Junior Cigano: Tomando o caminho de volta

"Acho que meu estilo é um pouco mais ágil, fluído. Eu me movimento bastante, e espero a posição certa antes de descarregar meus socos." - Junior Cigano
UFC heavyweight Junior dos Santos
O ídolo brasileiro de mãos pesadas usou o cinturão dos pesos pesados orgulhosamente durante seu reinado no topo da divisão. Mas após perder o cinturão em uma luta desequilibrada para o homem de quem ele tirou o título, Cain Velasquez, no UFC 155, "Cigano" está em uma missão para retomar o que era seu. Poucos têm o que é necessário para se tornar campeão do UFC e Cigano com 29 anos de idade está determinado a provar que seu tempo como melhor peso pesado do mundo não foi somente um vislumbre, mas uma posição que pode resistir à prova do tempo.  
  
"Já me deu mais motivação", Cigano disse da derrota contra Velasquez. "Eu realmente quero meu cinturão de volta e estou fazendo tudo que posso para fazer isso acontecer. Ter o cinturão significa tudo para mim. Minha vida agora gira em torno de ser campeão de novo."    
  
O primeiro passo em sua jornada de volta a disputa pelo título chegará neste sábado à noite quando ele pegar o ex-campeão do K-1 e também nocauteador Mark Hunt no UFC 160. A luta com o "Super Samoan" aconteceu depois que seu oponente original, Alistair Overeem, teve que se retirar da luta devido a uma lesão. Com o ex-campeão do Strikeforce fora de cogitação, o palco foi feito para o improvável candidato Hunt ter seu dia.  
    
A situação teve ajuda de uma campanha no Twitter para que o neo zelandês de 38 anos conseguisse a luta. Vários fãs usaram a rede social para pedir ao presidente do UFC Dana White que fizesse a luta acontecer, e depois de um dia balançando o universo do Twitter, o confronto entre os dois pesos pesado mais importantes se tornou realidade.  
    
Para melhorar as apostas, White também disse que se Cigano vencer terá sua vaga garantida ao cinturão. Agora, o ex-campeão tem a rota limpa de volta ao cinturão que tanto almeja retomar. A única coisa entre Cigano e seu objetivo é o mão de pedra que também tem aspirações pelo título.  
    
"Não há pressão", Cigano respondeu quando perguntado sobre a chance ao cinturão. "É exatamente isto que eu quero, quero meu cinturão de volta.  
    
"(Hunt) é um cara perigoso e tenho que dar a esta luta toda a minha atenção para ter certeza que vencerei. Fico grato por Mark Hunt ter aceitado esta luta porque queria me manter no card do UFC 160. Estou ansioso para voltar à jaula, voltar a lutar. Não era eu na última luta. Quero voltar até aquele Octógono e voltar a vencer."  
    
A luta de estilos garantirá artilharia pesada quando a porta do Octógono fechar no fim de semana do Memorial Day. Não há nada em Hunt que o brasileiro esteja achando fácil. Onde os últimos oponentes podem ter subestimado Hunt no passado, esse é um erro que Cigano não cometerá. Ele está preparado para tudo que o competidor trouxer.  
  
"Eu acho que suas vitórias tem sido resultado de sua habilidade", disse Cigano. "Ele realmente tem muita força e sabe como usá-la. Não vejo o seu sucesso como resultado dele ser subestimado, mas como o resultado de muito talento que possui e que sabe usar. Acho que meu estilo é um pouco mais ágil, fluído," Cigano adicionou sobre as diferenças de estilo. "Eu me movimento bastante, e espero a posição certa antes de descarregar meus socos."  
  
Ele quer mostrar que é um lutador melhor do que era desde a última vez que os fãs o viram dentro da jaula. E ele está mais determinado do que nunca para ter certeza de que os erros cometidos no passado não se repitam.    
  
"Não sei se é necessário, mas sei que quando acontece, você aprende muito", Cigano disse sobre sua primeira derrota dentro do UFC. "Você aprende mais com a derrota do que com a vitória. Sei que no meu caso, estou voltando mais forte e melhor do que nunca.  
  
"Os fãs irão ver muita determinação, precisão, e minha mão levantada novamente. Colocarei minhas mãos naquele cinturão de novo antes do ano acabar."  
  
  

Watch Past Fights

Midia

Recente
Os astros do Fight Night Macau Tyron Woodley, Dong Hyun Kim, Michael Bisping, e Cung Le se pesaram e fizeram as últimas encaradas antes das lutas de sábado pela manhã.
22/08/2014
Assista à pesagem oficial do UFC Fight Night: Bisping vs. Le, sexta, 22 de agosto, 2014 às 5 da manhã.
08/08/2014
Benson Henderson e Rafael dos Anjos mostram suas armas na quinta feira durante sessão dos treinos abertos de Fight Night Tulsa. Veja também Jordan Mein e Mike Pyle.
21/08/2014
Brasileiro enfrenta o americano ex-campeão dos leves na noite deste sábado, em Tulsa. "Não posso gastar meu gás nos primeiros rounds e cansar nos finais", analisa dos Anjos.
21/08/2014