Glover Teixeira: Da terra de ninguém para a luta principal

"Estou pensando no fim da noite, serei o vencedor, e sim, seria incrível se eu pudesse lutar pelo título depois disto.” - Glover Teixeira
UFC light heavyweight Glover TeixeiraAtuar na luta principal do UFC no Brasil é o que Glover Teixeira fará hoje contra Ryan Bader.

“Lutar no Brasil é sempre bom”, ele disse. “Você está na minha casa, e já que estou lutando em meu estado, minha família e meus amigos que conheço há muito tempo estarão lá, então estou muito empolgado. Tenho trabalhado para chegar ao UFC há muito tempo e estar na luta principal é bom em qualquer lugar, mas é muito especial lutar no meu estado, é muito melhor.”

Lutador preferido dos fãs antes de ingressar no UFC, Glover lutou contra grandes nomes como Ricco Rodriguez, Marvin Eastman, Sokoudjou, e Márcio Cruz, o mineiro não perdeu tempo se apresentando para os fãs do UFC, vencendo quatro vezes em seus primeiros 12 meses para estender sua sequência de vitórias de mais de sete anos para 19. Dizer que foi um turbilhão seria subestimar as coisas, porque enquanto se aproxima da luta de hoje à noite, uma vitória pode coloca-lo na fila para enfrentar o vencedor entre Jon Jones e Alexander Gustafsson, uma luta que Glover acredita que estenderá o reinado de Jones.

“Acredito que Jones provavelmente leve”, disse Glover. “O cara é bom e acho que seria bom lutar com ele. Ele tem sido o campeão por muito tempo.”

Confiança e Consistência

Jones também tem uma vitória sobre Bader por finalização no segundo round em 2011, medindo as coisas e se Glover derrotar o ex-vencedor do TUF de forma impressionantemente ou rapidamente. Dois anos é muito tempo, e Teixeira está esperando uma grande luta do nativo do Arizona.

“Ele é um cara duro e um oponente muito forte,” disse Teixeira. “Ele é muito forte, um bom wrestler, e tem poder nas mãos, então é um lutador perigoso. Mas estou confiante que o vencerei em qualquer lugar e vou preparado para cinco rounds. Acho que será uma boa luta.

A confiança de Glover não vem só de sua sequência de vitórias, faixa preta de jiu jitsu e com mãos pesadas, ele também é bicampeão nacional de wrestling, algo que ele prefere não comentar indo para a luta.

“Como wrestler estou confiante, mas também estou confiante em minhas habilidades no MMA, e acho que posso lutar com qualquer wrestler,” ele disse. “Mas não vou nem me comparar a Ryan Bader no wrestling com o nome e bagagem que ele tem. Mas não estaremos em uma luta de wrestling.”

Consistência pode ser o maior atributo de Teixeira, e é isso que o faz difícil de ser batido. De fato, a única coisa que pode desacelerá-lo  na corrida ao cinturão é estar distraído com o que estiver na sua frente caso ele vencer Bader. Mas ele está tentando fazer com que isto não seja um problema.

“É uma luta dura que está por vir, mas ganhar o título é um sonho, então você sempre olha para frente,” ele disse. “É meu sonho me tornar campeão, é meu sonho estar lutando por um cinturão, então de um modo, eu olho para frente, mas estou focado e não estou olhando além desta luta. Estou pensando no fim da noite, serei o vencedor, e sim, seria incrível se eu pudesse lutar pelo título depois disto.”

Watch Past Fights

Midia

Recente
Lembra dessa? O brasileiro conseguiu um nocautaço logo no primeiro round. Quer ver Shogun em ação outra vez? Não fique de fora do UFC Fight Night Uberlândia, em 8 de novembro. - UFC Uberlândia - Compre seu ingresso: on.ufc.com/ingressouberlandia
30/10/2014
Brasileiro faz a luta principal do UFC em Uberlândia, em 8 de novembro. Ele acredita que uma vitória o recolocará no caminho para disputar o cinturão. *Ingressos para o UFC Uberlânida - on.ufc.com/ingressouberlandia
29/10/2014
Atleta nigeriano-inglês diz que vencerá o brasileiro na luta principal do UFC em Uberlândia, em 8 de novembro. *Ingressos para o UFC Uberlânida - on.ufc.com/ingressouberlandia
29/10/2014
Lutador brasileiro afirma que o coração está 'pedindo para lutar' e que TJ tirou o sono dele. Por isso, Barão afirma que agora ele será o maior pesadelo do americano. Renan Barão encara Mitch Gagnon no UFC Barueri, dia 20 de dezembro.
28/10/2014