A oportunidade bateu em sua porta, e Serginho não pretende desperdiçá-la

" Todos que estiveram na casa estão de parabéns, são homens de caráter. Agora é a hora de galgarmos o nosso caminho aqui fora.” - Sergio Moraes
TUF Brazil finalist Sergio Moraes
Sérgio Moraes quase não acreditou quando soube que teria a chance de enfrentar Cezar Mutante no UFC 147, neste sábado, em Belo Horizonte. Eliminado em uma das semifinais do TUF Brasil, Serginho recebeu a notícia de que seu algoz no programa, Daniel Sarafian, não teria mais condições de lutar na grande decisão do reality show. Durante um camp em Curitiba, onde aproveitava para evoluir o muay thai, o lutador prontamente aceitou a chance contra Mutante. Serginho estará no card principal, novamente com a chance de garantir o sonhado contrato com o UFC. 

Vindo de uma infância humilde, criado em uma comunidade carente de São Paulo, Moraes passou a ter contato com a luta através da capoeira e o jiu-jitsu, modalidade em que já venceu três edições do Mundial. O contrato com o Ultimate significa uma mudança de vida para a sua família e a reviravolta que o recolocou nesta disputa foi uma grata surpresa. 

“Nunca torceria para o Sarafian se machucar, até porque ele tinha muito merecimento de ter chagado à final. Mas acabou acontecendo isso e eu já vinha treinando bem forte. Fui para Curitiba trabalhar a parte em pé para melhorar a minha trocação. Quando fiquei sabendo que enfrentaria o Mutante, aumentei mais ainda os treinamentos.” 

No TUF, Moraes foi nocauteado por Daniel Sarafian. O revés o fez perceber a importância de se aperfeiçoar em outros quesitos do MMA e, para tal, contou com uma ajuda de peso. 

“Treinei com a equipe do André Dida e do Shogun Rua. Quando entrei no programa, vinha treinando pensando no Mundial de jiu-jitsu, não estava trabalhando nada de trocação. Assim que eu saí da casa do TUF Brasil, só pensava em corrigir os meus erros. Aconteceu a minha derrota, mas rapidamente levantei a cabeça e pensei numa forma de melhorar algumas falhas. Surgiu a oportunidade de trabalhar com o Shogun e o Dida e, todos sabem, Curitiba é um celeiro de atletas de trocação”, diz. 

A participação no TUF Brasil proporcionou experiências distintas. Lá Serginho vivenciou, entre tantas coisas, a emoção da vitória e a tristeza da eliminação. Agora, o faixa-preta se sente um atleta mais maduro e preparado. 

“Foi uma experiência nova. Vivíamos ao lado dos nossos adversários e mesmo os companheiros de treino poderiam virar, de uma hora para a outra, nossos oponentes. Tivemos que bater o peso de luta três vezes no mesmo mês. São situações diferentes e acho que saímos do programa prontos para tudo. Todos que estiveram na casa estão de parabéns, são homens de caráter. Agora é a hora de galgarmos o nosso caminho aqui fora”, fala Moraes, que continua: 

“Hoje me vejo um lutador mais completo. Claro que o meu carro chefe continua sendo o jiu-jitsu, mas me garanto em qualquer situação. Acho que estou pronto para a trocação contra o Mutante, não tenho pressa de ir para o chão. Se correr em pé, assim será.” 

Com três apresentações no TUF Brasil, Mutante finalizou duas vezes e nocauteou outra. No cartel oficial, com quatro triunfos e duas derrotas, nocauteou três vezes e finalizou uma. Nas derrotas Cezar foi nocauteado e finalizado. Ou seja, se levar em conta as estatísticas, nenhuma das lutadas que Mutante fez foi para a decisão e, ao mesmo tempo que é muito perigoso, deixa algumas brechas. Sem se importar com números, Serginho prevê um combate emocionante, contra um adversário duríssimo, mas não imbatível. 

“Ele é o novo atleta de MMA. É um cara que não é especialista em uma luta específica, mas se sai bem em várias áreas. Desde o começo ele se acostumou a treinar um pouco de tudo. É um atleta do MMA moderno e completo.”

Watch Past Fights

Midia

Recente
Dois ex-campeões voltam ao octógono no UFC Barueri, em 20 de dezembro. Lyoto Machida enfrenta CB Dollaway, enquanto Renan Barão tenta voltar ao caminho das vitórias contra Mitch Gagnon. Garanta seu ingresso http://on.ufc.com/IngressosBarueri
19/11/2014
O jornalista Matt Parrino e o ex-lutador Forrest Griffin comentam o cinturão interino do brasileiro Fabrício Werdum e os melhores momentos da The Time is Now. *Assine o Canal Combate - http://glo.bo/1kKhnP0
19/11/2014
Os astros do UFC se encontram em Las Vegas para a coletiva de imprensa "The Time Is Now" no The Smith Center, segunda, 17 de novembro, às 20h.
13/11/2014
O calendário de 2015 foi anunciado nesta segunda-feira (17). Logo nos primeiros meses, Jon Jones, Daniel Cormier, Anderson Silva, Nick DIaz, Chris Weidman, Vitor Belfort e muitos outros estarão no octógono. *Saiba todos os detalhes - http://bit.ly/1yftTfh
17/11/2014