Renan Barão: O campeão indiscutível

"As pessoas me reconhecem mais nas ruas e eu estou dando uma vida melhor para minha família." - Renan Barão
UFC bantamweight champion Renan BaraoTudo o que você precisava saber em relação aos sentimentos de Renan Barão sobre sua elevação de campeão peso galo interino para linear do UFC veio quando ele foi questionado sobre sua reação à notícia que ele recebeu no início deste mês.

"Incrível", disse ele, antes de acrescentar: "No entanto, eu realmente quero lutar com Dominick para provar tudo o que posso fazer e que sou o verdadeiro campeão."

Dominick é Dominick Cruz, primeiro campeão galo do UFC e o homem que o manteve até fazer duas cirurgias no joelho, seguido por um problema na virilha que o levou a abandonar o cinturão depois de estar afastado desde sua vitória em outubro de 2011 sobre Demetrious Johnson. Por um ponto de referência de quanto tempo passou, considere que Johnson, agora o peso mosca campeão do UFC, lutou seis vezes durante esse tempo.

Barão tem sido apenas um pouco menos ativo, competindo cinco vezes desde a última luta de Cruz. Três dessas lutas foram pelo cinturão galo interino criado na ausência de Cruz e Barão esteve melhor e melhor com cada vitória, derrotando Urijah Faber, Michael McDonald, e Eddie Wineland. Seu próximo adversário estava programado para ser Cruz em um muito aguardada luta principal no UFC 169 que unificaria o cinturão. Mas depois de sua última lesão, Cruz foi forçado a retirar-se da luta, desistindo de seu título no processo.

Para Barão, é uma confirmação oficial de que ele é o melhor peso galo do mundo e o campeão legítimo. Mas, ao mesmo tempo, ele admite que a única luta que ele ainda quer é contra o "The Dominator".

"Foi um pouco decepcionante, sim", disse ele sobre o cancelamento da luta com Cruz. "Eu quero que essa luta aconteça. Espero que ele tenha uma boa recuperação e volte ao treinamento o mais rapidamente possível."

Dada a determinação de Cruz para voltar à vida como um lutador ativo, espere que esta luta com Barão acontecerá. Mas, entretanto, ainda há a luta principal do UFC 169 deste sábado, e para o recém-indiscutível rei dos 61.2 quilos, isso significa um encontro com o homem que ele venceu pelo título em julho de 2012, Urijah Faber.

Na primeira luta, no UFC 149 em Calgary, foi uma vitória clara para Barão de 26 anos, e enquanto ele diz que suas lutas são "sempre difíceis", falar sobre Faber é ainda mais difícil.

Faber não é o mesmo lutador que era antes. Desde que perdeu para Barão, ele ganhou quatro lutas consecutivas, três por finalização, e ele estrangulou oponentes de alto nível como Ivan Menjivar, Scott Jorgensen, e Michael McDonald, indo para a decisão contra Iuri Alcântara. Barão foi prestando atenção, e ele ficou impressionado.

"Acho que ele tem mais motivação agora e a Team Alpha Male está fazendo um grande trabalho também", ele disse. "Eu os respeito."

Barão também não ficou parado, defendeu o seu título de forma impressionante e ao mesmo tempo se acostumou à vida no topo do UFC. Desnecessário dizer que foi um ano e meio que mudou sua vida, mas de uma forma boa.

"As pessoas me reconhecem mais nas ruas e eu estou dando uma vida melhor para minha família", disse ele sobre o seu reinado como campeão, e enquanto ele busca defender seu cinturão pela terceira vez, o trabalho está apenas começando.

"Tenho uma grande equipe por trás de mim com grandes lutadores com habilidades diferentes", disse o Barão. "Alguns deles são bons no boxe, outros em Muay Thai ou jiu-jitsu. Eu faço muito treinamento, respeito todos os meus adversários, ouço os meus treinadores, Dedé Pederneiras e Jair, e para saber os todos os atalhos do Octógono tenho José (Aldo) ao meu lado."

Watch Past Fights

Midia

Recente
Assista a coletiva de imprensa pós-lutas, ao vivo, na sequência do evento.
02/09/2014
Assista à pesagem do UFC Fight Night: Jacare vs. Mousasiao vivo na quinta, 4 de setembro, às 19h.
02/09/2014
Ronaldo Jacaré sempre esteve determinado a entrar no UFC um dia. Descubra como ele conseguiu, e quais os obstáculos que enfrentou ao longo do caminho. Jacaré enfrenta Gegard Mousasi na luta principal do Fight Night Mashantucket.
02/09/2014
Não foi apenas um saldo positivo para os lutadores brasileiros no UFC 177, mas também atuações sólidas, com Diego Ferreira e Bethe Pitbull aplicando dois nocautes. Amanda Salvato conversou com os dois após as grandes vitórias no card principal.
30/08/2014