Sonho ou pesadelo? Leben consegue a luta que sempre quis

"Nós dois não somos realmente os caras mais técnicos do planeta, mas vamos lá, fazemos o que deve ser feito e mantemos os fãs pulando em suas cadeiras". - Chris Leben
É uma das técnicas mais complicadas no mundo do MMA, e que pode ser impossível de se replicar com 100% de precisão. Mas Chris Leben tentou o seu melhor na preparação para encontrar parceiros de sparring que pudessem ter explosão combinada com velocidade, socos, e fúria - que têm sido a marca de seu oponente no sábado, Wanderlei Silva.  
    
"Nós estamos fazendo o nosso melhor", disse ele. "Obviamente você não pode treinar igualzinho ao Wanderlei, a toda velocidade. Você vai ter que descobrir como e quando. Mas eu colocava o capacete de proteção e alguns caras mais rápido vinham para cima, lançando verdadeiras rajadas de socos".  
    
Se você quiser a definição de um lutador, você olha para caras como Leben. Olha para todos os dias duros de treinamento, dias em que você gostaria de estar em qualquer outro lugar, menos na academia (especialmente quando você vive no Havaí), quando a campainha toca, tudo é esquecido, e tudo o que importa é conseguir o que você quer antes do seu oponente.
     
Parece uma teoria que combina com o apelido 'The Axe Murderer' (Machado Assassino), simplesmente o adversário de Leben na co-luta principal desse fim de semana no UFC 132, isso não é uma coincidência. Na verdade, quando perguntado em uma entrevista recente se havia lutadores hoje em dia que parecem com ele, o primeiro nome da boca de Wand foi Chris Leben.
     
"É legal, eu gosto dele, e isto é meio o que quero", disse Leben. "Nós dois não somos realmente os caras mais técnicos do planeta, mas vamos lá, fazemos o que deve ser feito e mantemos os fãs pulando em suas cadeiras. É uma honra isso que ele disse".
       
Em qualquer circunstância, ouvir um elogio do ex-campeão do Pride seria algo para se animar, mas Leben vai mais fundo do que isso, considerando que um dos primeiros lutadores que ele teve como ídolo, quando iniciou sua própria carreira, foi o atleta brasileiro.
     
"Logo depois que eu comecei a treinar", disse Leben quando perguntado sobre seu primeiro contato com Wand. "Havia uma loja de brinquedos japoneses em Portland, e eu ia lá e tinha cópias do Pride antes que você pudesse comprá-las nos Estados Unidos, e foi quando o vi pela primeira vez. Eu achei ele ótimo, adorei o estilo dele".    
  
E quando Leben entrava no ringue ou cage, ele queria ser mais que apenas um fã, ele queria prestar uma homenagem a Wanderlei, dando seu máximo em cada uma das lutas.      
"Eu realmente gosto de lutas emocionantes, e todas as lutas dele sempre foram emocionantes", disse ele. "Ele parte para cima, eu adorei isso e, em alguns aspectos, acho que tentei imitá-lo nos primeiros estágios da minha carreira".
      
Alguns diriam que ele nunca parou de imitar. Profissional desde 2002 e no UFC desde 2005, quando entrou no octógono depois da primeira temporada do The Ultimate Fighter, Leben teve alguns solavancos na estrada de 17 lutas (11-6) na carreira no UFC, proporcionados por lutadores como Anderson Silva, Michael Bisping e Jason MacDonald, mas, apesar de tudo, 'The Crippler' sempre conseguiu dar a volta por cima.  
   
Tome como exemplo o ano de 2010. Depois de derrotas para Bisping e Jake Rosholt, a carreira de Leben no UFC estava por um fio quando ele começou o ano. Então ele venceu Jay Silva por decisão em janeiro, e depois aplicou um TKO no então invicto Aaron Simpson em junho. Isso deveria ter sido o bastante, mas duas semanas após o combate com Simpson, ele entrou em cena (a curto prazo) contra Yoshihiro Akiyama no UFC 116 e conseguiu o bônus de 'Luta da Noite' finalizando a estrela japonesa o round final.

Foi o renascimento do ano, e ele esperava manter o ritmo em 2011, mas no UFC 126, se deparou com um tanque na forma de Brian Stann e sofreu um TKO em apenas 3:37 do primeiro round.      
  
"Você sabe como é", disse ele. "Stann fez uma luta fantástica".
     
Após a luta, todos ficaram sabendo que Leben estava doente depois de uma ingestão de doces em excesso após a pesagem. Mas ele não tira os méritos do adversário, "Foi um erro meu", antes de acrescentar: "Acho que toda a luta começou com o 'pé errado' para mim. Ele (Stann) fez um grande trabalho do início ao fim".     
    
Mas, apesar de tudo, as coisas funcionaram bem depois, uma vez que Leben conseguiu a luta que tanto queria, Wanderlei Silva no UFC 132 do dia 2 de julho.      
"Meu irmão me ligou há alguns dias e disse, 'sabe Chris, você tem falado sobre essa luta por anos'", disse Leben. "E é verdade. Eu acho que talvez eu não estivesse pronto antes, mas estou pronto agora".
      
Isso não quer dizer que ele está pronto para fazer qualquer previsão sobre o resultado ou começar chamando Wanderlei para ficar no meio do octógono trocando abertamente. O embate que o mundo mal pode esperar para ver já tem uma dose daquelas de nervosismo. Assim, a pergunta de um milhão de dólares é: será que Leben está ansioso para cair nas graças da platéia assim como Wanderlei está?    
 
"Depois, sim", ele ri. "Assim que a luta acabar e eu tiver vencido, sim. Mas quando eu for para a luta, realmente não penso sobre o público ou qualquer coisa assim, porque ainda tenho um trabalho a fazer. Mas estou muito animado e muito honrado por ser capaz de lutar com o Wanderlei, na co-luta principal. É uma coisa muito legal".      

Watch Past Fights

Midia

Recente
A primeira luta de Anderson Silva no UFC foi contra Chris Leben, no UFC Fight Night 5, em em 28 de junho de 2006. 'The Spider' venceu o adversário no primeiro round.
30/07/2014
Anderson Silva e Chris Weidman lutaram no UFC 162. O norte-americano venceu o brasileiro por nocaute. Veja a luta completa.
29/07/2014
No UFC 125, Brad Tavares soltou uma joelhada e suas mãos para cima de Phil Baroni, e terminou a noiote de forma rápida no Octógono. Veja Tavares encarar Tim Boetsch no UFC Fight Night Bangor.
29/07/2014
Nick Diaz está de volta UFC e concedeu uma entrevista exclusiva no UFC.com. Ouça o que ele falou sobre uma possível luta contra Anderson Silva, como entrou nas lutas e muito mais.
28/07/2014