Kampmann - Motivado para finalizar Ellenberger na sexta

"Estou cansado de ir para a decisão dos jurados porque eles parecem não ver as coisas do meu jeito. Isso é passado. Eu entro para acabar com as lutas. Não estou la para esperar pela decisão dos deles." - Martin Kampmann
UFC welterweight Martin Kampmann
Enquanto os fãs da divisão meio-médio do UFC esperam o campeão Georges St-Pierre se recuperar para enfrentar o dono do cinturão interino Carlos Condit; dois lutadores igualmente impressionantes - Martin "The Hitman" Kampmann e Jake "The Juggernaut" Ellenberger - se preparam para uma guerra de cinco rounds na final do The Ultimate Fighter que deve satisfazer as massas famintas.  
  
Para o striker dinamarquês que se tornou uma ameaça de todos os lados, os dois rounds adicionais são benéficos a ele tanto quanto são para os fãs que estarão assistindo. Em lutas seguidas, ele viu os juízes virarem a contagem a favor de seu oponente (Jake Shields e Diego Sanchez) para o desgosto de Kampmann como também dos espectadores do Octógono. Sendo um atleta que acaba com as lutas (14 de suas 19 vitórias) como ele é, dez minutos a mais para trabalhar sua mágica vão assegurar uma noite sem a intervenção dos jurados.
   
"Quando estava me preparando para minha última luta, só pensava em Thiago Alves", conta Kampmann. "Esta era minha preocupação. Estou cansado de ir para a decisão dos jurados porque eles parecem não ver as coisas do meu jeito. Isso é passado. Eu entro para acabar com as lutas. Não estou la para esperar pela decisão dos deles. Eu quis finalizar Thiago Alvez e finalizei. Eu quero finalizar Jake Ellenberger também."
    
Aos 30 anos de idade, o veterano com 14 lutas no Octógono ganhou discutivelmente o maior prêmio de sua carreira, o de "Finalização da Noite" sobre Thiago Alves no UFC da Austrália em março. Na frente de uma multidão australiana enlouquecida, Kampmann lutou com Alves por quase 3 rounds inteiros de ação. Para a alegria dos fãs, os dois conhecidos strikers estavam confortáveis trocando golpes em pé a maior parte da luta. Mas foi o menosprezado jogo de chão de Kampmann que garantiu a intervenção da luta através de uma guilhotina faltando menos de um minuto para o final do round.
    
"Vou ser sincero, achei que estava um pouco atrás." Divulga Kampmann. "Eu não conseguia achar meu ritmo no segundo round. No primeiro round, me senti bem. Ele conseguiu uma queda, mas o levei pro chão duas vezes e o machuquei com um chute frontal. No segundo round realmente não consegui achar meu timing e ele levou a melhor em algumas trocações. Senti que estava provavelmente perdendo e precisava tentar a finalização. Ele se adiantou no terceiro round onde eu poderia ter tentado a guilhotina, mas não tentei. No final do round, tive a oportunidade de novo e aproveitei porque queria finalizá-lo. Vi que a oportunidade estava ali, então a agarrei."
    
A próxima oportunidade de Kampmann para impressionar os fãs do UFC que vem crescendo cada vez mais, é contra o nocauteador em ascensão, Jake Ellenberger, na final do TUF 15. O nativo de Nebraska impressionou o ranking dos meio-médios com uma derrota por decisão dividida contra o agora, campeão interino Carlos Condit, em Setembro de 2009. Desde lá, Ellenberger tem desfrutado de uma sequência de seis vitórias. Ele é um teste duro, mas o resultado é claro para Kampmann: "Ele tem mãos pesadas e um bom wrestling, mas ele com certeza não é imbatível e vou batê-lo em 1º de Junho. Vou finalizar essa luta. Eles verão Ellenberger apanhar e ser finalizado. Vou vencer Ellenberger e lutar pelo título porque este é o meu objetivo."    
  
  
  

Watch Past Fights

Sábado, Abril 8
Buffalo, Nova York

Midia

Recente
Relembre nocaute espetacular de Anthony Johnson em Ryan Bader no UFC New Jersey, em 2016. 'Rumble' encara o campeão dos meio-pesados Daniel Cormier na luta principal do UFC 210, no dia 8 de abril.
22/03/2017
Relembre vitória de Daniel Cormier sobre Dan Henderson no UFC 173, em maio de 2014. 'DC' defende o cinturão dos meio-pesados contra Anthony Johnson na luta principal do UFC 210, no dia 8 de abril.
27/03/2017
Relembre o 1º duelo entre Daniel Cormier e Anthony Johnson no UFC 187, em maio de 2015. A revanche acontece no dia 8 de abril no UFC 210, em Buffalo.
20/03/2017
Relembre o nocaute do norte-americano ex-campeão dos médios no UFC 187, em maio de 2015. Weidman volta ao octógono para enfrentar Gegard Mousasi no UFC 210, dia 8 de abril.
24/03/2017