Duke Roufus fala sobre decisão de parar luta entre Pettis e Ferguson

Treinador não deixou que "Showtime" continuasse a competir no UFC 229

A mensagem de texto no domingo de manhã significou tudo para Duke Roufus. Ele já sabia que tinha feito a coisa certa na noite anterior, quando não deixou Anthony Pettis continuar na luta contra Tony Ferguson, no UFC 229, devido a uma mão quebrada. Mas a mensagem de Annette Garcia confirmou isso.

"A mãe dele me escreveu na manhã seguinte, agradecendo-me por proteger seu filho", disse Roufus. “Essa é a coisa mais importante que passa pela minha cabeça. Tivemos muitas vitórias, e não estou dizendo que não queremos vencer, mas estou no estágio da minha vida em que quero ter certeza de que estou feliz, e não sei - mesmo que ele ganhasse a luta com a mão direita quebrada - se eu ficaria feliz com ele sofrendo muito dano para fazer isso".

Ferguson x Pettis era o que todos os fãs esperam quando se trata de sangue e coragem, coração, trocas emocionantes e técnica de alto nível. E teve ritmo frenético durante os dez minutos que durou. Mas quando Pettis voltou ao córner depois de um segundo round que dificilmente será superado como Round do Ano de 2018, o treinador sentiu que algo estava errado e Pettis confirmou: a mão direita que quase nocauteou Ferguson estava quebrada.

"Você só tem algumas ocasiões em que pode se sacrificar para vencer", disse Roufus. “Ele fez isso em nossa organização quando era mais jovem. Ele deslocou o ombro, mas se levantou e derrubou o cara. Nós tentamos o mesmo com (Rafael) Dos Anjos - não funcionou. Nós dissemos que iríamos aguentar porque valia o título”.


Então o dado foi lançado. Mas enquanto a compaixão de um técnico por seu lutador lesionado foi um dos fatores em sua decisão, não foi o único.

"Houve outras circunstâncias, e é uma razão estilística para você parar a luta", disse ele. "Quando você está lutando com um cara como Tony, só há uma coisa que você pode fazer contra um cara maior que é bom nas cotoveladas - você tem que ser capaz de dar um soco nele. E se você não pode socar um cara que tem bons cotovelos, você está em uma grande bagunça".

Mais UFC 229Raio-X: Nurmagomedov x McGregorKhabib decola nos rankings | Fatos para a história

Sim, a derrota doeu, mas Pettis ganhou um bônus de Luta da Noite, sua moral não caiu nada, e ele vive para lutar outro dia. Não é uma vitória, mas é tão perto quanto você pode chegar de uma sem ter sua mão levantada. E hoje em dia, isso é bom o suficiente para Roufus, porque agora eles têm outra chance - desta vez com todas as ferramentas intactas. 

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube

Watch Past Fights

Sábado, Outubro 27
Moncton, New Brunswick

Midia

Recente
Há 20 anos, na primeira edição do UFC no Brasil, Vitor Belfort vencia Wanderlei Silva de maneia avassaladora. Relembre.
Relembre nocaute arrasador de Volkan Oezdemir sobre Jimi Manuwa no UFC 217, em 2017. Volkan retorna ao octógono em 27 de outubro para enfrentar Anthony Smith na luta principal do UFC Moncton, no Canadá.
10/10/2018
Uma cruzada política para banir a luta de maneira eficaz colocou pressão na indústria de TV a cabo para acabar com a exibição dos eventos do UFC, quase extinguindo o novo esporte.
10/10/2018
Matt Hughes foi um campeão dominante do UFC, mas depois da sua carreira (que entrou para o Hall da Fama) chegar ao fim, ele enfrentou a mais dura batalha de todas: dessa vez uma batalha pela sua sobrevivência.
08/10/2018