.
23/10/2014
Fotos da pesagem do UFC 179 no Ginásio do Maracanãzinho em 24 de outubro, 2014 no Rio de Janeiro (Fotos de Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
24/10/2014
Confira os melhores momentos dos lutadores na balança. O campeão José Aldo garantiu que vencerá Chad Mendes, nos penas. "Esse cinturão vai continuar no Brasil.
24/10/2014
Enquanto Aldo e Chad treinavam no Rio para o UFC 179, Conor McGregor desembarcava na cidade com a língua afiada. Na saída do aeroporto, pediu se o motorista não o levaria até a favela do José e mandou dizer que irá tomar o cinturão do brasileiro.
24/10/2014