Gilbert Melendez: O orgulho de um guerreiro

"Quero que as pessoas vejam que sou um guerreiro, não um vencedor, mas um guerreiro. Isto é o mais importante para mim." - Gilbert Melendez
Peso leve do UFC, Gilbert Melendez
Enquanto Gilbert Melendez poderia facilmente apontar para seus brilhantes cinturões que decoram seu cartel como razão o suficiente para os fãs se levantarem e torcerem por ele, porém Gil é um lutador orgulhoso primeiro e um vencedor realizado em segundo.    
    
No dia 20 de Abril, com o mundo assistindo e o título dos pesos leves do UFC em jogo, ele entrará no Octógono para uma luta.    
    
"Eu acho às vezes é mais importante mostrar que você é um guerreiro do que vencer", disse Melendez. "Eu sou definitivamente um americano orgulhoso, mas sou mexicano/americano e tenho o sangue mexicano. Você coloca sua vida em jogo aqui, você coloca seu coração na ponta das luvas aqui, e você realmente luta. Uma luta é uma luta. Não é uma partida de pontos. Quero que as pessoas vejam que sou um guerreiro, não um vencedor, mas um guerreiro. Isto é o mais importante para mim. Espero que as pessoas vejam isto nesta luta."    
    
Faz mais ou menos um ano que Melendez adicionou sua última vitória a seu cartel, quando terminou sua trilogia com Josh Thomson em maio. Em seu primeiro encontro, em 2008, Thomson venceu por decisão unânime contra Melendez e a perda do título deflagrou uma mudança em "El Niño". Depois desta derrota, Melendez abriu sua própria academia, El Nino MMA em São Francisco, que começou como um loft e se expandiu para um enorme espaço com 275 alunos, treinadores de chão como Jake Shields e treinadores de striking como Jongsanan "The Wooden Man", e um lugar para ele treinar em tempo integral. Com uma sequência de vitórias de sete lutas com três nocautes, Melendez está saudável e pronto para pegar a elite do UFC.    
    
"Eu me reinventei", explica Melendez. "Teve uma época que eu estava com 13-0 ou 15-0 com minhas lutas amadoras, e estava rankeado como o top no mundo e meio que conquistei meus objetivos, e o UFC compra o PRIDE e as coisas vão mal de novo. Você fica em uma prateleira por um tempo e aí você está no Strikeforce sem motivação aí alguém como Thomson vence você e você se reinventa. Você percebe que esta será sua carreira. Realmente levei o esporte a sério desde aquilo. Tenho orgulho da minha sequência de sete vitórias. Não posso sempre garantir uma vitória, mas posso sempre garantir que vou aparecer para a luta muito bem. Quando vou para a luta bem preparado, sou um animal. Quando vou para uma luta meio preparado, ainda sou um animal. Eu tenho orgulho em me apresentar."    
    
O próximo passo para Melendez é a colisão pelo título do UFC contra Ben Henderson no UFC que leva o nome dos dois em San José. "Quero dizer, caramba, ele é o campeão do UFC - ele é incrível", admite Melendez sobre seu oponente com 18-2, que recentemente fez uma luta quase perfeita contra o colega de equipe de Melendez, Nate Diaz, em dezembro. "Ele é um atleta incrível, grande, forte, com grandes táticas, boas transições, ele tem um ótimo grappling e finalizações, e ele é mentalmente forte. Obviamente 'cuidado com os chutes dele Gil', todo mundo me diz isso. Ele é o campeão do UFC."    
    
Alguém pode facilmente vender esta luta pela parte emocional entre Melendez e Henderson por causa da luta com Diaz, mas isto é simplificar demais a importância dela. "Eu queria lutar com ele naquela noite, com certeza, mas estou fazendo isso por mim mesmo e seria muito melhor vingar meu amigo nesse processo e trazer o título de volta para o meu time", revela Melendez.    


Watch Past Fights

Domingo, Novembro 9
01:30h
BRT
Uberlandia, Brazil

Midia

Recente
Brasileiro venceu o holandês Hans Stringer, depois de levar um sufoco no primeiro round do UFC179.'Eu precisava dessa vitória. Todo mundo sempre lembra da última luta', disse o brasileiro, referindo-se a derrota para Stipe Miocic no UFC São Paulo.
26/10/2014
Anderson Silva apareceu de surpresa no UFC 179 e levou os fãs ao delírio. Spider teve o refrão 'o campeão voltou' aclamado por longos minutos. Confira o vídeo!
25/10/2014
Brasileiro diz que percebeu momento em que Scott Jorgensen se machucou e foi para cima do adversário para finalizar. Confira a entrevista.
25/10/2014
Gilbert Durinho diz que tentou ter o controle da luta na vitória sobre Christos Giagos e, faltando 20 segundos, foi para dar o bote. 'Quando eu vou, é para dar um tiro só', disse o lutador.
25/10/2014