Mousasi e o próximo grande desafio

"E eu acho que serei capaz de obter uma chance ao título muito mais rápido do que nos meio-pesados." - Gegard Mousasi
UFC middleweight Gegard MousasiGegard Mousasi conseguiu uma vitória por decisão unânime clara sobre Irir Latifi no UFC em Estocolmo e aumentou seu cartel para 34-3-2, mas a maneira como ele viu, não foi exatamente a introdução que ele queria para os fãs do UFC.

"Eu consegui a vitória, mas eu não subi no ranking", disse ele. "Não me ajudou em nada. Tudo o que tenho é "ele não conseguiu liquidar Latifi, que veio a dois dias de aviso prévio." ECOmpre ingressos para po UFC Fight Night Combate: Machida x Mousasintão, eu só tive críticas. Mas mentalmente não foi difícil porque eu treinei para uma luta e estava feliz que Latifi aceitou e fui capaz de lutar."

Compre ingressos para o UFC Fight Night: Machida x Mousasi


É o que Mousasi faz e tem feito profissionalmente no MMA desde 2003, e ao longo dos últimos 10 anos ou mais, poucos têm sido melhor. Houve corridas no PRIDE e Dream, bem como uma breve passagem no Strikeforce onde ganhou o título da organização em 2009, com um nocaute sobre "Babalu" Sobral, e vitórias sobre Hector Lombard, Denis Kang, Jacaré Souza, e Mark Hunt não deixaram dúvidas que o produto da  Holanda é um dos melhores do esporte. Mas o UFC foi o destino, o lugar onde Mousasi poderia fazer a sua maior marca, e não estrear com uma performance espetacular contra um inimigo de nível superior o deixou querendo mais.

Mas neste sábado, em destaque no card do UFC Fight Night em Jaraguá do Sul, Brasil, ele enfrenta o ex-campeão do UFC peso meio-pesado Lyoto Machida. Porém, a luta não será nos 93 kg, Machida está fazendo sua segunda luta nos 84 kg, e Mousasi está voltando para a divisão dos médios que não atuava desde 2008.

"Eu acho que terei um desempenho muito melhor e é muito melhor para o meu corpo", disse ele sobre descer. "E eu acho que serei capaz de obter uma chance ao título muito mais rápido do que nos meio-pesados."

Ele está certo. No meio-pesado, o campeão Jon Jones já está reservado para lutar contra Glover Teixeira, em abril, com Gustafsson e Daniel Cormier na fila logo depois se eles vencerem seus próximos combates. Na divisão dos médios, o vencedor da luta pelo título em maio entre o campeão Chris Weidman e o desafiante Vitor Belfort provavelmente vai olhar para quem sair vitorioso de uma das lutas de sábado, se é Machida, Mousasi, Jacaré, ou Francis Carmont. E, para a Mousasi de 28 anos, é exatamente onde ele quer estar.

"Eu estou bem perto", disse Mousasi, que tem 6-0-1 em suas últimas sete lutas. "Se eu vencer Machida de forma convincente, Vitor Belfort já está recebendo sua segunda chance (ao título), então Anderson está machucado, por isso além de mim e  Jacaré, não há candidato número #1, eu acredito. Sinto que se vencer de forma impressionante um lutador bem conhecido e um ex-campeão do UFC como o Lyoto, se isso acontecer e eu receber uma disputa ao título, era isso que eu buscava. Essa é a minha meta para 2014.

"Eu não gosto de lutar com um estilo como o dele, porque ele não é um lutador típico", disse ele. "Eu prefiro ter um cara que é mais fácil de preparar. Eu treinei com Jaouad Ikan, ele é um cara do karatê e ele faz exatamente as mesmas coisas que Machida faz, mas não é fácil lutar com ele. Não é uma experiência agradável, mas é um desafio, isso é certo."

Gegard Mousasi não é estranho a desafios. Seu currículo prova isso. Sábado é apenas mais um.

"Já lutei contra strikers, mas Machida é um tipo muito diferente de striker, então eu vou abordá-lo de um jeito totalmente diferente", disse ele. "Eu acho que ele é um tipo difícil de lutador para enfrentar, mas eu vou estar pronto."

Watch Past Fights

Midia

Recente
Watch the Fight Club Q&A with bantamweight champ T.J. Dillashaw, live Friday, December 5 at 5pm/2pm ETPT.
28/11/2014
Watch the official weigh-in for UFC 181: Hendricks vs. Lawler II, live Friday, December 5 at 7pm/4pm ETPT.
28/11/2014
Watch the post-fight press conference live following the event.
28/11/2014
Campeão dos leves fala da relação que tinha com o seu pai. "Tenho orgulho de manter a memória dele viva". Pettis enfrenta Gilbert Melendez no UFC 181, em 6 de dezembro. **Ative as legendas "CC" Veja o card completo - http://bit.ly/1yY8zv4
27/11/2014