Stipe Miocic: A recuperação

Stipe Miocic, peso pesado do UFCNo mundo da luta, toda derrota importa.

Vitórias te levam para frente, levando a pagamentos melhores e oponentes mais conhecidos. Na maioria das vezes, o único jeito de chegar ao topo é vencer e vencer de novo, empilhando vitória depois de vitória até que o ouro esteja ao redor de sua cintura.
 
Ao longo de suas nove primeiras lutas de sua carreira, Stipe Miocic foi quase perfeito. 
 
"Me motivou muito mais como lutador, e me empurrou para crescer mais", disse Miocic da derrota que teve contra Stefan Struve em setembro, na Inglaterra. "Acho que você sempre cresce. Não importa o que aconteça. Vindo desta derrota, cresci bastante eu acho, e venho trabalhando todo dia no que preciso melhorar."
 
Nove meses depois do primeiro revés da sua carreira. Miocic está pronto para voltar , ansioso para voltar a coluna de vitórias e chegar ao topo da montanha dos pesos pesados.

Na maioria das vezes neste tipo de situação, você não se veria enfrentando um astro com uma sequência de três vitórias, mas esta é exatamente a oportunidade que Miocic terá neste fim de semana quando dividir a jaula com Roy Nelson na luta co-principal do UFC 161.
 
Inicialmente, Miocic de 30 anos foi escalado para dar as boas vindas no Octógono ao veterano Soa Palelei, mas com várias lesões marcando um número de mudanças, o UFC chamou "Big Country" para ajudar a reforçar sua estreia em Winnipeg, dando o uma vez derrotado membro da Strong Style Fight Team a chance de rapidamente se reestabelecer na divisão dos pesos pesados.
 
"Foi uma boa parada", disse Miocic do tempo entre sua luta com Struve e seu encontro com Roy Nelson no sábado, acrescentando que era apenas uma questão de timing. "Não me importo em lutar a cada três ou quatro meses - eu estava fazendo isso - mas é bom relaxar um pouco, trabalhar mais no meu jogo."
 
Embora não seja fácil ser jogado em cima da hora contra um veterano que tem conseguido vitórias contra lutadores relativamente desconhecidos (e Sean McCorkle) na Austrália para uma figura de culto que tem lutado consistentemente os melhores no ramo, ele tem feito um bom trabalho em manter tudo em perspectiva.

"É somente um plano de jogo um pouco diferente", disse Miocic sobre a troca de Palelei para Nelson, "mas é somente mais um luta. O plano de luta é diferente, mas ainda tenho que fazer, o que tenho que fazer."
 
Além de ser um grappler concedorado e faixa preta de Jiu-jitsu de Renzo Gracie, Nelson passou seu tempo no UFC soltando o braço e construindo uma reputação por ter um dos melhores queixos no esporte, embora não seja visto por causa de sua barba branca.

Durante suas últimas três lutas, o ex-vencedor do TUF precisou de menos de seis minutos para deixar Dave Herman, Matt Mitrione, e Cheick Kongo  olhando para as luzes, perguntando o que aconteceu.

Sábado a noite, Miocic tem a chance de interromper a atual escalada de Nelson no ranking, e embora ele esteja ciente do estrondoso cruzado de direita que "Big Country" gosta de jogar com frequência, ele está pronto para uma batalha onde quer que a luta aconteça.
 
Mais importante, ele está pronto para colocar mais uma vitória em seu cartel.
 
"Eu espero o inesperado, é isso que o MMA é", ele disse com uma risada. "Você vai lá para ficar em pé, e assim que percebe, está no chão. Quantas lutas você viu que foram assim - dois caras muito bons na trocação indo para o chão?
 
"Estou esperando uma guerra de três rounds. Não vou estar procurando o nocaute. Se acontecer, aconteceu, ótimo, mas se for uma guerra de três rounds, somente quero vencer."
 




Watch Past Fights

Sábado, Outubro 25
23h
BRT
Rio de Janeiro, Brazil

Midia

Recente
Os jornalistas Davi Correia (UFC.com.br), Guilherme Cruz (MMAFighting) , e Ivan Raupp (Combate.com), conversam sobre o card principal do UFC 179, no Rio de Janeiro. O brasileiro é favorito, mas precisa tomar cuidado com o jogo de wrestling de Chad Mendes.
23/10/2014
Fotos da pesagem do UFC 179 no Ginásio do Maracanãzinho em 24 de outubro, 2014 no Rio de Janeiro (Fotos de Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
24/10/2014
Confira os melhores momentos dos lutadores na balança. O campeão José Aldo garantiu que vencerá Chad Mendes, nos penas. "Esse cinturão vai continuar no Brasil.
24/10/2014
Enquanto Aldo e Chad treinavam no Rio para o UFC 179, Conor McGregor desembarcava na cidade com a língua afiada. Na saída do aeroporto, pediu se o motorista não o levaria até a favela do José e mandou dizer que irá tomar o cinturão do brasileiro.
24/10/2014