Dez Melhores: As lutas de 2013

A temporada de premiações extra-oficiais continua com as melhores lutas de 2013...
UFC 165: Jones vs. GustafssonNenhuma introdução elaborada é necessária aqui – Leia sobre a lista extra-oficial das dez melhores lutas de 2013. Que os debates comecem...

10 - Georges St-Pierre vs. Johny Hendricks –UFC 167
A tão esperada disputa entre o campeão Georges St-Pierre e o número 1 ao título Johny Hendricks na luta principal do UFC 167 superou todas as expectativas, com um ritmo rápido e cinco rounds que mostraram os dois homens descarregando suas habilidades e vontade em busca da vitória. Quando acabou, o veredito foi controverso, mas o canadense GSP manteve seu título dos pesos meio-médios por decisão dividida.

9 - Ronda Rousey vs. Miesha Tate II – UFC 168
Com uma atmosfera elétrica na arena do MGM Garden no confronto entre duas rivais Ronda Rousey e Miesha Tate, as duas pesos galo fizeram os fãs delirarem desde o começo da luta até a finalização de Ronda no terceiro round. Entre isso, Tate mostrou que Ronda é humana, enquanto a campeã mais uma vez provou ser a melhor lutadora até os 61 kg e uma verdadeira estrela. Esta foi uma luta que fez jus as expectativas.

8 - Chris Weidman vs. Anderson Silva I – UFC 162 
Apesar de enfrentar um homem que despedaçou cartel após cartel, lhe rendendo elogios de o melhor lutador na história do MMA, Chris Weidman simplesmente sabia que podia vencer Anderson Silva. E na luta principal do UFC 162 em 6 de julho, o nova iorquino fez exatamente isso, escrevendo seu nome na historia quando nocauteou o brasileiro que até então parecida invencível, no segundo round.

7 - Demetrious Johnson-John Dodson – UFC
Contra o mão pesada John Dodson, a primeira defesa de cinturão de Demetrious Johnson nos moscas se tornou uma batalha por sobrevivência nos dois rounds iniciais janeiro. Mas mostrando o coração de um campeão “Mighty Mouse” rugiu de volta nos últimos três rounds para não somente manter seu título por decisão unânime mas também receber o prêmio de Luta da Noite com seu desafiante.

6 - Dennis Bermudez vs. Matt GriceUFC 157
O provérbio do MMA diz que quando você coloca dois wrestlers qualificados um contra o outro no Octógono, uma briga em pé começará, e Dennis Bermudez e Matt Grice com certeza fizeram sua parte para provar que isto é verdade, quando engajaram em uma luta de ritmo rápido que deixou os fãs maravilhados do começo ao fim. Quando acabou, Bermudez venceu por decisão, mas Grice não perdeu sua grandeza pela derrota.

5 - Johny Hendricks vs. Carlos Condit – UFC 158
Em qualquer outro card, a luta co-principal do UFC 158 entre Johny Hendricks e Carlos Condit no Belle Centre seria a luta principal. Apesar disto, os dois lutaram como se fossem o evento principal, com Hendricks espremendo uma decisão unânime como vitória que cimentou o nome de Hendricks como o próximo lutador pelo título e deu a Condit um lugar seguro como um dos lutadores mais empolgantes no esporte. 

4 - Gilbert Melendez vs. Diego Sanchez – UFC 166 
Com cinco prêmios de Luta da Noite em seu nome, o status de Diego Sanchez para os fãs como um verdadeiro herói já estava cimentado antes da luta do UFC 166 contra Gilbert Melendez. Mas depois do ex-campeão do Strikeforce dominar o começo, Sanchez garantiu seu sexto premio de Luta da Noite com uma fúria que já o fez arrancar a vitória da boca da derrota. Mas “El Nino” garantiu a decisão em seu favor.

3 - Mark Hunt vs. Antonio Pezão – UFC Fight Night
Ninguém esperava que o confronto em dezembro entre Mark Hunt e Antonio Silva durasse os cinco rounds. A maioria achava que se passasse do primeiro seria uma boa esticada. Mas não somente estes dois ex-companheiros de treino lutaram 25 minutos, como fizeram uma batalha lá e cá épica onde o único veredito justo – um empate – deveria ser o resultado. E foi, deixando nenhum perdedor em Brisbane, Austrália. Claro, o teste pós luta elevado para testosterona abafa a euforia desta batalha, mas as memorias desta luta em si permanecem intactas.

2 - Wanderlei Silva vs. Brian Stann – UFC Japão
A luta esperada entre Wanderlei Silva e Brian Stann era de uma luta em pé, mas ninguém poderia esperar a intensidade que os dois lutadores peso meio-pesado mostraram por nove minutos e 8 segundos até o lendário “Axe Murderer” sair com um nocaute como vitória. Chamar de épica seria pouco.

1 - Jon Jones vs. Alexander Gustafsson – UFC 165 
A beira de um novo recorde nos pesos meio-pesados de defesas ao título bem sucedidas, as performances de Jon “Bones” Jones no Octógono fizeram parecer que ele era imbatível. Mas no sueco Alexander Gustafsson ele pode ter achado seu grande rival. Por cinco rounds no UFC 165 em Toronto, os dois lutaram de igual, com Jones em perigo de perder sua coroa até que uma recuperação de última hora lhe permitiu escapar com uma decisão e com seu título, e solicitar uma revanche que fãs estão ansiosos para ver.

Midia

Recente
Campeão dos leves fala da relação que tinha com o seu pai. "Tenho orgulho de manter a memória dele viva". Pettis enfrenta Gilbert Melendez no UFC 181, em 6 de dezembro. **Ative as legendas "CC" Veja o card completo - http://bit.ly/1yY8zv4
27/11/2014
UFC Minute host Lisa Foiles recaps this weekend's action in Austin and looks ahead to the highly-anticipated rematch between Johny Hendricks and Robbie Lawler at UFC 181 on December 6!
24/11/2014
O campeão Johny Hendricks enfrenta Robbie Lawaler, nos meio-médios, e Anthony Pettis coloca seu cinturão dos leves em jogo contra Gilbert Melendez. Confira os confrontos que definiram essas disputas, que acontecem em 6 de dezembro.
26/11/2014
Perdeu a joelhada de Fabrício Werdum em Mark Hunt? Confira alguns dos golpes mais bonitos do evento que deu o cinturão interinos dos pesados ao brasileiro. Assine o canal Combate: http://on.ufc.com/assinecombate
26/11/2014