A ressurreição de Urijah Faber

Peso galo do UFC - Urijah FaberUrijah Faber entrou no octógono quatro vezes em 2013, finalizando Ivan Menjivar, Scott Jorgensen, e Michael McDonald, e vencendo por decisão Iuri Alcantara. Todos destaques, e "The California Kid" não deixou dúvidas em qualquer uma das lutas. Era a única maneira de voltar de sua última derrota em sua primeira luta contra Barão no UFC 149, em 2012, e desta vez não haveria comentários sarcásticos sobre ele ser o claro candidato número um pela coroa dos 61 kgs.

Foi o seu melhor ano até hoje?

"Eu tive alguns bons anos", disse ele. "Eu fui 7-0 em 13 meses, uma vez, que foi uma boa. Mas este esta no UFC, muito mais olhos estão vendo e há muito mais em jogo, então eu diria que provavelmente."

Mas qual é o segredo para o ressurgimento de Faber? Aos 34 anos e com 36 lutas em seu currículo, o nativo de Sacramento deveria estar no lado negativo de sua carreira, não a  uma vitória do título. Porém não é nenhum mistério para ele.

"(Autor) Napoleon Hill disse que há dois ingredientes principais para o sucesso", disse Faber. "Um deles é ter uma atitude muito positiva, e a outra é saber exatamente o que quero e o que estou tentando fazer. Há todos os tipos de solavancos na estrada e se você passar a adversidade é algo que faz grandes pessoas no mundo, e estou tendo aulas com pessoas que admiro, e você apenas não deixa as coisas te atrapalharem."

É muito longe de onde a cabeça de Faber estava antes da primeira luta com Barão. Originalmente programado para lutar com Cruz no aguardado tira-teima, a  primeira lesão no joelho Cruz o cancelou a luta e trouxe o brasileiro para enfrentar Faber pelo cinturão interino peso galo. Faber admite que ele não estava no estado de espírito certo para a mudança ou a luta.

"Indo para essa luta eu sabia que não estava animado e foi uma espécie de arrasto, e tentei o meu melhor para manter o pensamento positivo, não importa o quê, mas era óbvio que não foi um momento emocionante para mim, e eu realmente tinha que mudar a minha mentalidade depois disso para que não me debruçasse sobre as oportunidades perdidas e ver como estou feliz de ter todas as coisas que tenho e da vida que estou vivendo e as pessoas ao meu redor, e estava me divertindo, e é isso que 2013 foi".

Quatro viagens ao Octógono e quatro vitórias é o único jeito para um lutador de se divertir, e quando ele entrar no Prudential Center no sábado à noite, ele vai estar se sentindo muito diferente do que ele sentiu em Calgary em 2012.

“Estou empolgado para esta luta”, ele disse. E mesmo sendo má sorte de seu rival Cruz que lhe deu a oportunidade, ele não exalta isso.

"Eu estava realmente ansioso para ver como Cruz ia voltar e ver como essa luta (com Barão) seria", disse Faber. "É uma droga se machucar de novo e de novo, e você não pode fazer nada, mas me sinto mal pelo cara. Mas eu ainda quero essa luta e acredito que ele vai estar de volta. Se eles levaram o cinturão dele e ele voltar, eu só espero que ele não tenha que lutar (membros da equipe Team Alpha Male parceiros de Faber) TJ Dillashaw ou Chris Holdsworth porque ambos vão vencê-lo, na minha opinião. Eu não sei se eles vão colocá-lo de volta lá, mas quero essa luta."

Primeiro é Barão, e uma chance de mais uma vez silenciar os críticos. Essa seria a mentalidade de um cínico, e Urijah Faber não é um desses. Ele está apenas se divertindo de novo, e quando ele está se divertindo, isso é uma má notícia para aqueles que dividem o octógono com ele.

Watch Past Fights

Midia

Recente
No primeiro combate, em janeiro de 2013, Demetrious Johson levou a melhor e venceu John Dodson por decisão unânime. Agora, os dois lutadores voltam a se enfrentar no dia 05 de setembro, no UFC 191.
31/08/2015
O campeão da categoria peso-pena Demetrious Johnson defende o cinturão contra John Dodson no UFC 191, no dia 05 de setembro (sábado), em Las Vegas (EUA). A segunda luta mais importante da noite será entre os pesos pesados Frank Mir e Andrei Arlovski.
31/08/2015
Relembre a vitória de Rodrigo Minotauro sobre Brendan Schaub no UFC 134, no Rio de Janeiro, no dia 27 de agosto de 2011. O brasileiro nocauteou o norte-americano no primeiro round.
27/08/2015
Relembre o nocaute de Ross Pearson sobre Sam Stout no UFC 185, em março deste ano. Pearson volta ao octógono no dia 05 de setembro, no UFC 191, para enfrentar Paul Felder.
30/06/2015