Garanta sua pipoca: Wand vs. Leben

A "Luta mais franca" de 2011 deve acontecer neste sábado quando Wanderlei Silva encara Chris Leben no UFC 132
Existem dois tipos de fãs de luta. Um ama o aspecto tático do MMA, dois lutadores atuando de forma cirúrgica com uma combinação de socos, chutes, mudanças de posição, preparando finalizações. Esses fãs vivem para caras como Georges St-Pierre, BJ Penn, Frank Mir, Demian Maia, Cain Velasquez, Rich Franklin, Urijah Faber e outros. Eles têm a primeira vitória de BJ Penn sobre Matt Hughes e a finalização de Frank Mir sobre Tim Sylvia como alguns dos seus momentos favoritos.  
    
O outro tipo de fã é mais iniciante, que pode não entender muito sobre o esporte, apenas sabe quando um lutador leva um golpe. Esses vivem pelo aspecto gladiador da MMA. Curtem ver Cheick Kongo sobreviver a um quase nocaute e em seguida derrotar Pat Barry com um upper perfeito e classificam a luta como uma das melhores que já assistiram, talvez apenas atrás de Forrest Griffin contra Stephan Bonnar.
      
Sim, estou generalizando, mas a chance é de que praticamente todo mundo que esteja lendo esse artigo se encaixa mais ou menos em alguma dessas duas categorias de fãs. E você curte mais o lado gladiador da coisa, então uma das lutas do UFC 132 é imperdível para você. Talvez seja o embate mais esperado de 2011.
     
Explicando de forma simples, Wanderlei Silva contra Chris Leben é como jogar um caminhão cheio de gasolina de uma montanha repleta de dinamites. É difícil imaginar qualquer resultado que não uma grande explosão.
      
O brasileiro luta de forma extremamente agressiva e não sabe como agir de outra forma. Quer dizer, como um ex-campeão do Pride, ele sabe lutar com precisão técnica como qualquer outro cara da categoria. Seu Muay Thai e Jiu-jitsu lhe possibilitam um grande arsenal. Mas para a alegria dos fãs de batalhas, nenhuma das precisões técnicas importa quando a ação começa. Wanderlei não tem medo de ser atacado e nada o agrada mais do que plantar seus pés e ir para as grades com o seu oponente, ainda que esse não seja o plano de jogo mais efetivo.    
   
Por que? Simples. Ele personifica o adjetivo 'besta selvagem'. E nada o deixa mais feliz do que ver outro cara derrotado aos seus pés.  
    
E o que torna a luta de sábado incrível para os gladiadores é que Leben vem da mesma escola de Wand. "The Crippler" ama embates desse tipo e isso fica claro quando lembramos que cinco das suas últimas nove lutas ganharam ou "Luta da Noite" ou "Nocaute da Noite".
     
E nessas lutas Leben estava ou no caminho da derrota ou completamente machucado, mas ainda assim ele encontrou uma forma de vencer. Para ele não existe a palavra 'desistir'. Isso tudo combinado com um maxilar impenetrável, uma arma em suas mãos e a vontade de andar em brasas, caso isso seja necessário para vencer.  
    
E o cara ainda é um lutador completo de MMA, assim como Wanderlei. Ele pode não ter uma faixa preta, mas ele pode partir para uma finalização no segundo em que alguém desrespeitar o seu jogo de chão. Só perguntar a Yoshihiro Akiyama, Edwin Dewees e outros que já provaram suas finalizações por aí.  
   
Mas não espere que Leben tentando aplicar uma queda em Wanderlei no sábado. Tenho certeza que ele não tem medo da faixa preta do brasileiro, mas também garanto que ele quer testar seu jogo em pé contra um cara que ele cresceu idolatrando no esporte.    
 
Nós poderíamos ficar horas pensando nas características dessa luta, o jogo de cada um, suas tendências, fraquezas, o que precisam para conquistar a vitória. Mas esse é o tipo de luta em que ninguém precisa falar sobre isso, só precisamos pegar uma cadeira e assistir.  
    
De qualquer forma, vamos com a minha versão do que vai acontecer...  
   
Wanderlei tomará o centro do octógono assim que o árbitro sinalizar o começo da luta. Ele ficará atento para qualquer oportunidade de disparar ganchos. Leben estará lá para recebê-lo. Nenhum dos dois passa muito tempo circulando antes do jab, nem andando para trás. Um soco pode levar um dos dois nessa direção, mas isso não acontecerá de forma voluntária.  
    
Eles irão se manter de pé, trabalhando golpes e o jogo de pernas até que um dos dois caia ou o round acabe. E isso continuará.
     
E se isso não descreve uma grande luta, então não sei mais o que escrever.      
Na verdade, sei sim. Vou terminar com a repetição dos três parágrafos da minha análise da luta entre Forrest Griffin e Rich Franklin (com algumas modificações para caber Wanderlei e Leben), pois eles se aplicam aqui.      
     
É claro que um dos caras tem mais vantagens sobre o outro. Leben é, provavelmente, o mais técnico dos dois. Wanderlei é o maior, mais forte. O brasileiro tem um jogo de finalização mais polido, enquanto Leben tem a mandíbula mais forte. Ambos podem nocautear qualquer peso médio do mundo com um simples golpe.

Mas mais uma vez, essa luta não é para comparar suas forças e fraquezas. Não para mim, pelo menos. Essa luta é para pegar sua bebida favorita, sentar na ponta da cadeira, ou do seu sofá, ou do seu banco favorito do bar, e assistir dois caras deixarem seus corações e almas dentro do octógono, isso tudo para entreter os fãs ao redor do mundo.    
   
Parafraseando Donnie Brasco, "isso é, meu amigo, uma coisa linda". E isso, meu amigo, é o motivo pelo qual estarei assistindo essa luta no sábado à noite. E você deveria ver também. 


-FATOS RÁPIDOS-

Wanderlei Silva    
o    34 anos (faz 35 quatro dias depois da luta)    
o    1,81, 84kg  
o    33-10-1, 1 NC no geral (25-9-1, 1 NC no UFC/Pride)    
o    1-0 até 84    
o    2-3 nas ultimas cinco lutas    
o    4-6 nas últimas 10 lutas   
o    Duas das suas três vitórias no UFC e 15 das suas 22 no vitórias no Pride foram por TKO/KO    
o    O atual tempo afastado das competições, 496 dias,  é o mais longo da sua carreira profissional     
o    Ex-campeão médio do (93 kg)    
o    Ex-campeão do Grand Prix médio do Pride (93 kg)  
o    Duas 'Lutas da Noite'    
o    Um 'KO da Noite'    
    
Chris Leben    
o    30 anos    
o    1,81, 84kg  
o    21-7 no geral (11-6 no UFC)    
o    Seis de suas 11 vitórias no UFC foram por  KO/TKO    
o    Toda carreira lutando até 84kg    
o    Peru na última aparição para Brian Stann    
o    3-2 nas últimas cinco lutas    
o    5-5 nas últimas 10 lutas    
o    O atual tempo afastado das competições é de 182 dias   
o    O mais longo tempo afastado das competições em sua carreira profissional é de 315 dias    
o    Três 'KOs da Noite'    
o    Duas 'Lutas da Noite'  


Midia

Recente
Pesagem do UFC Fight Night no dia 19 de setembro, 2014 em Saitama, Japão. (Fotos de Mitch Viquez/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
19/09/2014
Em entrevista ao UFC, lutadora americana afirma querer ser a primeira pessoa a derrotar a japonesa Rin Nakai e colocar a marca 'Miesha Tate' na rival. Veja o vídeo.
19/09/2014
Assista à pesagem oficial do UFC Fight Night: Hunt vs. Nelson ao vivo na sexta, dia 19 de setembro, às 4 da madrugada.
15/09/2014
Em entrevista exclusiva para o UFC, a campeã afirma que adoraria enfrentar Bethe Correia no Brasil e diz não ter medo das vaias. 'Já fui vaiada em mais de 30 diferentes línguas. Não sei como se organizam para isso'. Confira a entrevista
18/10/2014