Georges St-Pierre: O professor

"Quando você é o campeão, você é o alvo e todos querem o que você tem, então comecei a me acostumar." - Georges St-Pierre
Campeão peso meio-médio do UFC - Georges St-PierreQuando você pergunta à Georges St-Pierre sobre seu relatório a respeito do homem que enfrentará na luta principal do UFC 167 neste sábado, Johny Hendricks, é assustador, especialmente quando você é quem vai lutar com ele.

"Ele tem uma esquerda muito perigosa, bom wrestler, é bastante explosivo, forte fisicamente, e ele é muito inteligente também", disse o campeão dos pesos meio-médios do UFC sobre seu desafiante. E isto é intimidante o bastante, mas GSP não acabou de falar sobre Johny Hendricks. "Ele luta inteligentemente, tem um bom time por trás, e estará em boa forma e muito preparado."

Ok, isso é tudo? Não.

"Ele tem muita determinação e muito coração", continua St-Pierre antes de mandar sua última frase. "Mas acredito ser melhor e vou lutar a melhor luta, e é por isto que vou vencer."

É por isto que ele é o campeão. É também porque nos seis anos desde sua derrota para Matt Serra, apesar de enfrentar desafiantes após desafiantes que tinham muitos dos atributos mencionados, ele continuou intocável, vencendo 11 lutas seguidas, 90% delas com título em jogo.  Para GSP, são negócios como sempre.

"É sempre a mesma música que volta o tempo todo", ele disse. "É o novo cara com uma nova ameaça trazendo novos desafios e é a mesma coisa - é como um problema de matemática. Eu venho fazendo matemática há tempos, mas tenho um novo problema para resolver e vou resolver do melhor jeito que puder."

Talvez possamos começar a chamá-lo de professor St-Pierre daqui por diante, porque ninguém foi melhor em resolver problemas com o tempo do que o nativo de Montreal. De Serra e Matt Hughes a Carlos Condit e Nate Diaz e qualquer outro grande nome nos 77kg, ele com 32 anos de idade está chegando perto de limpar a categoria, mas se mantém não só focado, e motivado a continuar em seu caminho.

"Lutar neste palco no maior nível pelo título na organização mais prestigiada do mundo, o UFC, contra Johny Hendricks, o cara mais perigoso que já enfrentei, um cara que tem um poder de nocaute, acho bem interessante para mim", ele disse. "Eu não preciso de mais nada para ficar empolgado, é a coisa mais empolgante na minha vida."

Isto não é algo que você geralmente ouve de alguém que está no topo por tanto tempo quanto St-Pierre está, porque ser dominante vem com um preço. Mas com o campeão mal perdendo alguns rounds desde que recuperou o título de Matt Serra, ele não demonstra sinais de desaceleração. Então como manter a empolgação?

"A recompensa da luta e o que você ganha com ela", ele disse. "A luta em si pode colocá-lo em dor, mas acho que é o alívio da dor depois que você vence que te deixa feliz. O sentimento é indescritível."

É um sentimento viciante?

"É meio viciante", ele admite. "É por isto que você faz, e é incrível. Você gosta de vencer mais do que odeia perder, então é um grande risco, mas quanto maior o risco, maior a recompensa."

Hendricks é um grande risco, talvez o maior que GSP já enfrentou como campeão. É por isto que fãs ao redor do mundo fizeram deste UFC um dos mais comentados eventos do ano, mas para o campeão, ele tem que fazer desta noite, somente mais uma. Está é a vida no topo, a vida do homem que todos da divisão querem vencer. Esta parte é difícil para GSP, talvez a única.

"Quando você é o campeão, você é o alvo e todos querem o que você tem, então comecei a me acostumar", ele disse. "É desconfortável. Não gosto quando as pessoas me tratam mal e dizem coisas ruins sobre mim, mas é parte do jogo."

Um jogo que St-Pierre parece ter dominado, um problema matemático de cada vez.

 

Watch Past Fights

Midia

Recente
Brasileiro foi derrotado por Reginaldo Vieira na decisão do TUF 4, em agosto de 2015, e agora vai em busca de seu primeiro triunfo no octógono diante do norte-americano Anthony Birchak no dia 7 de julho, no UFC Vegas.
24/06/2016
O brasileiro Pedro Munhoz sobe ao octógono do UFC Vegas para encarar o norte-americano Russel Doane no dia 7 de julho, em evento que será estrelado pela defesa de cinturão do campeão Rafael dos Anjos.
24/06/2016
Dana, Matt e Nick viajam para Houston, no Texas, para vivenciar uma experiência única. Os rapazes atacam de ‘Cowboys’ e depois se aventuram a montar em touros. Eles também se encontram com o ex-campeão mundial de box George Forem...
23/06/2016
Na última vez em que subiu ao octógono, Eddie Alvarez venceu o ex-campeão Anthony Pettis por decisão dividida no UFC Boston. O norte-americano agora encara o campeão dos leves Rafael dos Anjos na luta principal do UFC Vegas, em 7 de julho.
13/06/2016