Demetrious Johnson - O passeio selvagem de "Mighty Mouse" continua.

" Se você olhar para mim e Joseph, somos conhecidos ao redor do mundo, e Ian McCall e Yasuhiro Urushitani são ambos campeões em suas próprias organizações. Então, nós temos os melhores lutadores lá." - Demetrious Johnson
UFC flyweight Demetrious JohnsonDemetrious Johnson não ia esperar pela divisão peso mosca. Na verdade, após uma volta louca em 2011 que o viu derrotar KID Yamamoto e Miguel Angel Torres em suas duas primeiras lutas no UFC antes de perder uma competitiva luta de cinco bons rounds para o campeão peso galo Dominick Cruz, em outubro, ele estava traçando seu caminho de volta até o topo para o cinturão até 61 kg no caminho de casa em Washington, DC, com o treinador Matt Hume.

"Eu estava numa linha de pensamento que eu ia fazer outra corrida ao cinturão e escalar meu caminho de volta", disse Johnson. "Eu estava indo para casa, e Matt disse 'a única razão pela qual você perdeu essa luta é porque ele continuava levando você para baixo e segurando você lá. Nós vamos voltar para casa e praticar grappling, grappling, grappling, e passar muito tempo no tatame'. E isso é o que eu fiz, também trabalhando com a minha trocação e todas as coisas boas. Eu estava indo atrás do título até 61 kg de novo. Eu estava me preparando para Eddie Wineland,  assinei o contrato, e estava pronto." 

A luta proposta para janeiro com Wineland teve que esperar, quando Johnson recebeu o convite que alguns de seus colegas estavam esperando para que acontecesse: a muito esperada divisão peso mosca ao UFC estava chegando em março, e a organização queria "Mighty Mouse" para ser um dos quatro fabulosos a apresentar os lutadores de 57 kg para os fiéis do UFC.
Ele aceitou.

"Eu estava animado", disse Johnson. "Na época eu estava me preparando para Eddie Wineland, então eu comecei o meu centro de treinamento de novo em novembro e eu estava treinando, tentando ficar maior, comer o que quisesse, e curtindo a vida. E me ligaram e disseram 'ok, mudança de planos'. Você vai lutar no peso mosca. Nós não podemos dizer quem é o seu adversário ainda, mas fique pronto. "Eu disse: caramba!" (Risos) Embora seja fantástico estar nos 57kg, agora eu tenho que começar a dieta. Mas estou animado que o UFC queria que eu fosse um dos representantes da classe de peso quando for inaugurada."

Esta sexta-feira (manhã de sábado na Austrália) é a data de estréia, no UFC: Alves vs. Kampmann em que Johnson se junta ao seu adversário Ian McCall, Joseph Benavidez, e Yasuhiro Urushitani no primeiro torneio peso mosca do UFC.

"Joseph Benavidez, lutamos no mesmo card juntos e somos bons amigos", disse Johnson. Nos divertimos muito na Austrália (em uma excursão recente da imprensa). Quanto à Yasuhiro Urushitani, eu assisti algumas de suas lutas só para ver quem ele era e para ter uma idéia de como ele era. Ele parece ser um cara muito duro. Se você olhar para mim e Joseph, somos conhecidos ao redor do mundo, e Ian McCall e Yasuhiro Urushitani são ambos campeões em suas próprias organizações. Então, nós temos os melhores lutadores lá."

Mas o único em sua mente agora é McCall, outro ex-membro peso galo do WEC (juntamente com Johnson e Benavidez), que se reinventou nos 57kg, com três vitórias sobre Jussier da Silva, Dustin Ortiz, e Darrell Montague em 2011, um trio de vitórias que fez muitos considerá-lo o melhor peso mosca do mundo. Se Johnson tem prestado atenção? Pode apostar que sim.

"Honestamente, eu mantenho meu olho em caras que estão no amador agora", ele ri. "Eu vejo todo mundo porque você nunca sabe quem vai ser o próximo a impressionar. Ian McCall fez uma grande coisa para si mesmo descendo para 57 kg. Ele estava bem nos 61 kg pelo que me lembro e agora ele está no ranking como número um do mundo, e eu mal posso esperar para chegar lá e me embolar com ele."

Com apenas 25 anos, Johnson se encontra em um ótimo lugar em sua carreira. Depois de estourar na cena com suas vitórias sobre Yamamoto e Torres, a sua derrota para Cruz tornou bastante seguro supor que uma luta de retorno seria uma boa. Mas agora, ele está a uma vitória de fazer história lutando pelo título do UFC nos 57kg. É quase o cenário perfeito, não ter de esperar por um telefonema para sua próxima luta, e, basicamente, sabendo naquela noite quem você estará lutando se você ganhar. E se é intencional ou não, Johnson deixa claro quem ele acredita que estará enfrentando com uma vitória sobre McCall.

"Eu nunca gosto de contar meus ovos antes que choquem", disse ele. "Eu tenho um adversário difícil pela frente, ele não é brincadeira, e ele está vindo pra lutar, como eu estou também. Mas sim, se eu passar por ele, vai ser muito legal, sim, se Joseph acabar vencendo o Urushitani e acho que Joseph e eu vamos lutar, e tudo o que precisamos saber agora é a data."

Hmm,  uma mensagem subliminar talvez? Johnson-Benavidez é um confronto interessante, porém, ambos primeiro devem sair vitoriosos nesta sexta-feira. A única questão é, os dois são amigos, então como vão reagir com a perspectiva de quebrar a cara um do outro? Bem, se Benavidez precisa de qualquer razão para não gostar do cara de Parkland, Washington, basta ver a seus cortes de peso entre os galos.

"Não houve corte nenhum", disse Johnson. "Eu comia tudo o que eu queria, até a noite antes da pesagem".

Agora, essas são palavras de luta. Em toda a seriedade, porém, Johnson, que anda por aí em qualquer lugar entre 66 ou 67 kg, terá que se esforçar para chegar a 57 kg. Mas por ele tudo bem, porque é claro que ele ainda está maravilhado com o  MMA.

"Estou aproveitando, e aprecio todo mundo que me segue e que é meu fã, e aprecio o UFC por criar coisas como a turnê de imprensa na Austrália", disse ele. "Me deu a chance de chegar lá e conhecer alguns fãs e deixa-los animados para a divisão peso mosca e o card que vem por aí. Honestamente, eu fui abençoado e mal posso esperar para mostrar meu trabalho contra Ian McCall e mostrar ao UFC porque eles gostam de me enviar a estes lugares e cuidarem de mim."

Então, o que qualquer um que não tenha visto os pesos mosca em ação esperam esta semana?

"Grandes homens que têm grandes habilidades de combate e ação sem parar", disse ele. "Ótima preparação física, ótima técnica, e vão ter algumas finalizações e nocautes  também. Você pode esperar um monte de coisas ótimas." 

Watch Past Fights

Sábado, Outubro 25
23h
ETPT
Rio de Janeiro, Brazil

Midia

Recente
Vea a Scott Jorgensen enfrantarse a Wilson Ries en UFC 179.
15/10/2015
A aguardada revanche entre o campeão José Aldo e o desafiante Chad Mendes, nos penas, e a luta explosiva entre Glover Teixeira e Phil Davis. Confira depoimentos, opiniões de especialistas e cenas de outros combates.
17/10/2014
No. 4 ranked light heavyweight contender Glover Teixeira puts up a fight with All-American wrestler Ryan "Darth" Bader. Watch Teixeira take on Phil Davis in the co-main event at UFC 179 in Rio de Janeiro, Brazil.
17/10/2014
Assista à sessão de Perguntas&Respostas com Conor McGregor ao vivo na sexta-feira, 24 de outubro, às 15h.
16/10/2014