Para Frank Mir, mudar foi ótimo

"Ele é um ótimo wrestler, vem de um bom camp, e acredito que tendo uma vitória sobre ele, ainda me impulsiona na carreira." - Frank Mir
UFC heavyweight Frank Mir
Foi a super luta do UFC que nunca aconteceu, detonada por um acidente de moto e então pelo timing. Mas na academia Jackson/Winklejohn em Albuquerque, Novo México, dois ex campeões - Frank Mir e Andrei Arlovski - eventualmente, se encontraram.  
  
"No começo, acho que passamos um pelo outro, era como o cenário da luta que nunca aconteceu", riu Mir. "Mas depois de algumas horas, tudo aconteceu bem. Tivemos ótimos treinos de sparring e wrestling e boa comunicação de ambos os lados. Ele me deu conselhos, e foi uma atmosfera de equipe."  
  
Sim, os dois homem que o mundo queria ver lutando anos atrás agora são colegas de equipe. É a última reviravolta em uma carreira cheia delas para o ex-campeão peso pesado, Frank Mir, que decidiu que depois de sua derrota para Júnior Cigano em maio no UFC 146, era hora de uma mudança. E isso incluía sair de Las Vegas.  
  
"Fazer esta mudança para treinar foi uma boa estratégia para minha carreira, e escolhi Albuquerque porque Greg Jackson e seu time tem muitos prêmios e realizações, e vi o que fizeram", disse Mir. "E sempre me dei bem com ele, então achei que seria o melhor lugar para mim."  
  
Ele estava certo. Apesar de ter que deixar sua esposa e filhos para se preparar para a luta co-principal de sábado no UFC: Henderson x Melendez contra Daniel Cormier, Mir se rejuvenesceu para o que poderia ser uma terceira corrida pelo título se ele conseguir estragar a estreia do vencedor do GP peso pesado do Strikeforce.  
  
"Estou mais focado em me treinar", ele disse sobre treinar na Jackson's. "É mais fácil para mim de segunda a sexta quando estou lá para ser um lutador e não para ir para a academia, voltar, com as obrigações de ser parte pai, parte marido. Eu me revirei por dentro e vi qual era minha fraqueza, e percebi que tenho que me focar mais no meu treino do que nas lutas. E ficar em casa fazia isto ser difícil. E vi luta após luta e ano após ano que havia algo que não estava se consertando sozinho, então tive que fazer uma decisão proativa para ver como poderia me deixar mais dedicado e focado durante as semanas antes da luta."   
  
E Mir terá que estar na sua melhor forma contra o invícto Daniel Cormier, ex- wrestler olímpico que pode fazer um nome imediato para si mesmo no UFC com uma vitória em cima do ex-campeão. De fato "DC" desafiou Mir, algo com que Mir não se sentiu ofendido.  
  
"Ele é um ótimo wrestler, vem de um bom camp, e acredito que uma vitória sobre ele, ainda impulsionaria minha carreira. Talvez não contra um grande nome, mas mesmo assim, ainda é uma vitória no UFC contra um cara que os mais aficionados conhecem como um peso pesado muito respeitável."   


Watch Past Fights

Midia

Recente
Campeão dos leves fala da relação que tinha com o seu pai. "Tenho orgulho de manter a memória dele viva". Pettis enfrenta Gilbert Melendez no UFC 181, em 6 de dezembro. **Ative as legendas "CC" Veja o card completo - http://bit.ly/1yY8zv4
27/11/2014
UFC Minute host Lisa Foiles recaps this weekend's action in Austin and looks ahead to the highly-anticipated rematch between Johny Hendricks and Robbie Lawler at UFC 181 on December 6!
24/11/2014
O campeão Johny Hendricks enfrenta Robbie Lawaler, nos meio-médios, e Anthony Pettis coloca seu cinturão dos leves em jogo contra Gilbert Melendez. Confira os confrontos que definiram essas disputas, que acontecem em 6 de dezembro.
26/11/2014
Perdeu a joelhada de Fabrício Werdum em Mark Hunt? Confira alguns dos golpes mais bonitos do evento que deu o cinturão interinos dos pesados ao brasileiro. Assine o canal Combate: http://on.ufc.com/assinecombate
26/11/2014