Stefan Struve - Fique calmo e finalize as lutas

"O que importa para mim é ganhar minha luta e fazer isto do melhor jeito possível." - Stefan Struve
UFC heavyweight Stefan Struve
Se você tem acompanhado a carreira de Stefan Struve, você sem dúvidas assistiu a luta do UFC 146 contra LaVar Johnson em maio segurando a respiração. Claro, Struve tinha vencido quatro das suas últimas lutas, mas Johnson tinha o punho de aço que podia acabar qualquer sequência de vitórias em um segundo.  
  
Não demorou muito. Johnson chegou perto, Struve o enlaçou e puxou para a guarda. Segundos depois, a luta acabou, com Struve ganhando com um armlock. Levou somente 65 segundos, mas nestes 65 segundos, Stefan Struve se tornou um candidato.  
  
"Nas últimas três lutas, tentei fazer o que precisava, e não queria isso da forma mais difícil", ele explica. "Por exemplo, a luta que tive contra Travis Browne, eu queria muito vencer, e agora posso dizer para mim mesmo, 'dê um passo para trás, dê um tempo, mantenha a distância, e acabe com ele de novo. Fique calmo e relaxe.' E se eu fizer deste jeito, acho que vou continuar ganhando por um bom tempo."  
  
Não que seja fácil manter a calma quando um sujeito com 120 kgs está soltando bombas na sua cabeça. No passado, quando isto acontecia, Struve não fincava o pé e atacava de volta. Se ele fosse para o chão, era uma coisa boa. Se não, seria contra atacado com força, e isto sim é uma coisa ruim. Mas depois de algumas batidas pesadas, Struve passou a entender.  
  
"Claro, é empolgante para a torcida ver dois caras soltando bombas, mas de vez em quando é bom se mover pros lados  e para trás, esperar o tempo certo e ser esperto."   
  
Esta estratégia funcionou para ele contra a talentosa e perigosa oposição, e ele fará isto de novo no sábado quando fizer a luta principal do UFC em Nottingham contra o invicto Stipe Miocic. Struve aprendeu cedo que uma derrota não quer dizer um fracasso na sua carreira. Miocic não sabe disto ainda, mas Struve está disposto a mostrá-lo, saindo vitorioso neste fim de semana.  

"Quando você está invicto, você quer manter aquele zero, mas perder não é o fim do mundo. Você tem que aceitar o fato de que qualquer coisa pode acontecer e você pode perder, mas o que importa para mim é ganhar minha luta e fazer isto do melhor jeito possível."  
  
Quando fala sobre seu oponente, é imediatamente visível que o produto de Beverwijk, Holanda estudou o nativo de Ohio que tem três vitórias no UFC até agora. Seja a dura luta de Miocic contra o queixo de aço, Joey Beltran, seu nocaute contra Phil De Fries, ou seu TKO no segundo round contra Shane Del Rosario;  Struve tem um conclusão. Ele vai vencer.  
  
"Sua primeira luta foi contra Beltran, e ele ganhou por decisão, mas Joey não era o maior peso pesado por aí", disse Struve. "Então ele lutou com De Fries, que eu acho não tem uma trocação tão boa, assim como a do Stipe também não é, então Stipe fez seu jogo. E com Del Rosario, ele (Miocic) ele teve um primeiro round complicado. O que o fez vencer foi o fato de ele ter conseguido a queda, parecia que Rosario estava cansado e não sabia o que fazer quando foi pro chão. Ele não usou seu quadril e sua guarda aberta do jeito que deveria, e na minha opinião, se formos para o chão então ele estará em um mundo de problemas. As pessoas ainda não viram 20% do que posso fazer no chão. Então estou muito confiante para esta luta, como estava nas minhas últimas três."  


Watch Past Fights

Midia

Recente
Amanda Salvato traz de Nova Iorque todos os detalhes do último evento, o UFC 186, no último sábado. Nossa repórter também comenta os próximos confrontos, dentro e fora do Brasil. Assine o Canal Combate - http://on.ufc.com/assinecombate
30/04/2015
Maior combate de boxe de todos os tempos acontece neste sábado, em Las Vegas, e os assinantes do Combate conferem com exclusividade no Brasil. - Assine o Combate - http://on.ufc.com/assinecombate
30/04/2015
O kickboxer levou seu oponente a nocaute com um golpe fortíssimo, nem se dando o trabalho de aplicar o ground and pound em seguida. Hunt enfrenta Stipe Miocic na luta principal do UFC Adelaide, em 9 de maio. Não perca!
30/04/2015
Com apenas 19 anos de idade, o australiano mostrou o motivo de ter sido contratado pela organização ao aplicar um belíssimo triângulo no norte-americano. Matthews enfrenta James Vick no UFC Adelaide, em 9 de maio. Não perca!
30/04/2015