Godofredo Pepey - O último achado do UFC em Fortaleza

"Somente alguns dias treinando com esses caras e você começa a entender o "feeling" do esporte, que não é somente sobre dinheiro." - Godofredo Pepey
UFC featherweight Godofredo Pepey Rio de Janeiro e Curitiba são com frequência as duas primeiras localidades que vem em mente quando o assunto sobre produzir lutadores de MMA de nível mundial é mencionado, mas com os anos, Fortaleza tem sido o berço de muitos lutadores do UFC, incluindo Thiago Alves, Wilson Gouveia, Jorge Gurgel, Hermes Franca, Marcus Aurélio e Diego Brandão, marcando Fortaleza como viveiro do MMA. O último nativo da cidade a caminhar até o Octógono, o peso pena Godofredo Pepey não quer contrariar esta distinção. 

"Nós somos corajosos, com vontades fortes", disse Pepey, quando perguntado sobre o que há em Fortaleza que já produziu tantos talentos. "Damos valor a tudo que temos em nossa vida, e crescemos sabendo que nada vem de graça. Você tem que lutar pelos seus sonhos, e este ambiente o deixa preparado para todas as batalhas da vida." 

Pepey ganhou oito de suas lutas profissionais (finalizando cada um de seus oponentes) antes da chance na primeira temporada do The Ultimate Fighter no Brasil em 2012. Lá, eram negócios, como de costume, enquanto derrotava Johnny Gonçalves, Wagner Campos, e Marcos Vinicius para carimbar seu ingresso para a final dos penas contra Rony Jason. Mas ali, a sequência de sucesso sumiu, quando Rony Jason venceu os 3 rounds por decisão no UFC 147 em junho passado junto com um contrato com o UFC.  Agora 9-1, o competidor de 25 anos de idade disse que já superou sua última derrota "Bem rápido, bem rápido", e o que ajudou neste processo foi a decisão de deixar sua academia nas mãos do seu irmão em Fortaleza por três meses e se mudar para 3000 km longe de casa para um novo time e treinamento em Curitiba. Ele acredita ser uma decisão que já deu resultados.

 "Um planejamento, e uma equipe me apoiando, pensando sobre planos alternativos durante a luta é algo que tenho agora", ele disse. "É incrível a diferença daquela época para agora. Eu tenho um treinador geral, um treinador de jiu jitsu, um ótimo time de sparring, um empresário, e muitos profissionais trabalhando comigo e me ajudando a ser um lutador melhor."

Incluído, está um treinador que ele conheceu no TUF Brasil, o renomado André Dida, e nos últimos três meses, Pepey não só tem trabalhado com seu novo esquadrão de parceiros de treinos, incluindo outro competidor do UFC São Paulo, Francisco Trinaldo, além de duas lendas do esporte, Wanderlei Silva e Maurício "Shogun" Rua.

"Foi demais", disse Pepey. "Massaranduba (Trinaldo) e eu somos caras de sorte, tivemos o privilégio de treinar com duas lendas, Wanderlei Silva e Maurício Shogun. Nosso CT foi fantástico. Somente alguns dias treinando com esses caras e você começa a entender o "feeling" do esporte, que não é somente sobre dinheiro. Existem exemplos de vidas dedicadas ao esporte, e esta é uma experiência que vou levar comigo para sempre e espero ter mais oportunidades para compartilhar mais com eles." 

Neste sábado em São Paulo, ele tem uma segunda chance da primeira vitória no UFC quando pega o especialista em grappling Milton Vieira. Vieira estreou no mesmo card do UFC 147 que Pepey, e depois de um empate com Felipe Sertanejo, ele quer ir para o Octógono para sua primeira vitória também. Além da experiência de seu oponente, Pepey está faminto para ter sua mão levantada.

"Ele é um lutador experiente com lutas no PRIDE e no Strikeforce, e com sua faixa preta de jiu jitsu ele tem meu respeito, mas agora é o meu momento", ele disse. "Eu preciso dessa vitória para provar que posso estar no UFC e estou contando os dias para o UFC em São Paulo. Eu vim para o UFC para ficar. É o melhor evento de MMA do mundo, e não cheguei á final do TUF por acaso. Eu tenho certeza disso e agora é a hora de provar."

Watch Past Fights

Midia

Recente
Edson Barboza superou as provocações de Bobby Green durante a luta co-principal do UFN Austin, impôs sua estratégia e despachou o embalado oponente por decisão unânime. Após a vitória, Edson disse esperar por top 5 na próxima luta.
22/11/2014
UFC Fight Night no The Frank Erwin Center em 22 de novembro, 2014 em Austin, Texas.
20/11/2014
Mostrando enorme respeito por Cub Swanson, seu adversário no UFC Austin deste sábado (22/11), Frankie Edgar comenta que ama seu trabalho, e o que seria se não fosse um lutador, fala de sua luta favorita e muito mais.
21/11/2014
Protagonista do UFC Austin deste sábado (20/11), Cub Swanson fala de seu oponente, Frank Edgar, analisa a categoria peso pena e deixa claro o que acha do irlandês Conor McGregor. Assine o canal Combate: http://on.ufc.com/assinecombate
21/11/2014