Cain Velasquez - Seis vitórias marcantes

Former UFC heavyweight champion Cain Velasquez
Ele esteve no topo da montanha dos pesos pesados, e no sábado, 29 de dezembro, Cain Velasquez tem a oportunidade de subir lá pela segunda vez quando encara o homem que tirou seu título, Junior Cigano. Antes da tão antecipada revanche no UFC 155 acontecer, vamos rever como Velasquez chegou ao topo.  
  
UFC 83 - TKO no 1R contra Brad Morris.  
Se você tivesse a oportunidade de falar com Javier Mendez da American Kickboxing Academy em 2006, você provavelmente teria ouvido falar de Cain Velasquez dois anos antes de sua estreia no UFC, e não só porque ele é um wrestler duas vezes All-American pelo estado do Arizona, mas porque ele era o próximo grande nome no esporte.   
Era muita coisa sobre as costas de Velasquez, mas quando entrou no Octógono em sua terceira luta profissional para encarar Brad Morris, ele lutou como se estivesse aqui há anos, parando seu oponente em 2:10 min diante de um lotado Bell Centre em Montreal.       
  
UFC 99 - Vitória por decisão unânime no 3R contra Cheick Kongo   
Apesar de ter caído no esquecimento após os nocautes sobre Minotauro Nogueira e Brock Lesnar, a luta onde Cain Veslasquez mais cresceu foi contra o striker francês Cheick Kongo. A decisão foi de 30-27 para Velasquez, mas antes de chegar a isto, ele teve que se recompor depois de alguns golpes infernais de Kongo. Mas como vimos naquela noite, quando abalado, Velasquez foi instintivamente capaz de voltar para o que faz de melhor, e assim que levou Kongo para o chão, era a hora de descarregar seus golpes.     
    
UFC 104 - TKO no R2 contra Ben Rothwell   
Pobre Bem Rothwell. O veterano finalmente recebe a ligação do UFC e quem ele tem que enfrentar primeiro? Velasquez. E na Califórnia. Então enquanto as chances estavam todas contra "Big Ben", Velasquez piorou a situação com uma vitória por nocaute técnico no segundo round que manteve seu cartel intacto e preparou o palco para coisas maiores e melhores em 2010.  
  
UFC 110 -  KO no 1R sobre  Minotauro Nogueira    
Com o respeito de Junior Cigano por Mirko Cro Cop ao ir para a sua luta, Velasquez sentiu o mesmo por Minotauro Nogueira. Sim, ele pode não ter sido o mesmo cara que ganhou o cinturão dos pesos pesados do PRIDE, mas ele ainda era Minotauro. Então Velasquez fez o que você faz no momento que você vê uma brecha contra um oponente perigoso - você acaba com ele. Na Acer Arena naquela tarde em Sidney, você podia ouvir o gancho de esquerda que mandou Minotauro para o chão. Isto é poder de nocaute.    
  
UFC 121 - TKO no 1R sobre Brock Lesnar    
A luta de 2010 Velasquez vs. Lesnar teve todo o drama e todos os pontos de interrogação que você quer de uma grande disputa pelo cinturão dos pesos pesados, e enquanto Lesnar fproporcionou o drama em um round tudo ou nada pra cima de seu oponente quando a luta começou, Velasquez veio com as respostas para todas as perguntas sobre ser muito pequeno para bater um gigante como Brock Lesnar, quando nocauteou o grandão no 1º round para se tornar o campeão dos pesos pesados do UFC.   
  
UFC 146 - TKO no R1 sobre Antonio Pezão    
Depois que um lutador sofre sua primeira derrota, você se pergunta como ele irá responder na sua próxima luta. No caso de Velasquez, demorou somente 3 minutos e 36 segundos para responder, enquanto ele parecia mais focado, determinado, e intenso do que nunca quando explodiu para cima de Antonio "Pezão" Silva no primeiro round. Se havia alguma dúvida sobre sua habilidade de se recuperar e voar para o topo da divisão dos pesos pesados, elas foram embora depois daquela noite em Vegas.  

Watch Past Fights

Midia

Recente
José Aldo pediu a palavra para explicar o que aconteceu em Toronto, quando McGregor encostou no brasileiro e criou um clima ainda maior de tensão entre ambos na turnê do UFC 189. Acompanhe a turnê - http://www.ufc.com.br/turneufc189
29/03/2015
Brasileiro responde as mensagens do jogador da seleção brasileira Thiago Silva. O irlandês continuou com as provocações e até 'pegou emprestado' o cinturão do campeão. Acompanhe a turnê - http://www.ufc.com.br/turneufc189
27/03/2015
Irlandês diz que respeita o fato de o brasileiro deixar sua família no Brasil, mas não perde a chance de continuar com as provocações. Aldo compra presentes para a filha e lembra da infância pobre. Acompanhe a turnê - http://www.ufc.com.br/turneufc189
27/03/2015
Amanda Salvato fala das boas atuações dos atletas do Brasil no último UFC no Rio de Janeiro e comenta o tour mundial com José Aldo e Conor McGregor. Assine o Combate - http://on.ufc.com/assinecombate
27/03/2015