Lutas eletrizantes embalam o card preliminar em Goiânia

UFC Fight Night – Belfort x Henderson começa a mil e torcida vibra com os combates
As cinco primeiras lutas do card preliminar levantaram o público, que desde o início lotou as arquibancadas da arena em Goiânia, neste sábado, palco do UFC Fight Night no Combate – Belfort x Henderson. Nelas, os brasileiros não tiveram vida fácil, tendo sido derrotados em três dos desafios.

Na luta dos desesperados, Godofredo Pepey e Sam Sicilia tinham a pressão de uma boa apresentação. O brasileiro, finalista do TUF Brasil 1, perdera duas de suas três lutas na organização, enquanto o americano Sicilia vinha de dois reveses. Sicilia caiu por cima no chão e passou a trabalhar o ground and pound. Pepey tentou atacar com seu perigoso triângulo, mas prevaleceram os socos do americano, que conseguiu nocautear aos 1min41s do primeiro assalto.

“Vinha de duas derrotas, mas para oponentes muito bons. Quero lutar contra os melhores lutadores. Gosto de lutar no Brasil, conto aqui com ajuda do Cristiano Marcello e cheguei aqui bem antes para treinar com ele.”

Depois de estrear no UFC com vitória sobre Leonardo Macarrão, em novembro de 2013, Thiago Akhmedov nocauteando"Bodão Perpétuo passou por um longo período inativo, por contusão. Finalmente de volta contra o russo Omari Akhmedov, o brasileiro trouxe emoção dentro do cercado, mas acabou freado. Numa apresentação cheia de reviravoltas, Bodão logo conseguiu um knockdown, mas sofreu perigo no chão, quando Akhmedov pegou as suas costas. Bodão seguiu indo com tudo para cima, tendo conectado mais bons golpes na trocação e pondo pressão no chão, mas acabou se expondo, o que resultou num soco em cheio do oponente em seu rosto, e o nocaute a favor de Omari, aos 3min31s. O russo peso médio segue invicto no MMA, com 12 vitórias seguidas, duas delas no UFC.

Vindo de derrota para Khabib Nurmagomedov em janeiro, Thiago Tavares sabia que teria que fazer Tavares com estilobonito dentro do Octógono, e quem teve que pagar por isso foi o americano Justin Salas, que não durou muito tempo. Tendo ido para cima com tudo, Thiago levou a luta para o chão e passou a trabalhar o seu poderoso jiu-jitsu. Pegou as costas e finalizou com o estrangulamento mata-leão, aos 2min38s do round inicial.
 
“Pessoal, obrigado, vocês venceram a luta! Estava me concentrando muito, treinei com caras como o Fabio Maldonado para esta luta. Gostaria muito de lutar agora no UFC em Jaraguá do Sul, sou o primeiro lutador de MMA de Santa Catarina e quero lutar lá!”

Ex-campeão do Jungle Fight e com uma vitória no Strikeforce, Adriano Martins trazia expectativa em sua estreia no Ultimate, contra o americano Daron Cruickshank. Com uma calma que chega a dar nervoso a quem assiste, a fera de Manaus dominou completamente o adversário, seja na trocação, com socos certeiros, nas quedas e no chão. Na segunda parcial, Adriano derrubou e passou a trabalhar a chave de braço Kimura, golpe que acabou rendendo a finalização a favor do brasileiro, aos 2min49s. Com 25 triunfos e seis derrotas, o lutador aparece para fazer barulho ente os pesos leves.

Ortiz despacha Sem ChanceNa primeira luta do card preliminar, José Maria, o “Sem Chance”, vinha em busca da primeira vitória no UFC, depois de ter sido derrotado por John Lineker em sua estreia. Com o apoio da torcida, o carismático brasileiro buscou o resultado contra o estreante na organização Dustin Ortiz, inclusive encaixando duas guilhotinas que sufocaram o oponente. Ortiz, por sua vez, conseguiu derrubar algumas vezes o brasileiro e vinha levando a melhor. No terceiro round, o americano despejou uma série de golpes enquanto “Sem Chance” estava de quatro apoios. Houve a impressão de que alguns dos golpes foram na nuca, o que gerou vaias da torcida. Independentemente disso, a vitória foi para Dustin por nocaute técnico, a primeira do peso mosca no UFC.
 

Confira todos os resultados:
Dustin Ortiz venceu José Maria “Sem Chance” por TKO aos 3min19s do R3
Adriano Martins finalizou Daron Cruickshank aos 2min49s do R2
Thiago Tavares finalizou Justin Salas com um mata-leão aos 2min38s do R1
Omari Akhmedov venceu Thiago Bodão por Ko aos 3min31s do R1
Sam Sicilia venceu Godofredo Pepey por TKO aos 1min41s do R1

Midia

Recente
Campeão dos leves fala da relação que tinha com o seu pai. "Tenho orgulho de manter a memória dele viva". Pettis enfrenta Gilbert Melendez no UFC 181, em 6 de dezembro. **Ative as legendas "CC" Veja o card completo - http://bit.ly/1yY8zv4
27/11/2014
UFC Minute host Lisa Foiles recaps this weekend's action in Austin and looks ahead to the highly-anticipated rematch between Johny Hendricks and Robbie Lawler at UFC 181 on December 6!
24/11/2014
O campeão Johny Hendricks enfrenta Robbie Lawaler, nos meio-médios, e Anthony Pettis coloca seu cinturão dos leves em jogo contra Gilbert Melendez. Confira os confrontos que definiram essas disputas, que acontecem em 6 de dezembro.
26/11/2014
Perdeu a joelhada de Fabrício Werdum em Mark Hunt? Confira alguns dos golpes mais bonitos do evento que deu o cinturão interinos dos pesados ao brasileiro. Assine o canal Combate: http://on.ufc.com/assinecombate
26/11/2014