UFC 136: Aldo e Edgar continuam com o cinturão; Sonnen vence e dispara contra brasileiro

- Encerrando “novela” recente, Frankie Edgar nocauteia Gray Maynard e continua como campeão dos leves
 
- Calmo e consciente, brasileiro José Aldo mantém o cinturão dos penas, após vitória por decisão unânime contra veterano Kenny Florian
 
- Com eficiente estratégia, Chael Sonnen finaliza Brian Stann e desafia Anderson Silva, que assiste da platéia
O UFC 136 desembarcou em Houston, Texas (EUA), neste sábado, dia 08, e balançou a arena Toyota Center. Duas disputas de cinturão e grandes nomes do maior evento de MMA do mundo, prenderam a atenção de todos os fãs. Na luta principal da noite, Frankie Edgar nocauteou Gray Maynard e continuou como campeão. Na co-luta principal da noite, José Aldo também manteve cinturão, após decisão unânime. Chael Sonnen vence e desafia Anderson Silva. E, no duelo de brasileiros, Demian Maia bate Jorge Santiago por decisão unânime.
 
Frankie Edgar: A “fênix” do UFC
Exatamente como no último confronto entre os dois lutadores – UFC 125 -, Gray Maynard começou com tudo levando a torcida presente a achar que não veriam mais do que cinco minutos de luta. Porém, nos mesmos moldes da segunda luta enre os dois, o campeão aguentou, assimilou, e se manteve de pé até o final do round.
 
Inacreditavelmente, após o massacre sofrido, Edgar partiu pra cima, nos dois rounds subsequentes, como se estivesse no inicio do combate, ainda inteiro. Ele controlou as ações e andou para cima do desafiante o tempo todo. O “desenho” do confronto era exatamente igual ao do último. O quarto e penúltimo round se mostrava importante dentro de um novo e possível resultado do qual Edgar se mostrava determinado a fugir: o empate. Após bom gancho aplicado pelo campeão, Maynard sentiu e baixou a guarda. Sem perder a oportunidade, Edgar partiu para cima socando o adversário que, caído, nada pode fazer.
 
Edgar então comemorou o nocaute, a manutenção do cinturão e a revanche: “Ele me machucou no primeiro round exatamente como fez na primeira luta. Só tenho a agradecer, pois ele me fez dar o máximo de mim. Agradeço muito a ele e a equipe”, comemorou Frankie.
 
Aldo: “Sabia que esse seria o jogo dele”
Campeão incontestável dos penas, José Aldo entrou no octógono de Houston com o mesmo apetite de quem sempre passou por dificuldades na vida. E, conforme Dedé Pederneiras (seu treinador) frisou, a tarefa seria a mais difícil que Aldo já tinha enfrentado. Kenny Florian, lutador experiente, que já competiu em três diferentes categorias, começou com estratégia bem definida: utilizar do ground and pound como arma fundamental para pontuar contra o brasileiro.
 
E Florian chegou a ameaçar. Mas Aldo, abusando dos chutes – pedidos pelo corner -, manteve a calma e soube se ajustar a estratégia escolhida pelo adversário, de maior envergadura, e conseguiu sair com mais uma vitória na sua meteórica carreira, continuando com o cinturão. “Eu sempre soube que esse seria o jogo dele, que tentaria me colocar contra as grades, mas, treinamos para isso e eu soube me defender bem. Estou muito feliz e prometo melhorar nos próximos”, declarou Aldo.
 
Chael Sonnen vence, convence e, mais uma vez, diminui Anderson Silva
De volta ao octógono, após mais de um ano de revés sofrido contra o brasileiro Anderson Silva, Chael Sonnen voltou no seu melhor estilo. Começando a luta “clinchando” e controlando as ações, Sonnen, após queda aplicada sobre Brian Stann, passou a guarda e pegou as costas. Depois disso, o que se viu foi um castigo aplicado por Sonnen.
 
No segundo round, Chael, no tempo certo, conseguiu pegar a perna de Stann levando mais uma vez os compatriota ao chão. Controlando a luta durante todo o combate, Sonnen encaixou um justo estrangulamento (katagatame) obrigando Stann a bater. Após a vitória, o lutador americano disparou contra o brasileiro Anderson Silva, campeão da categoria, que assistia ao combate na arena: “Anderson você é uma m.... Você me ganhou uma vez, se ganhar novamente eu saio do UFC, mas, se perder, você saia dessa categoria”, disparou o desafiante, que falou mais no backstage: “Você não sabe, mas deveria saber. Meu nome é Chael Sonnen e eu sou o cara mais forte desse negócio”.
 
Em duelo de brasileiros, Demian Maia faz luta segura e mostra evolução no Boxe
Demian Maia está com o boxe mais afiado. Pelo menos, foi o que mostrou o paulista durante boa parte do combate contra o também brasileiro Jorge Santiago. No primeiro round, Demian começou controlando a luta. Suas quedas e a conhecida técnica de jiu-jitsu controlavam o combate desde o início.
 
Já no segundo round, o outro brasileiro, Jorge Santiago, voltou melhor e chegou a ameaçar o paulista, mas, antes do final do round, Demian voltou a controlar o combate, usando ground and Pound e um boxe mais eficiente.
 
O terceiro round começou com Demian valendo-se da mesma estratégia: não sofrer golpes e controlar a luta com seu forte jogo de chão. Chegando a passar guarda em alguns momentos do último assalto, Demian foi declarado vencedor por decisão unânime.
 
Card Principal
Frankie Edgar venceu Gray Maynard por nocaute aos 3:54 do quarto round
Jose Aldo venceu Kenny Florian por decisão unânime
Chael Sonnen venceu Brian Stann por finalização aos 3:51 do segundo round
Nam Phan venceu Leonard Garcia por decisão unânime
Joe Lauzon venceu Melvin Guillard por finalização aos 0:47 do primeiro round
 
Card Preliminar
Demian Maia venceu Jorge Santiago por decisão unânime
Anthony Pettis venceu Jeremy Stephens por decisão dividida
Stipe Miocic venceu Joey Beltran por decisão unânime
Darren Elkins venceu Tiequan Zhang por decisão unânime
Aaron Simpson venceu Eric Schafer por decisão unânime
Mike Massenzio venceu Steven Cantwell por decisão unânime

Midia

Recente
Watch the post-fight press conference live following the event.
15/09/2014
Watch the official weigh-in for UFC Fight Night: Hunt vs. Nelson live Friday, September 19 at 3am/12am ETPT.
15/09/2014
Welterweight Gunnar Nelson has recently become father. Before UFC Fight Night Stockholm Nelson Gunnar reflects on fatherhood with his own father and manager Haraldur Nelson.
15/09/2014
Gleison Tibau comenta a vitória sobre o polonês Piotr Mallmann no UFC Brasília e emenda: 'Dana White, eu quero mais lutas ainda esse ano'. Veja o vídeo!
14/09/2014