Michael Bisping: Mais uma vez tem uma brecha

"Se eu não conseguir vencer Vitor, então não mereço lutar pelo título de jeito nenhum; é simples assim." - Michael Bisping
UFC middleweight Michael BispingMichael Bisping já esteve neste lugar antes.

Duas vezes.

"Aqui" é um passo tímido de lutar pelo cinturão dos pesos médios. Com 33 anos de Manchester que agora chama Orange County de lar, chegou "aqui" depois de sua primeira passagem como treinador no The Ultimate Fighter. Depois de seis semanas trocando jabs e cruzados verbais com Dan Henderson, "The Count" compartilhou a jaula com o ex-campeão do PRIDE no UFC 100, por uma chance contra o campeão dos médios Anderson Silva.

Bisping memoravelmente se deu mal no final das contas, o gif de sua derrota se tornou imortalizado em fóruns entre a comunidade do MMA, uma constante lembrança de uma boa noite ter saído terrivelmente mal.

"Eu nunca ganhei o primeiro lugar na fila - eu a tive duas vezes, e perdi as duas vezes", ele começou, explicando o que uma vitória significaria para retratar sua jornada até este ponto. "Para mim, eu poderia claramente olhar para as pessoas com a mão no peito e dizer, 'Eu sou o competidor número 1. Eu venci Vitor Belfort. Eu venci Brian Stann. Eu venci Chael Sonnen, mesmo que tenha sido roubado, e fora Anderson Silva, eu sou o melhor peso médio do mundo.'"

Ele sabe que haverá alguns, talvez muitos, que dirão que seu comentário é um clichê - a mesma coisa que ele disse antes de "eliminar" seus competidores, e a mesma coisa que todo lutador fala antes de ir para uma luta.

No começo do mês, Bisping tirou tempo para mirar críticas no trio que compartilham espaço com ele na divisão dos médios. Só para não se sentir de fora, ele também mencionou o competidor Chris Weidman.

"Alan Belcher tem me chamado para lutar por uma eternidade. Desde que conheço Alan Belcher, ele e sua tatuagem de m**** tem me chamado.

"A mesma coisa com Tim Boetsch. Ele tem me chamado para lutar com ele porque diz que não tenho o necessário, nem o resto. Achei os dois um pouco sombrios para falar a verdade, então claro que vou alfinetar eles. Por que não? Eles ficam me alfinetando também.

"Do jeito que eu vejo, eles abriram passagem para eu para lutar pelo título. Claro, preciso passar por Vitor Belfort antes, e pretendo fazer isto, mas eles agora estão fora do meu caminho. O outro é Chris "Atestado de Doença" Weidman, que se aposentou ou teve uma lesão grave ou uma fadiga ocular ou qualquer que seja a m**** eu ele teve. Ele está tirando um tempo de novo em sua carreira curta. Ele só teve umas 3 lutas, e está tirando um tempo de novo. Eu desejo o melhor para ele, mas você não tem o dia inteiro - você não tem todo o tempo do mundo, e antes de você perceber, a sua carreira terá passado e ele ficou sentado o tempo todo. "

Não ter sido bem sucedido nas últimas duas chances de limpar este obstáculo é uma pílula amarga para o britânico engolir. O fato de ele achar que se encontra "aqui" pela terceira vez, é um ponto de orgulho para o peso médio, que carrega um cartel de 24-4 com 13 impressionantes vitórias para dentro do Octógono em uma luta decisiva com Belfort.

"Acho que é uma afirmação para minha habilidade de luta e meu caráter de que estou aqui -  ainda tentando chegar ao topo", disse Bisping. "Muitos caras tentam chegar ao topo, perdem, e vão embora. Depois disto, perdem o interesse, o coração, desaparecem na escuridão e você não ouve mais sobre eles depois, talvez eles tenham algumas lutas nos cards preliminares, mas eu estou aqui."

É por isso que ele aceitou o desafio tão rápido.

"Vitor Belfort é a luta mais dura na divisão dos médios, fora Anderson Silva na minha opinião", ele opinou. "E vencê-lo me coloca em um lugar muito bom. O UFC me ligou e me ofereceu essa oportunidade, e eu aceitei na hora, nem pensei.

"Muitos me perguntam, 'por que você aceitou essa luta? É bem perigosa' e eu respondi 'A - é uma grande oportunidade, B- é isto que eu faço, e C- se eu não conseguir vencer Vitor, então não mereço lutar pelo título de jeito nenhum; é simples assim.'"
 




Watch Past Fights

Midia

Recente
Watch the post-fight press conference live following the event.
15/09/2014
Watch the official weigh-in for UFC Fight Night: Hunt vs. Nelson live Friday, September 19 at 3am/12am ETPT.
15/09/2014
Welterweight Gunnar Nelson has recently become father. Before UFC Fight Night Stockholm Nelson Gunnar reflects on fatherhood with his own father and manager Haraldur Nelson.
15/09/2014
Gleison Tibau comenta a vitória sobre o polonês Piotr Mallmann no UFC Brasília e emenda: 'Dana White, eu quero mais lutas ainda esse ano'. Veja o vídeo!
14/09/2014