Johnson: Trabalho duro vale a pena

"Estou acostumado a me pressionar e fazer ajustes em minhas lutas para dar a volta por cima, e não o vejo fazendo isto nas lutas dele, mas Joseph Benavidez é um ótimo lutador, e veremos o que acontece.” - Demetrious Johnson
Campeão peso mosca do UFC - Demetrious JohnsonAqui está um pequeno ‘quiz’ sobre Demetrious “Mighty Mouse” Johnson...

O que deu à Johnson o título dos pesos mosca do UFC? Trabalho duro.

O que ajudou Johnson a superar John Dodson em janeiro? Trabalho duro.

O que pressionou Johnson a dominar por quatro rounds e então finalizar John Moraga no dia 5 de julho? Trabalho duro.

O que dará a Johnson a vitória pela segunda vez sobre Joseph Benavidez em 14 de dezembro no UFC Fight Night? Trabalho duro.

O único e atual campeão dos moscas pode parecer como um disco quebrado, mas “Mighty Mouse” está invicto nos 56.5 kg por uma razão e tem a ver com sua persistência tanto na academia como na jaula.

“Simplesmente me considero uma pessoa que trabalha duro e um aluno que está aprendendo artes marciais todos os dias”, humildemente diz Johnson. “A maior meta é ser o melhor do mundo e um lutador completo e estou trabalhando para isto.”

Sua ultima demonstração do trabalho que vem dando certo para ser um lutador completo foi quando defendeu o título mosca diante de sua torcida em Seattle. Foi uma apresentação dominante contra o desafiante John Moraga em julho.

“Eu estava fazendo o que faço de melhor, que é me movimentar e pressionar meu oponente”, conta Johnson. “Meus treinadores estavam muito felizes, eu não me machuquei. Era na minha cidade natal e eu estava feliz de ir me apresentar lá. A única coisa sobre lutar na minha cidade, é que foi a primeira vez que lutei no nordeste do pacífico como peso mosca. Foi um pouco diferente, mas acho que me beneficiou. Me senti muito forte. Estar em casa não significa que tenho que lutar mais duro ainda, mas ter aqueles fãs foi incrível. Para mim, se eu estivesse lutando em um jardim no fundo da casa, eu provavelmente teria trabalhado duro do mesmo jeito.”

Próximo para Johnson, um segundo show com o lutador da Team Alpha Male, Benavidez, na ensolarada Sacramento, Califórnia. Originalmente a luta foi marcada para o TUF 18 Finale, mas teve que ser trocada. Esta empolgante revanche acontecerá 15 meses após a primeira luta no Canadá, no que pareceu ser somente o começo de uma grande rivalidade.

“Eu estava esperando para lutar com Joseph de novo”, revela Johnson. “Eu esperava lutar com John Lineker, mas quando vi que ele não bateu o peso, sabia que lutaria com Benavidez. Mesmo ele tendo nocauteado seu oponente, o UFC não vai colocar Lineker em uma disputa de cinturão porque tudo poderia estar comprometido se ele não batesse o peso, coisa que ele mostrou várias vezes. E eu sabia que Joseph ia vencer Formiga, então sabia que lutaria com Joseph. Estou empolgado para lutar com ele de novo.”

Como mencionado, “Mighty Mouse” esteve ocupado com defesas de título, mas Benavidez provou que merece outra chance com três vitórias. Ao todo, 19-3, Benavidez faturou uma decisão unânime contra Ian McCall antes de marcar dois nocautes devastadores por um chute e uma joelhada, seguida de socos. Resultados do trabalho de seu novo treinador, Duane Ludwig.

“Eu vejo uma pequena diferença.” Diz Johnson. “Acho que é por causa de Duane Ludwig e Joseph estando confortável e voltando a lutar como lutava. Nós estamos treinando para vencer o melhor Joseph. Eu sei que ele está treinando muito e eu também estou. Sei que nós dois melhoramos. Faz somente um ano que lutamos, então não faz tanto tempo assim. Eu diria que minhas duas ultimas lutas, lutei com oponentes mais duros que são strikers. Eu me machuquei naquelas lutas, superei, voltei e venci. As duas últimas lutas dele não foram difíceis. Ian McCall foi uma luta dura. Eu estou acostumado a me pressionar e fazer ajustes em minhas lutas para dar a volta por cima, e não o vejo fazendo isto nas lutas dele, mas Joseph Benavidez é um ótimo lutador, e veremos o que acontece.”

Watch Past Fights

Sábado, Outubro 25
23h
BRT
Rio de Janeiro, Brazil

Midia

Recente
Em entrevista ao UFC, Wiliam Patolino fala sobre a expectativa da luta contra o americano Neil Magny no UFC179 e garante que as quatro atuações do adversário esse ano podem ajudar a seu favor. - UFC 179 só no Canal Combate - on.ufc.com/ufc179assita
22/10/2014
Lutador brasileiro encara o americano Scott Jorgensen e diz estar ansioso pela primeira vitória no UFC por nocaute ou finalização. Confira o vídeo. - UFC 179 só no Canal Combate -on.ufc.com/ufc179assita
22/10/2014
Lutador se diz mais confortável nos leves e que não se assusta com a experiência do adversário japonês Naoyuki Kotani. - UFC 179 só no Canal Combate -on.ufc.com/ufc179assita
22/10/2014
Em entrevista ao UFC.com, Fábio Maldonado se diz recuperado da derrota para Stipe Miocic, no UFC SP, e que não vai correr do jogo de chão do holandês Hans Stringer. - UFC 179 só no Canal Combate -on.ufc.com/ufc179assita
22/10/2014