UFC Londres: Barão vs. McDonald - Prévia do Fantasy

visite o UFC.com/Fantasy para jogar...
Interim <a href='../event/UFC-Silva-vs-Irvin'>UFC </a>bantamweight champion <a href='../fighter/Renan-Barao'>Renan Barao</a>
UFC Londres: Barão vs. McDonald não somente apresenta a segunda luta valendo cinturão no ano, mas também apresenta algumas das lutas mais acirradas em um só card até agora em 2013. É esperado que todas as lutas sejam contestadas, incluindo a principal com o campeão interino Renan Barão contra a jovem astro Michael McDonald.  
Com um total de 12 lutas no card, a FightMetric listou cinco como as mais acirradas, com somente uma apresentando uma séria zebra. Isso significa ter tudo correto, até o método da vitória e round será extra importante para este card que acontecerá na Inglaterra no sábado.  
Aqui estão alguns pontos chave para o UFC Londres: Barão vs. McDonald enquanto você faz suas previsões para o UFC.com/Fantasy:  

1)    Renan Barão e Michael McDonald apresentam alguns contrastes interessantes quando se trata de sua luta principal no sábado. Barão tem as melhores defesas de queda na história do UFC/WEC, com um índice enorme de 95% de sucesso em impedir seus oponentes de levar a luta para o chão. Ele enfrentou grandes wrestlers durante este tempo também, incluindo Scott Jorgensen e Urijah Faber, então não é nenhuma ilusão de que ele pode impedir que a luta vá para o chão se esta for sua intenção.  
Michael McDonald tem um bom wrestling, mas tipicamente sua melhor arma é terminar a luta rápido. Ele teve 12 rounds terminados por desistência ou nocaute em sua carreira. O problema que McDonald pode ter neste jogo - ele nunca lutou quatro ou cinco rounds, e enquanto o tempo passa, se ele conseguir bater Barão rapidamente, ele pode ter problemas mais tarde.  

Adicione a isto o fato de McDonald estar fora desde abril do ano passado e dá a entender que se esta luta passar do segundo round, Renan Barão pode ser a melhor opção como palpite.  
  
2) Se você estiver assistindo a luta entre Jimi Manuwa e Cyrille Diabate, você verá um nocaute, os dois vem da trocação, com Manuwa tendo 12 vitórias em sua carreira, 11 por nocaute, enquanto Diabate é um ex-kickboxer profissional que tem uma vitória em cima do competidor dos médios do UFC, Michael Bisping. Se Manuwa conseguir entrar no longo alcance de Diabate (2 metros), ele tem o poder e força para acabar com a luta. Diabate pode facilmente revidar com sua trocação, mas ele tem que se manter tático, se uma luta fatídica acontecer, Manuwa provavelmente sairá vitorioso.  

3) Um candidato para assistir neste card é o islandês faixa preta de Renzo Gracie, Gunnar Nelson. Este prodígio do grapppling tem sido apontado como uma dos astros em ascensão do esporte, e agora que está no UFC, ele tem a chance de provar isto. Ele rapidamente despachou o veterano do UFC DaMarques Johnson em sua última luta, mas sua segunda pode ser mais dura. Ele enfrenta o veterano do UFC e do Strikeforce Jorge Santiago, que volta ao Octógono pela primeira vez desde 2011. Esta também é a primeira luta de Jorge nos meio-médios, então o corte de peso pode ser um problema nesta luta. Nelson é o cara a ser observado aqui, ele pode ser o favorito para os votantes, mas cuidado com Jorge. Ele já enfrentou competição mais dura em sua carreira, e mesmo tendo derrotas no seu cartel, ele perdeu somente para os melhores lutadores do mundo. Se Nelson é a escolha esmagadora para o card, Jorge pode ser uma escolha marota se você quiser arriscar.  

4) Outra luta acirrada no card são os meio-pesados James Te Huna e Ryan Jimmo. Os dois procuram ganhar terreno na divisão até 93kgs com esta luta. Te Huna é um artista em nocautes que já pintou a lona com o sofrimento de seus oponentes em sete de suas oito lutas. Jimmo não é não fica para trás nesse departamento também, especialmente considerando o nocaute de sete segundos que obteve em sua estreia no UFC. Porém, tipicamente, Jimmo é um lutador mais controlado e disciplinado que pode marcar mais pontos no decorrer dos 15 ou 25 minutos. Te Huna é sórdido com seu poder de soco, e se conseguir machucar Jimmo no começo, espere um nocaute no primeiro round, cortesia do neozelandês. Mas, quanto mais a luta durar, mais Jimmo pode assumir o controle.  
  
5) O especialista em finalizações Paul Sass retorna para enfrentar Danny Castillo depois dos dois sofrerem derrotas recentemente. Antes de perder para Matt Wiman em setembro passado, Sass tinha perfeitos 13-0 com muitas finalizações de crédito. Castillo vem para a luta com poder de nocaute nas mãos, mas seu wrestling é arroz com feijão. Isto pode fazer muita diferença na luta por que Sass já derrotou alguns wrestlers, incluindo Jacob Volkmann e Michael Johnson - os dois tem vitórias em cima de Castillo no UFC.  


Visite UFC.com/Fantasy para entrar em ação e fazer suas previsões hoje.  

Midia

Recente
No primeiro combate, em janeiro de 2013, Demetrious Johson levou a melhor e venceu John Dodson por decisão unânime. Agora, os dois lutadores voltam a se enfrentar no dia 05 de setembro, no UFC 191.
31/08/2015
O campeão da categoria peso-pena Demetrious Johnson defende o cinturão contra John Dodson no UFC 191, no dia 05 de setembro (sábado), em Las Vegas (EUA). A segunda luta mais importante da noite será entre os pesos pesados Frank Mir e Andrei Arlovski.
31/08/2015
Relembre a vitória de Rodrigo Minotauro sobre Brendan Schaub no UFC 134, no Rio de Janeiro, no dia 27 de agosto de 2011. O brasileiro nocauteou o norte-americano no primeiro round.
27/08/2015
Relembre o nocaute de Ross Pearson sobre Sam Stout no UFC 185, em março deste ano. Pearson volta ao octógono no dia 05 de setembro, no UFC 191, para enfrentar Paul Felder.
30/06/2015