Jacare Souza: A grande ameaça do peso médio

"Sinto que ainda estou evoluindo no meu jogo, ficando mais forte, mais rápido, e definitivamente adicionando mais armas a minha armadura. Espero ter a chance de mostrar isto nesta próxima luta." - Ronaldo Jacaré
UFC middleweight Ronaldo "Jacare" SouzaÉ difícil imaginar Ronaldo Jacaré tendo uma introdução melhor aos fãs, e o fato de ele poder fazer isto no seu país depois de lutar nos EUA e no Japão nos últimos 5 anos fez tudo ficar melhor, mesmo tendo um frio na barriga na noite da luta.

"Eu estava um pouco nervoso no começo e tinha imagens passadas na minha cabeça, mas a euforia da multidão (em Jaraguá do Sul) era tão intensa que me energizou mais ainda", ele disse.  "Eu estava andando até a jaula, vi as luzes, ouvi a multidão, e quando ouvi Bruce Buffer dizer meu nome, tive certeza de que realmente estava acontecendo, eu estava lutando no UFC. Foi o máximo, especialmente o apoio dos fãs durante a luta."

Para alguns, Jacaré pode ter sido o "novato" no dia 18 de maio, mas o carioca não é nenhum novato. Ex-campeão do Strikeforce, com 33 anos, ele tem sido bom por muito tempo, mas parece que ele trocou sues “approaches” depois de perder para Luke Rockhold em setembro de 2011.

"Primeiro aprendi que não posso depender da decisão dos jurados”, ele disse. "As vezes eles estão assistindo outra coisa além da luta. Mas o que mais aprendi daquela luta com Luke foi para não desperdiçar minha energia quando não for necessário e ser mais estratégico."

Desde a luta com Rockhold, Jacaré está com 4-0, onde acabou com 4 lutas, 3 por finalização. Ele parecia tão bem que não foi surpresa quando foi casado para lutar com o japonês Yushin Okami no card desta quarta-feira no UFC Fight Night Combate em Belo Horizonte.

"Ele é um atleta completo, mas direi que ele é especialmente bom em controlar a luta, seu jab de direita é perigoso e ele clincha muito bem", disse Jacaré sobre Okami. "Sou um grande fã de MMA, então estou sempre assistindo todo mundo e ele é um dos tops. Ele já lutou pelo cinturão, então tudo indica que ele é o melhor no ranking que já lutei. Estou muito empolgado para esta luta e será uma guerra."

Com a reputação de Okami (junto com 3 vitórias seguidas), você tem que pensar que se ele vencer a guerra, ele estará na curta lista de candidatos ao título. E mesmo sendo muito interessante estar nesta lista, isto não é nada em comparação ao interesse sendo gerado pelos dois homens que disputam o cinturão dos 84 kgs em dezembro, o campeão Chris Weidman e o desafiante Anderson Silva. A revanche terá toda a divisão (e o mundo do MMA) assistindo depois que Weidman chocou o futuro membro do Hall da Fama com um nocaute no segundo round em Julho.

"Weidman colocou seu wrestling e seu jiu jitsu para trabalhar e veio muito focado no segundo round", disse Jacaré sobre a luta. "A divisão dos médios está meio que aberta agora, e há várias novas lutas a serem feitas e novas oportunidades, então abalou bem a divisão."

E se Weidman continuar o campeão, este é o melhor cenário para os desafiantes abaixo dele terem a chance ao título, dada a probabilidade de uma melhor de três ou lutas com nomes  conhecidos. Então quando perguntado se preferia enfrentar Anderson ou Weidman pelo título, não há hesitação na resposta de Jacaré.

"Definitivamente Weidman", ele disse. "Anderson e eu treinamos na mesma academia, e já treinamos juntos antes, então com Weidman é uma escolha óbvia. Lutaria com Weidman a qualquer hora, só preciso da ligação do UFC, e está feito.

Pois é, Jacaré não é o típico lutador entrando em sua segunda luta no UFC. Ele é uma ameaça legítima para qualquer um no peso médio e a parte assustadora é que ele diz que não vimos nada ainda.

"Sinto que ainda estou evoluindo no meu jogo, ficando mais forte, mais rápido, e definitivamente adicionando mais armas a minha armadura. Espero ter a chance de mostrar isto nesta próxima luta."

Watch Past Fights

Midia

Recente
UFC Fight Night event at The Frank Erwin Center on November 22, 2014 in Austin, Texas.
20/11/2014
Mostrando enorme respeito por Cub Swanson, seu adversário no UFC Austin deste sábado (22/11), Frankie Edgar comenta que ama seu trabalho, e o que seria se não fosse um lutador, fala de sua luta favorita e muito mais.
21/11/2014
Protagonista do UFC Austin deste sábado (20/11), Cub Swanson fala de seu oponente, Frank Edgar, analisa a categoria peso pena e deixa claro o que acha do irlandês Conor McGregor. Assine o canal Combate: http://on.ufc.com/assinecombate
21/11/2014