Cain Velasquez: Agora é para ficar

"Ele é um competidor duro - realmente perigoso no Octógono - então não espero nada além de uma luta dura." - Cain Velasquez
UFC heavyweight champion Cain Velasquez
É um seleto grupo de lutadores que entra no Octógono no começo de suas carreiras e convence a todos assistindo que o ouro do título está no seu futuro.    
    
Cain Velasquez foi tabulado como futuro campeão quando chegou ao UFC. Um peso pesado ágil e explosivo com uma base forte de wrestling e as marcas de alguém que poderia se transformar em uma força dominante, intervenções rápidas com vitórias sob Brad Morris, Jake O'Brien, e Denis Stojnic cimentaram o produto da Universidade do Estado do Arizona como uma força a ser reconhecida nos rankings dos pesos pesados.    
    
Dois anos e meio depois, Velasquez alcançou o topo, brutalizando Brock Lesnar em rota a sua primeira vitória por intervenção no primeiro round do UFC 121 e o título peso pesado do UFC era seu.    
    
Mas antes de poder se estabelecer como uma força dominante nos rankings dos grandalhões, Velasquez perdeu o título, sofrendo sua primeira e única derrota em 64 segundos da sua primeira defesa de cinturão contra Junior Cigano. Enquanto atingia o topo do esporte, seu tempo não durou muito, e deixou muitos pensando se seria Cigano, e não Velasquez, o homem que cominaria a divisão dos pesos pesados.    
    
Nos 16 meses desde que perdeu o título para Cigano, Velasquez - e a divisão peso pesado - deu uma volta completa. O homem que muitos entitularam como o futuro a comandar a divisão mais uma vez senta no topo da divisão, cinturão em sua cintura, e um par de vitórias enfáticas adicionadas a seu cartel.       
      
A divisão peso pesado nunca teve  um campeão dominante, um legado similar aos de Jon Jones, Anderson Silva e Georges St-Pierre.    
      
"Para mim agora, esta é a coisa mais importante - defender e manter", disse Velasquez sobre o título. "É nesta posição que quero estar, então tenho que ir lá e me apresentar. É por isto que estou trabalhando duro, é por isto que entrei neste esporte - para ser o número #1, não somente ter o cinturão uma ou duas vezes, mas para continuar acumulando vários cinturões. É isto que quero fazer, é isto que visei para minha carreira, então estou aqui agora, e vou continuar fazendo isto."    
    
Cinco meses atrás, Velasquez vingou sua única derrota na carreira para retomar o título. Ele lutou com Cigano durante 25 minutos, completando 11 quedas e dando mais de 100 golpes significantes, deixando o brasileiro machucado e inchado no centro do Octógono enquanto o presidente do UFC Dana White colocava o cinturão em Velasquez pela segunda vez.    
      
"Vingar aquela derrota foi provavelmente o sentimento mais recompensador que tive", admite Velasquez, que aumentou seu cartel para 11-1 com a vitória sobre Cigano. "Para voltar ao topo -- Não sei se muita gente acredita que eu poderia fazer isto desde a primeira luta, e (tendo testemunhado) como Cigano dominou as pessoas no passado. Fazer do jeito que fiz, com certeza foi muito recompensador. "    
      
Sábado à noite, o campeão de 30 anos encara outro inimigo familiar quando dividir a jaula com Antônio "Pezão" Silva. Será a segunda tentativa para Cain defender seu título de forma bem sucedida.    
      
"Esta é uma nova luta", disse o campeão de fala mansa. "Vimos do que Pezão é capaz em suas últimas duas lutas, então não posso pegar leve. Ele é um competidor duro - realmente perigoso no Octógono - então não espero nada além de uma luta dura.    
     
"Tirei muita coisa daquela primeira luta, mas esta é uma nova luta. Qualquer coisa pode acontecer. Ele é perigoso.

"Estou tentando imaginar um novo cinturão, e depende de mim e do Pezão ir até lá e pegá-lo. Não é como se ele viesse tirar o meu, este é um novo cinturão, e nós dois somos os competidores por aquele cinturão, e ambos estamos igualmente famintos. É assim que vejo. Esta é uma luta que tenho que vencer."      



Watch Past Fights

Midia

Recente
UFC Ultimate Media Day no Hilton Tóquio no dia 17 de setembro, 2014 em Tóquio, Japão. (Fotos de Keith Tsuji/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
17/09/2014
Treinos abertos do UFC Fight Night no Hilton Tóquio no dia 16 de setembro, 2014 em Tóquio, Japão. (Fotos de Keith Tsuji/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
16/09/2014
Assista à coletiva de imprensa pós-lutas ao vivo na sequência do evento.
15/09/2014
Assista à pesagem oficial do UFC Fight Night: Hunt vs. Nelson ao vivo na sexta, dia 19 de setembro, às 4 da madrugada.
15/09/2014