Aldo: A luta dos sonhos lhe aguarda

"Não sou apenas um campeão dos primeiros rounds, sou o campeão porque luto e passo pelos desafios que estão presentes." - Jose Aldo
UFC featherweight champion Jose Aldo
A última vez que o rei da divisão peso pena, José Aldo, foi destaque em nossa seção de notícias antes de sua luta em janeiro de 2012 contra o desafiante nº #1 Chad Mendes no UFC Rio 2, ele nos alertou em duas questões, sendo que ambas viraram verdade.

"Ele [Mendes] vai perder seu recorde invicto em 14 de janeiro, vejo isso acontecendo", disse Aldo. "E se o KO acontecer, vou ter uma surpresa para os fãs, de fato."  
     
Aldo riu, mas essa surpresa realmente foi uma surpresa, o produto da Nova União correu pela gaiola após nocautear Mendes no primeiro assalto, passou pelo portão aberto do Octógono e literalmente comemorou sua vitória sobre os ombros dos fãs brasileiros.  (Assista a celebração de sua vitória no UFC Rio 2)  
    
Ele prometeu e cumpriu.  
     
"Sim, cumpri", diz ele sobre a promessa. "Eu já tinha isso na minha mente. As pessoas estavam fazendo muita festa nas arquibancadas, por isso foi ótimo a comemorar com eles, e eles ficaram muito empolgados."  
     
Aldo revelou que tudo o que fez foi muito bem planejado, apenas sua esposa Viviane e tradutor /amigo Derek Lee Kronig sabiam o que ia acontecer. Lee tentou dissuadir Aldo dessa idéia louca, mas o campeão diz que mesmo não comentando exatamente antes da luta o que faria, apenas dizendo que seria uma surpresa, o fato é que...  
    
"Se eu batesse Mendes baixo, eu ia correr (risos) para galera", diz ele. "André Pederneiras (seu treinador) não sabia sobre isso, porque ele podia não me dar permissão. Mas no final de tudo, foi uma festa bonita e histórica com a multidão."  
    
A comoção causada pela sua corrida pós-luta foi pequena se compararmos com o que aconteceu com Aldo ao longo de 2012. A sequência começou com o nascimento de sua primeira filha, Joana, uma lesão que deixou seu adversário Erik Koch fora de ação para o UFC Rio 3, o UFC trouxe Frankie Edgar para a disputa, e depois veio sua própria lesão num acidente de moto que sacou o campeão pelo resto do ano. Ele tentou descrever os altos e baixos dos últimos 12 meses, uma tarefa difícil, porque este é um homem que só quer lutar.  
    
"[Respirando fundo] Por partes, como um lutador, eu não mudei devido ao nascimento da Joana, vou manter-me com fome e focado no meu trabalho, mas é difícil falar de todos esses acontecimentos, porque não gosto de misturar a minha vida pessoal com a vida profissional. Joana nasceu e mudou minha vida. Essa é mais uma responsabilidade, e realizamos o sonho de todos os casais, e graças a Deus nossa hora chegou e acrescentou muita felicidade na nossa casa.     

"Mas se eu parar por um momento para pensar sobre o que me aconteceu (em 2012), além do nascimento da Joana, ficarei louco. Koch, Hatsu Hioki e talvez "The Korean Zombie" Chan Sung Jung poderiam ter sido meus desafios e nenhum deles estará na minha frente. Será o Frankie Edgar será."  
    
A super luta contra Edgar é a luta principal do UFC 156, agendado para sábado à noite em Las Vegas. Todo mundo queria ver essa luta, tanto faz se fosse peso pena ou no leve. Falaram muito sobre de Aldo até 70 quilos, mas tão logo Edgar perdeu sua revanche contra Benson Henderson e Koch foi forçado a sair da luta com Aldo, o brasileiro dará as boas vindas o ex-campeão peso leve em sua sétima luta consecutiva pelo título.  
    
"A divisão estava lotado mais uma vez, mas eu sabia que se ele perdesse a revanche contra Bendo, ele viria para os 66 kgs", disse Aldo. "Os fãs dizem que esperavam essa luta, e eu também. Este é uma luta dos sonhos para mim, porque ele teve uma excelente história durante seus momentos nos leves e agora vamos ver o que vai acontecer."  
    
Desde o início da carreira de "The Answer" UFC na divisão até 70kgs, as pessoas diziam que ele era muito pequeno para enfrentar a oposição. Ele respondeu vencendo BJ Penn duas vezes e Gray Maynard uma. Depois de duas derrotas em lutas muito parelhas com Henderson, Edgar está na categoria de peso que todo mundo queria vê-lo competir - a pena. Aldo sabe que o nativo de New Jersey é muito casca-grossa, mas acredita que todas as vantagens estão em suas mãos de acordo com os planos que ele possui para o ex-campeão de peso leve.  
    
"Ele não cortar muito peso para os pesos leves, mas agora ele precisa cortar", analisa Aldo. "A velocidade aqui [até 66 kg] é um fator-chave também. Ele era rápido nos leves, mas tentar repetir alguns movimentos pode abrir brechas para contra-ataques e coisas assim."  
Quanto à hipótese de que, Edgar lutou 29 rounds em suas últimas seis lutas e Aldo 20, quanto mais a luta se estender, mais o desafiante terá vantagens, Aldo discorda.  
    
"Podem falar o que quiser, mas quando a portão fecha, há muitas opções para um lutador", disse ele. "Antes da minha luta contra Urijah Faber no WEC, as pessoas diziam que, se ele levasse para o limite do quinto round, eu iria sucumbir. Mas fui até lá, e fiz isso duas vezes no UFC, provando que não sou apenas um campeão dos primeiros rounds, sou o campeão porque luto e passo pelos desafios que estão presentes ".  
    
Portanto, temos de perguntar, será que Aldo vai ter uma nova celebração surpreendente se bater Edgar?  
    
"Se Deus permitir, vou trazer a vitória e vou dedicá-la a minha filha. O que será? Uma surpresa mais uma vez, mas prometo nada para deixar meu empresário e meu treinador loucos."             

 

Watch Past Fights

Domingo, Novembro 9
01:30h
BRT
Uberlandia, Brazil

Midia

Recente
Brasileiro faz a luta principal do UFC em Uberlândia, em 8 de novembro. Ele acredita que uma vitória o recolocará no caminho para disputar o cinturão. *Ingressos para o UFC Uberlânida - on.ufc.com/ingressouberlandia
29/10/2014
Atleta nigeriano-inglês diz que vencerá o brasileiro na luta principal do UFC em Uberlândia, em 8 de novembro. *Ingressos para o UFC Uberlânida - on.ufc.com/ingressouberlandia
29/10/2014
Lutador brasileiro afirma que o coração está 'pedindo para lutar' e que TJ tirou o sono dele. Por isso, Barão afirma que agora ele será o maior pesadelo do americano. Renan Barão encara Mitch Gagnon no UFC Barueri, dia 20 de dezembro.
28/10/2014
Octagon Girls do mostram os bastidores do UFC 179 Aldo x Mendes 2
27/10/2114