Frankie Edgar: Dando as cartas desde o começo

"Eu sou o cara mais velho, sou o veterano,estive em grandes lutas, e tenho que mostrar esta experiência e este comportamento. E serie o cara que vai pressionar." - Frank Edgar
UFC featherweight Frankie EdgarDepois de sete lutas onde Frankie Edgar atuou contra BJ Penn (duas vezes), Gray Maynard (duas vezes), Benson Henderson (você acertou, duas vezes também) e José Aldo, o ex-campeão peso leve e atual competidor peso pena do UFC sabe algo sobre grandes lutas. Seu oponente na luta co-principal deste sábado no UFC 162, Charles "do Bronx" Oliveira, ainda não atingiu o que o antes mencionado conquistou, mas para Edgar, esta pode ser a maior luta de todas.

"Se você me perguntar isto (se esta é a maior luta até agora) das ultimas três lutas, eu diria que sim, então acho que a resposta é sim de novo",  disse Edgar. "Estando na posição em que estou, faz sentido que seja."

As duas lutas com Henderson e a luta com Aldo foram todas ferozmente competitivas, com o consenso de que um round aqui ou lá poderia resultar em Edgar deixando o Octógono com sua mão levantada. É frustrante como poderia ser para qualquer lutador, com um nocaute ou finalização bem vindo pelo simples fato de que neste cenário não existem E se?

"Já me perguntaram em entrevistas antes, 'o que você faz para ficar melhor?' Ele ri. "Acho que estou fazendo as coisas certas, estou lutando com os melhores lutadores e tendo bons desempenhos. Não tenho vergonha de nenhum dos meus desempenhos. Acho que não importa o que, em qualquer luta, sempre há coisas que você pode fazer melhor e melhorar, mas ainda estou orgulhoso do que fiz em minhas últimas três lutas."

Então qual a resposta quando você está tendo desempenhos sólidos que muitos acham ser vitoriosos?

"Eu não sei", diz Edgar. "Eu queria ter uma resposta para isso, mas não tenho. Talvez tenho que começar um pouco mais rápido. Sinto que termino forte e aperto o ritmo na maioria de minhas lutas. Talvez deva fazer isto um pouco mais rápido."

Este nível de valorização crescerá caso ele despache Charles do Bronx neste fim de semana. Olhando de todos os lados, não sera uma tarefa fácil. O brasileiro tem a vantagem de altura, é um finalizador agressivo, e vai para cima a partir do momento em que o gongo soar, algo que Edgar está muito ciente.

"Ele é um garoto perigoso", disse Edgar. "Ele é alto, tem envergadura, é bastante variado em sua trocação, e ele tem um jogo de chão perigoso. Ele está disposto a ir com tudo em suas finalizações, e isto é algo com que você sempre tem que se preocupar lutando com um cara deste tipo."

Charles do Bronx, 23 anos, também é o tipo de lutador que você não deve deixar crescer para cima de você. Quando ele faz isto, é difícil fazê-lo parar. Mas contra oponentes que tomaram a iniciativa cedo, como Jim Miller, Donald Cerrone, e Cub Swanson, "Do Bronx" saiu perdendo. Espere Edgar, lutando três rounds pela primeira vez desde 2009, usando essa iniciativa rapidamente.

"Eu tenho que ensiná-lo", ri Edgar de 31 anos. "Eu sou o cara mais velho, sou o veterano,estive em grandes lutas, e tenho que mostrar esta experiência e este comportamento. E serei o cara que vai pressionar."



 
 

Watch Past Fights

Midia

Recente
Companheiro de treino do campeão na academia Alpha Male, o americano diz que Renan Barão vai sentir o corte de peso e será nocauteado no quarto round.
27/08/2014
T.J. Dillashaw e seu técnico Duane Ludwig fazem uma sessão de treinos na semana, enquanto Renan Barão arruma suas malas para viajar para os EUA e a busca mais importante de sua vida: recuperar o seu título do UFC.
26/08/2014
A primeira impressão de TJ Dillashaw de UFC 173: Barão vs. Dillashaw, com vídeo inédito de uma das maiores surpresas da história do UFC.
26/08/2014
Assista à coletiva de imprensa para anúncio da venda de ingressos do UFC 180: Velasquez x Werdum.
25/08/2014