Ellenberger em busca da afirmação neste fim de semana

"Este é o card e é no que estou focando. É sempre prioridade numero #1 vencer, mas realmente estou querendo fazer uma afirmação e colocar um selo nela." - Jake Ellenberger
UFC welterweight Jake EllenbergerQuando você consegue terminar uma luta com um soco, como Jake Ellenberger, quando você tem este tipo de poder, é fácil presumir que no momento que você maltrata alguém, o fim virá minutos depois. Quando não chega, o tanque de combustível pode estar vazio e você ainda tem 10 minutos ou mais de luta. É uma conclusão assustadora e Jake Ellenberger sabe disso.    
    
"Cada luta, quanto mais alto você chega e melhores são os caras, você precisa estar mais disciplinado, e tudo importa", ele disse. "Você tem que ser disciplinado por 15 minutos, não 14. Você tem que estar completamente dentro no jogo mental."    
    
Ele mostrou isto contra Jay Hieron, ele ainda bateu forte, ainda tentou acabar com tudo, mas não estava se colocando em posições perigosas por causa da vontade de acertar uma bomba. Isso faz o atleta de 27 anos ainda mais perigoso para sua concorrência na categoria até 77 kgs,  e  ele planeja deixar seu oponente Nate Marquardt ciente disto na sua luta de sábado à noite no UFC 158 em Montreal.     
    
Originalmente agendado para encarar Johny Hendricks no card que acontece no Bell Centre, Ellenberger foi momentaneamente deixado à deriva quando Hendricks foi movido para a co-luta principal contra Carlos Condit para substituir Rory MacDonald. Mas rapidamente assinou para lutar com Marquardt, ex-peso médio que está fazendo seu terceiro passeio pelos meio-médios no regresso ao UFC.    
    
"Ele tem muita experiência, e lutou com grandes amigos meus no peso médio e alguns dos melhores nesta categoria", disse Ellenberger. "Mas  agora ele está nos 77, que é a categoria onde sou melhor. Não penso muito no que ele vai fazer, somente no que eu vou fazer e no que tenho que fazer para vencer esta luta. Ele não tem uma grande fraqueza, mas estou pronto para lutar em qualquer lugar que ele quiser."    
    
E mesmo se vencesse Hendricks, o numero 1 da divisão, que o teria alavancado mais rápido e mais para o topo dos rankings, Ellenberger está somente focado no que vem pela frente, não no que poderia ter acontecido.    
    
"Esta luta teria me dado mais valor em ser o numero #1, que era Johny, e é exatamente por isto que queria lutar, e sabia que tinha as habilidades para vencê-lo, mas isto é irrelevante agora", ele disse. "Estou focado no meu oponente, menos em quem é e mais nas minhas ações e defesas e no que farei para vencer a luta. Estou focado no meu treinamento e estas últimas 10 semanas foram suaves, então agora é a hora da execução."    
    
Como um atleta competitivo, Ellenberger tem toda a intenção de ser 'aquele meio-médio' que as pessoas têm falado a respeito quando sair da arena neste sábado à noite.     
    
"Não existiria melhor momento do que agora", ele disse. "Este é o card e é no que estou focando. É sempre prioridade numero #1 vencer, mas realmente estou querendo fazer uma afirmação e colocar um selo nela."    
    

Watch Past Fights

Midia

Recente
Próximo de enfrentar Max Holloway na luta principal do UFC 212, o campeão José Aldo relembra fantasmas do passado, fala sobre o duelo pela unificação dos cinturões dos penas e, claro, o retorno ao Rio de Janeiro no dia 3 de junho.
24/05/2017
Um dos duelos mais esperados do ano acontece em 3 de junho, no Rio de Janeiro, quando os pesos penas José Aldo e Max Holloway duelam pela unificação do cinturão da categoria.
24/05/2017
Relembre grandes momentos da carreira de Netto BJJ. O brasileiro volta ao octógono no próximo domingo para enfrentar o iraniano Reza Madadi no UFC Estocolmo.
24/05/2017
Relembre alguns dos melhores momentos da carreira de Pedro Munhoz. O brasileiro volta ao octógono no próximo domingo (28) para enfrentar o polonês Damian Stasiak no UFC Estocolmo.
24/05/2017