UFC 140: Minotouro salva a noite dos brasileiros com nocaute técnico sobre Tito Ortiz

•   Jon Jones finaliza Lyoto e mantém cinturão dos meio-pesados
•    Frank Mir vira o jogo e é o primeiro a finalizar Rodrigo Minotauro
•    Dana White anuncia nova divisão de pesos moscas, a partir de 3 de março de 2012
Em noite amarga para os brasileiros, coube a Rogério Minotouro salvar a pátria no Canada Air Center, em Toronto. No duelo principal da noite, Jon Jones fez jus ao “Oscar” de lutador do ano, defendendo o cinturão dos meio-pesados com uma guilhotina sobre o ex-campeão Lyoto Machida. Na co-luta principal, Frank Mir assinou a primeira derrota por finalização da carreira de Minotauro – três anos após ter sido o primeiro a nocautear o brasileiro. A família Nogueira teve motivos para comemorar graças ao gêmeo Rogério Minotouro, que redimiu sua má sequência no octógono com um nocaute técnico no primeiro round sobre o veterano Tito Ortiz.

A noite foi de lutas rápidas. Abrindo o card principal, o “Zumbi Coreano” Chang Sung Jung igualou o recorde de Todd Duffee, nocauteando Mark Hominick, ex-desafiante dos pesos penas, em apenas sete segundos. A segunda peleja foi a única entre as cinco principais a ir para os juízes, terminando com vitória (por decisão dividida) de Brian Ebersole sobre Claude Patrick.

O UFC 140 também marcou o anúncio de uma nova categoria de peso no UFC. Em coletiva de imprensa após o evento, o presidente da organização, Dana White, anunciou um torneio de pesos moscas no dia 3 de março de 2012, que irá definir o campeão da categoria. Joseph Benavidez e Demetrius Johnson serão alguns dos integrantes da nova divisão.

Jones quebra escrita e Dana arrisca: “pode virar um dos maiores do planeta”
Mostrando o porquê de ter sido nomeado o melhor lutador do ano por vários especialistas, Jon Jones quebrou a escrita e se tornou o primeiro meio-pesado desde Chuck Liddell a defender o cinturão da categoria duas vezes consecutivas. A vítima de “Bones” foi o ex-campeão Lyoto Machida, que, após um primeiro round equilibrado, desmaiou no octógono com uma guilhotina de pé. A luta recebeu o bônus de melhor da noite.

“Jon Jones teve um ano incrível, e continua a provar o quão incrível e talentoso ele é. Ele é jovem e ainda tem muito a aprender no esporte, muito além de lutar, mas o potencial é incrível”, declarou Dana White. “Não sei quem pode vencê-lo. Se ele fizer as coisas certas, pode se tornar o maior de todos os tempos”, acrescentou, acenando com a possibilidade do jovem campeão de 24 anos subir para a categoria dos pesos pesados eventualmente.

A batalha começou com muito estudo. O carateca, com sua habitual movimentação evasiva, desperdiçava menos golpes que Jones – que lançou alguns chutes e socos no ar. O brasileiro chegou a acertar alguns golpes contra o rosto do americano, que acusou o impacto, fechando bem o primeiro assalto. No segundo round, contudo, o jogo mudou. Uma cotovelada abriu o rosto de Machida que, desorientado, começou a se perder na luta. Ganhando confiança, Jones lançou uma série de golpes e, por fim, encaixou uma guilhotina de pé que apagou o brasileiro.
"Quando recebi o corte no rosto, minha vista ficou embaçada e a luta acabou ali mesmo. Eu gostaria de uma outra oportunidade no futuro", declarou Lyoto Machida, que compareceu à coletiva após o evento apesar de seus ferimentos.

“Lyoto é inteligente. Ele chuta forte, ele tem muita tática e foi um quebra-cabeça difícil. Eu tinha um pressentimento de que não seria o mesmo após essa luta”, elogiou Jones.

Frank Mir vira o jogo e finaliza Minotauro

Na co-luta principal da noite, Frank Mir foi o autor de mais um infortúnio inédito na carreira de Minotauro. Autor do primeiro nocaute do brasileiro no octógono, o americano assinou neste fim de semana a primeira derrota por finalização do “Grande Nogueira”.  A kimura, que rendeu a Mir o prêmio de finalização da noite, machucou o ombro de Minotauro, que permaneceu caído no octógono após o fim do embate. “Fui o primeiro a nocautear Minotauro, agora sou o primeiro a finalizá-lo”, comemorou o ex-campeão após a vitória.

A luta, contudo, não começou bem para o americano. Após trocarem golpes a curta distância na grade, Minotauro acertou um golpe de direta e um de esquerda que balançaram Frank Mir. Porém, justamente quando o americano parecia derrotado, uma tentativa de finalização frustrada por parte de Rodrigo abriu espaço para Mir encaixar a kimura e finalizar. Com a vitória, o americano se recoloca mais perto do topo da categoria dos pesados.

Minotouro nocauteia Tito, que pede mais uma chance a Dana White
Com o status abalado no UFC, Minotouro se redimiu em alto estilo, derrubando o veterano Tito Ortiz no primeiro round da terceira luta do card principal. O embate começou de modo equilibrado, com Ortiz levando o brasileiro para a grade e trocando golpes a curta distância.  Em seguida, contudo, o brasileiro encaixou um cruzado certeiro contra o rosto de Ortiz que, balançado, dobrou com uma joelhada contra o corpo. Minotouro continuou golpeando no chão, alternando socos e cotoveladas contra o corpo e o rosto do adversário - que, embora alerta, não conseguia reagir. A falta de ação do americano levou o árbitro a declarar nocaute técnico a menos de dois minutos para o fim do round.
“Isso é um sonho virando realidade. Tito Ortiz é uma lenda do esporte, quero agradecer por ter lutado contra ele. Ele foi muito agressivo em suas duas últimas lutas, então vim preparado. Estou na melhor forma da minha vida”, declarou o ‘Pequeno Nog’, dedicando a vitória a sua filha, Valentina.

“Ele é um verdadeiro campeão, tenho que tirar meu chapéu. Às vezes você ganha, às vezes você perde... Eu fiz meu melhor”, lamentou Tito Ortiz, pedindo mais uma chance para o chefe, Dana White. “Acho que vou tirar uma folga, aproveitar meu Natal e meu aniversário. Ainda tenho uma luta no meu contrato, com sorte o Dana me deixa lutar.  Quero mais uma luta para sair com uma vitória”, pediu Ortiz.

Card principal:
Jon Jones finalizou Lyoto Machida  com uma guilhotina aos 4:26 do segundo round
Frank Mir finalizou Rodrigo Minotauro com uma kimura aos 3:38 do primeiro round
Rogério Minotouro derrotou Tito Ortiz por nocaute técnico aos 3:15 do primeiro round
Brian Ebersole derrotou Claude Patrick por decisão dividida dos jurados
Chan Sung Jung nocauteou Mark Hominick aos 7 segundos do primeiro round

Card preliminar:

Igor Pokrajac nocauteou Krzysztof Soszynski aos 35 segundos do primeiro round
Constantinos Philippou nocauteou Jared Hamman aos 3:11 do primeiro round
Dennis Hallman finalizou John Makdessi com um mata-leão aos 2:58 do primeiro round
Yves Jabouin derrotou Walel Watson por decisão dividida dos jurados
Mark Bocek derrotou Nik Lentz por decisão unânime dos jurados
Jake Hecht derrotou Rich Attonito por nocaute técnico a 1:10 do primeiro round
John Cholish derrotou Mitch Clarke por nocaute técnico a 4:36 do segundo round

Sábado, Outubro 25
23h
ETPT
Rio de Janeiro, Brazil

Midia

Recente
Norte-americano diz que melhorou muito desde a última vez que eles se encontraram, em 2012. “Se você acha que será como da primeira vez, terá um choque brutal”. *Garanta seu ingressos em - on.ufc.com/ufcingressoscrio
20/10/2014
Norte-americano acredita que seu companheiro de treino vencerá José Aldo com um ground and pound nos últimos rounds. *Garanta seu ingressos em - on.ufc.com/ufcingressoscrio
Lembra dessa? Em junho de 2009, no WEC 41, José Aldo acertou uma joelhada voadora dupla no americano Cub Swanson e nocauteou o adversário em apenas oito segundos. UFC 179: ingressos à venda em - on.ufc.com/ufcingressoscrio
20/10/2014
Atleta enfrenta o brasileiro Maurício Shogun no UFC Uberlândia, em 8 de novembro. Ele conta como começou a treinar com o adversário responsável pela sua única derrota no MMA. *Ingressos para o UFC Uberlânida - on.ufc.com/ingressouberlandia
19/10/2014