Yushin Okami: Uma luta é uma luta

"Minha meta não é ser desafiante pelo título, minha meta é ter o título. Passei minha vida tentando chegar mais perto de ser o melhor Yushin Okami." - Yushin Okami
UFC middleweight Yushin OkamiPara ser tão bom quanto Yushin Okami tem sido por tanto tempo não é fácil. Ele lutou com os melhores que o Octógono tem a oferecer nos 84 kg, por 7 anos, a única coisa lhe faltou foi o cinturão dos médios do UFC.

E mesmo depois de perder para Anderson Silva em sua luta pelo título em 2011, ele venceu 3 de suas próximas lutas até chegar à luta co-principal do UFC Fighting Night Combate contra Ronaldo "Jacaré" Souza, continuando uma corrida estelar que o fez o lutador japonês mais bem sucedido na história da organização.

Então o que o fez não somente um dos melhores pesos médios do jogo, mas também um dos mais resistentes?

"Eu nunca escolhi atalhos", ele disse. "Minha meta não é ser desafiante pelo título, minha meta é ter o título. Passei minha vida tentando chegar mais perto de ser o melhor Yushin Okami. A chave é não pensar não somente em vencer uma única luta, mas trabalhar para ser o melhor lutador. Então uma derrota se torna uma grande oportunidade de aprendizado."

Depois da luta com Anderson, Okami tomou uma reviravolta de Tim Boetsch no fim de uma luta que ele estava ganhando. Muitos acreditam que a maré mudou na carreira do nativo da Kanagawa, mas 3 vitorias consecutivas sobre Buddy Roberts, Alan Belcher e Hector Lombard o colocam de volta a beira da chance ao título indo para uma luta importante contra Ronaldo Souza, um dos melhores lutadores no jogo de chão.

Okami porém não é somente cortês com o jiu jitsu do brasileiro.

"Ele é muito explosivo e agressivo, mesmo quando está em pé", diz Okami. "Ele pode conseguir trocar comigo, mas não quer dizer que ele consegue lutar contra mim com sua trocação."

Esta é a confiança que vem com um currículo que inclui nomes como Silva, Lombard, Belcher, Boetsch, Rich Franklin, Chael Sonnen, Nate Marquardt, Evan Tunner, Jake Shields. E por aí vai. Mas ele acha que uma vitória contra Jacaré o coloca na linha para outra chance ao titulo?

"Sim, eu acho, mas não somente ganhar a luta, mas por mostrar como eu ganho a luta", ele disse. "Eu gostaria de dar um grande passo para outra chance ao titulo."

Mesmo que Okami tenha uma vitoria por desqualificação em 2006 em cima do ex-campeão Anderson Silva, um desempate provavelmente não acontecerá se o brasileiro retomar o titulo de Chris Weidman em sua revanche em dezembro. Uma luta com Weidman? Isto pode ser mais realístico. Então o que Okami achou do nocaute de Chris em cima de Anderson?

"O jeito como Weidman venceu Anderson me chocou, mas não fiquei surpreso que ele venceu Anderson", ele disse. "A revanche será outra luta épica. Eu só quero aproveitar quando assistí-la. Ambos os lutadores provaram muito e não precisam provar mais nada. Todos sabem que são verdadeiros campeões e seria uma grande honra e muito empolgante para mim desafiar qualquer um deles."

Primeiro, o que vem a frente, é se encontrar com Jacaré, uma luta que ele vem se preparando em San Diego com a renomada Alliance MMA Team.

"Quando eu vi os lutadores da Alliance, achei que todos tinham velocidade excelente, movimentos e planos de jogo. Pelo meu patrocinador Bad Boy, tive a oportunidade de visitar a Alliance e quando visitei, descobri que eles podiam me dar o que eu precisava."

O que ele precisa mais do que tudo é uma vitória, tendo então 4 consecutivas o deixando como um candidato que não pode ser ignorado. E fazer isto no Brasil, local onde ele perdeu para Anderson, faria sua volta completa. Ele está pronto.

"Eu pensei demais quando lutei aqui da primeira vez", disse Okami. "Isto é o que mais aprendi com a experiência. Uma luta é uma luta. Agora penso de um jeito simples. Estou focado simplesmente em luta em si."


Watch Past Fights

Sábado, Outubro 25
23h
BRT
Rio de Janeiro, Brazil

Midia

Recente
Em entrevista ao UFC, Wiliam Patolino fala sobre a expectativa da luta contra o americano Neil Magny no UFC179 e garante que as quatro atuações do adversário esse ano podem ajudar a seu favor. - UFC 179 só no Canal Combate - on.ufc.com/ufc179assita
22/10/2014
Lutador brasileiro encara o americano Scott Jorgensen e diz estar ansioso pela primeira vitória no UFC por nocaute ou finalização. Confira o vídeo. - UFC 179 só no Canal Combate -on.ufc.com/ufc179assita
22/10/2014
Lutador se diz mais confortável nos leves e que não se assusta com a experiência do adversário japonês Naoyuki Kotani. - UFC 179 só no Canal Combate -on.ufc.com/ufc179assita
22/10/2014
Em entrevista ao UFC.com, Fábio Maldonado se diz recuperado da derrota para Stipe Miocic, no UFC SP, e que não vai correr do jogo de chão do holandês Hans Stringer. - UFC 179 só no Canal Combate -on.ufc.com/ufc179assita
22/10/2014