Ronaldo Jacaré: Buscando o ouro

"Se o UFC me der à oportunidade de lutar pelo cinturão, estarei pronto para uma batalha e farei o meu melhor para ganhar." - Ronaldo "Jacare" Souza
Peso médio do Ronaldo JacaréNas cinco lutas desde sua última derrota contra Luke Rockhold em 2011, o competidor dos médios Ronaldo "Jacaré" Souza fez questão de não deixar nas mãos dos jurados, liquidando três lutas por finalização e duas por nocaute. Como o mago do jiu-jitsu e nocauteador , o que ele gosta mais, um nocaute ou uma finalização?

"Eu prefiro ganhar, pode ser por nocaute ou finalização", disse Jacaré. "Meu objetivo é sempre ganhar o mais rápido que puder,  qualquer oportunidade que vier em primeiro lugar, eu vou tentar aproveitar."

Essa abordagem não só fez com que Jacaré, de 34 anos, um queridinho dos fãs do UFC, mas com a sua finalização sobre Chris Camozzi e nocaute sobre Yushin Okami, ele também se tornou um top 5 nos 84 kg indo para sua luta de sábado no UFC Fight Night contra Francis Carmont. Pressão? Não para Jacaré.

"De jeito nenhum", ele disse, "Eu adoro desafios, e minha vida é pautada nisso. Quando soube que (eu era um dos lutadores na fila para disputar o título), eu fiquei ainda mais motivado para treinar e estar pronto para quando a oportunidade viesse.”

Compre ingressos para o UFC Fight Night Combate: Machida x Mousasi


Essa próxima luta não é fácil, Carmont entra na luta com 11 vitórias consecutivas desde 2008. Isso é muito tempo para ser tão bom, e com tal sucesso vem ainda mais confiança. Porém o brasileiro sabe o que vai enfrentar.

"Ele é um dos caras mais duros na divisão, com um jogo muito complicado para qualquer um", disse sobre Carmont. "Ele também tem o impulso que vem de 11 vitórias consecutivas, e seis destas vitórias foram no UFC. Então, sim, isso não vai ser um passeio no parque. Estou ciente disso e estou muito preparado para essa luta."

E enquanto o campeão da divisão dos médios é dos Estados Unidos, Chris Weidman, e Mousasi vem da Holanda, é claro que se você é um peso médio brasileiro, estes são bons tempos, com Jacaré, Vitor Belfort, Machida, e um cara chamado Anderson Silva todos classificados no top 5. Há muito tempo, isso poderia ter sido um problema se você fosse uma daquelas pessoas que não querem lutar contra um compatriota, mas nos dias de hoje, negócios são negócios.

"Eu sinceramente acredito que você tem que lutar”, disse Jacaré, que não enfrentou um brasileiro em uma luta desde 2007. "Então, não é o país da pessoa com quem eu estou lutando, mas a posição da pessoa no ranking pela qual estou lutando. Então, se eu tiver que lutar contra um brasileiro para chegar em uma posição melhor no ranking, ou para manter a minha posição ou para ser o campeão, diga-me onde assinar. "

Então, se Belfort sair vitorioso de sua luta pelo título contra Chris Weidman em maio, lutar com ele não seria nenhum problema para Jacaré. Como é que ele vê a próxima luta acontecendo?

"Essa luta é imprevisível e os dois podem ganhar", disse. "Mas quem quer que seja o campeão e se o UFC me der à oportunidade de lutar pelo cinturão, estarei pronto para uma batalha e farei o meu melhor para ganhar."

Watch Past Fights

Midia

Recente
UFC Fight Night no The Frank Erwin Center em 22 de novembro, 2014 em Austin, Texas.
20/11/2014
Mostrando enorme respeito por Cub Swanson, seu adversário no UFC Austin deste sábado (22/11), Frankie Edgar comenta que ama seu trabalho, e o que seria se não fosse um lutador, fala de sua luta favorita e muito mais.
21/11/2014
Protagonista do UFC Austin deste sábado (20/11), Cub Swanson fala de seu oponente, Frank Edgar, analisa a categoria peso pena e deixa claro o que acha do irlandês Conor McGregor. Assine o canal Combate: http://on.ufc.com/assinecombate
21/11/2014
Cub Swanson e Frankie Edgar ficam frente a frente pela última vez antes de protagonizarem o UFC Fight Night deste sábado, no canal Combate. Assine o Canal Combate: http://on.ufc.com/assinecombate
21/11/2014