Dez Melhores - As Finalizações do Ano de 2012

As premiações extra-oficiais da temporada 2012 continuam com as maiores finalizações do ano...
Jung vs. Poirier - <a href='../event/FUEL3'>UFC on FUEL TV 3 title="Jung vs. Poirier - UFC on FUEL TV 3" style="width: 300px;" src="http://media.ufc.tv/photo_galleries/12_Jung_Poirier/12_Jung_Poirier_14.jpg" align="left">
Na maioria das vezes, tentar determinar a lista oficial das melhores finalizações de 2012 se resume a preferências individuais. Você gosta de técnicas magistrais, um movimento com alto grau de dificuldade, fazer um adversário de elite dar os três tapinhas, ou apenas terminar uma luta de forma dramática? Bem, espero ter conseguido reunir todas aqui.      
      
10 - Rousimar Toquinho-Mike Massenzio - UFC Rio 2      
Tudo que você realmente precisa saber sobre o jogo de finalizações de Rousimar Toquinho é a expressão de pânico no rosto de seus oponentes quando ele põe suas mãos em uma perna. É como alguns jogadores muito habilidosos no futebol, você sabe o que o craque fará, mas é tão bem executado que você não pode parar. E, apesar de suas derrotas recentes para Alan Belcher e Hector Lombard, uma olhada na vitória no UFC Rio 2 em janeiro sobre Mike Massenzio mostra que quando Toquinho pega você, você não vai a lugar nenhum. Acrescente o fato que Massenzio é um faixa preta de jiu-jitsu, e faz a sua vitória por finalização via chave de calcanhar ainda mais impressionante.      
      
9 - Demian Maia história de Rick - UFC 153      
Demian Maia voltou a lutar no Brasil pela primeira vez em seis anos, e esse também marcou o retorno de suas finalizações, ele não finalizava desde 2009. Demian estrangulou Rick Story não apenas com uma técnica sólida, mas com inteligência também. Foi um lembrete, quando um lutador top no chão como Demian coloca as mãos em você, pode te levar a vários momentos dolorosos antes da desistência ocorrer.      
      
8 - Martin Kampmann-Thiago Alves - UFC: Alves vs. Kampmann    
Um dos competidores de longa data da divisão meio-médio, Martin Kampmann não tinha muita sorte quando a luta ia para a decisão dos jurados. Em março, "The Hitman" estava a caminho de mais uma derrota decepcionante decisão contra Thiago Alves, quando ele assumiu a responsabilidade, arriscou-se e finalmente pegou o bombardeiro brasileiro com uma guilhotina a apenas 48 segundos do fim.       
      
7 - Ivan Menjivar-John Albert - UFC: Sanchez vs. Ellenberger     
Com muita mais ação em 3:45 do que a maioria das lutas de três rounds, o veterano canadense Ivan Menjivar deu a última palavra em sua batalha com o perigoso novato John Albert, quando ele acabou com a luta com um mata-leão que provou que quando você está lidando com um cara que tem estado tempo suficiente no MMA para ter sido o primeiro adversário profissional de Georges St-Pierre, você nunca está seguro no Octógono.      
      
6 - Minotauro Nogueira-Dave Herman - UFC Rio 3      
Em uma noite, Demian Maia, Sergio Moraes, e Phil Davis garantiram vitórias por desistência, foi o ainda perigoso "Minotauro" Nogueira que levou para casa as honras de "Finalização da Noite" quando derrotou Dave Herman com um armlock no segundo round. Isso seria satisfatório o suficiente, mas quando você considera que nos comentários pré-luta Herman declarou que o jiu-jitsu não funciona, ficou ainda melhor para o brasileiro mostrar à Herman e ao mundo que sim, que funciona, especialmente pelas mãos de um mestre como Minotauro.      
      
5 - TJ Waldburger-Nick Catone - TUF Finale 16      
Um dos mais subestimado novatos perigosos no esporte, o fala mansa texano TJ Waldburger não faz muito barulho, mas seu ataque no solo é alto e claro na noite da luta. Enfrentando o poderoso wrestler Nick Catone no TUF 16 Finale em dezembro, Waldburger estava impossível quando alcançou seu segundo prêmio de "Finalização da Noite", colocando Catone para dormir com um triângulo no início do segundo assalto.      
      
4 - Nate Diaz-Jim Miller - UFC: Diaz vs. Miller    
Nate e Nick Diaz receberam muita atenção por seus jogos em pé, mas no coração, ambos são dedicados ao jiu-jitsu. Condecorado faixa preta de Cesar Gracie, em abril, Nate falou do papel da arte suave em seu jogo de luta antes de enfrentar Jim Miller em maio: "O Jiu-Jitsu é uma grande parte do meu jogo, e isso é uma grande parte do jogo de todo mundo porque se você não sabe, vai se dar mal", disse Diaz. "Você tem que cobrir todos os ângulos, tanto quanto você pode, por isso é definitivamente uma grande parte. Eu faço jiu-jitsu todos os dias e, assim que a luta se aproxima, não coloco muito meu kimono, mas tão logo eu cumpra meu compromisso, geralmente estou de volta com meu kimono. Eu tenho que aprender o melhor que posso e ser o melhor artista marcial possível."       
Na luta principal do UFC, Diaz provou seu valor no solo forçando o também faixa preta Miller a desistir com uma guilhotina no segundo round. Jiu-Jitsu é uma grande parte do seu jogo? É sim!      
      
3 - Charles doBronx-Eric Wisely - UFC: Evans vs. Davis      
Quando falei com Eric Wisely depois de sua derrota de janeiro 2012 para Charles doBronx, ele disse sobre as consequências da chave de panturrilha que terminou a luta, "Agora que penso sobre isso, não me recordo da dor." Porém, é certo que parecia estar machucando durante a luta, a ponto de você sentir uma aflição por Wisely. Ele eventualmente desistiu, e, no processo, doBronx conseguiu a primeira vitória por chave de panturrilha da história do UFC, em Chicago. No ano passado foi o twister de Chan Sung Jung, e agora essa chave de doBronx, mostrando que o esporte ainda tem algumas surpresas.      
      
2 - Matt Wiman-Paul Sass - UFC: Struve vs. Miocic    
Um lutador disposto e capaz de competir em qualquer lugar que um duelo pode levá-lo, Matt Wiman sacou finalizações, nocautes, e vitórias por decisão que foram "Lutas da Noite" no Octógono ao longo dos anos, mas talvez nenhuma vitória tenha sido tão satisfatória quanto a que ele emplacou em Nottingham, Inglaterra, em setembro. Ele não só derrotou Paul Sass, mas fez isso finalizando um especialista em finalizações, terminando a luta com um armlock aos 3:48 do primeiro round.      
      
1 - Chan Sung Jung-Dustin Poirier - UFC: Korean Zombie vs. Poirier    
Em 2011, celebramos a vitória de Chan Sung Jung por Twister contra Leonard Garcia. Este ano, "The Korean Zombie" não acabou com um oponente de forma histórica, mas o nível de emoção estava tão alto, se não maior, quando ele e Dustin Poirier travaram uma guerra por mais de três assaltos em maio. Mas apenas quando parecia que Poirier tinha conseguido o domínio sobre Jung, o sul-coreano cresceu e pegou o nativo de Louisiana, com um triângulo de mão aos 1:07 do quarto round. Foi um final espetacular para uma luta espetacular.      

Menção Honrosa - Struve-Johnson, V.Magalhaes-Pokrajac, G.Nelson-Johnson, Sass-Volkmann, Poirier-Brookins, Jorgensen-Albert, Lauzon-Varner, Menjivar-Gashimov,
Caraway-Gagnon, Maguire-Johnson


VENCEDORES ANTERIORES

2011 - Mir-Minotauro II
2010 - Anderson-Sonnen I
2009 - Etim-Buchholz
2008 - Hazelett-Burkman
2007 - Griffin-Shogun
2006 - Neer-Guillard
2005 - Hughes-Trigg II

Midia

Recente
Brasileiro tentará recuperar o cinturão dos galos dia 30 de agosto, em Sacramento (Estados Unidos). O americano foi o primeiro a derrotá-lo após quase dez anos de invencibilidade.
28/07/2014
Light heavyweight prospect Ryan "Darth" Bader uses his movement and speed as he takes on hard-hitting Rampage Jackson at UFC 144. Watch Bader go up against Ovince Saint Preux at UFC Fight Night Bangor.
28/07/2014
Veja os melhores momentos da vitória de Lawler sobre Brown no UFC Fight Night San Jose.
28/07/2014
O Ultimate Insider te leva para dentro dos treinos a ex-wrestler Olímpica Sara McMann. Assista à McMann de volta ao Octógono no Fight Night Bangor em 16 de agosto.
27/07/2014