Dan Hardy - Pela Inglaterra

"Esta luta para mim é mais do que um obrigado aos fãs do Reino Unido, que me apoiaram o tempo todo e para as pessoas que ficaram do meu lado quando ganhei a chance ao título e disseram que eu merecia." - Dan Hardy
UFC welterweight Dan Hardy
Depois de quatro derrotas consecutivas (GSP, Carlos Condit, Chris Lytle e Anthony Johnson), Dan 'The Outlaw' Hardy, um dos caras mais legais do esporte, precisava mais da vitória do que Duane "Bang" Ludwig em sua luta no UFC 146 em maio. E quando conseguiu, foi um sentimento de alívio para o "The Outlaw" de Nottingham.  
  
"O negócio é que, eu sempre trabalho duro, e mesmo quando estava naquela sequência de derrotas, perdendo as lutas, eu ainda treinava duro, se não, mais duro ainda, do que já treinava, e você tem tantas pessoas ao seu redor, te apoiando durante os treinamentos. E claro a chance pelo título e as derrotas, muita gente queria me ver no caminho certo de novo.  
  
É a parte dura de lidar dos esportes de combate. Todas as semanas e meses de treinamento culminam em uma noite onde você ou se apresenta bem ou não. E se não conseguir, não é como um jogador de futebol onde terá outra chance no meio da semana ou no próximo fim de semana.  
  
"Eu comecei a competir artes marciais porque jogava rugby e jogava futebol e outros esportes em times, e não gostava da idéia que o meu sucesso fosse parar nos ombros de outra pessoa porque sei que ninguém vai trabalhar mais duro do que eu", disse Hardy. "Então o esporte individual estava inteiramente nas minhas costas - a vitória ou a derrota. Eu poderia alegar a vitória total ou era tudo culpa minha se eu perdesse, não poderia culpar mais ninguém."  
  
E agora que acabou, Hardy não vê a sequência de derrotas como algo a ser esquecido e nunca mais ser falado. Para ele, é um distintivo de honra que o ensinou algumas lições valiosas que as vitórias nunca ensinaram.  
  
"Eu nunca mudaria aquela sequência de derrotas", ele diz. "Foram importantes, se não mais importantes do que minhas primeiras quatro lutas no UFC quando estava ganhando. As vitórias no começo foram ótimas porque me deram aquela confiança, mostrando que eu pertencia a aquele nível de competição e que podia competir com aqueles caras. Então cheguei na luta pelo título e estava muito empolgado, fui lá para provar que era meu lugar."  
  
Para Hardy, a próxima agora é a co-luta principal neste sábado no UFC: Struve vs Miocic, contra Amir Sadollah. Esta é a parte simples. A parte complicada é que é a primeira luta dele na Inglaterra desde que perdeu para Condit no UFC 120 em 2010, e a primeira luta em sua cidade natal, Nottingham desde que aplicou um TKO em Chad Reiner no round três em 2008, seis meses antes da sua estreia no UFC.  
  
"Esta luta para mim é mais do que um obrigado aos fãs do Reino Unido, que me apoiaram o tempo todo e para as pessoas que ficaram do meu lado quando ganhei a chance ao título e disseram que eu merecia", ele disse. "O Reino Unido sempre ficou do meu lado, e sempre tive muito apoio aqui. Realmente sinto que devo isso ao Reino Unido, voltar lá, fazer um bom show para eles, ter uma grande vitória para que todos nós tenhamos uma boa noite e possamos celebrá-la como um país no palco do MMA mundial."  



Watch Past Fights

Midia

Recente
O repórter Matt Parrino, do UFC.com, e o ex-lutador Forrest Griffin falam sobre a colocação do brasileiro no ranking, comentam a vitória de Frankie Edgar e respondem os fãs. Confira o Ranking Completo - www.ufc.com.br/rankings
25/11/2014
O campeão Johny Hendricks enfrenta Robbie Lawler, nos meio-médios, e o campeão Anthony Pettis luta contra Gilbert Melendez, nos leves. O card do dia 6 de dezembro é um dos mais importantes de 2014. *Assine o Canal Combate - http://glo.bo/1kKhnP0
25/11/2014
O brasileiro volta ao octógono contra Stipe Miocic, na mesma noite em que Rafael dos Anjos enfrenta Nate Diaz. Não perca, dia 13 de dezembro, apenas no Canal Combate *Assine o Canal Combate - http://glo.bo/1kKhnP0
24/11/2014
Edson Barboza superou as provocações de Bobby Green durante a luta co-principal do UFN Austin, impôs sua estratégia e despachou o embalado oponente por decisão unânime. Após a vitória, Edson disse esperar por top 5 na próxima luta.
22/11/2014