Blog Finalizando, com Bruno Gagliasso: Uma lenda desde o início!

Apaixonado por MMA, o ator Bruno Gagliasso divide semanalmente suas opiniões e reflexões sobre o esporte em blog no UFC Brasil
Tem gente que quando morre, por conta de história de vida, acaba virando uma lenda. Mas o que dizer de pessoas que já nascem uma lenda? Assim foi Muhammad Ali.

A começar pelo fato que o seu primeiro contato com o boxe ter sido após ter sido encontrado pelo treinador Joe E. Martin batendo em um ladrão que tentava roubar sua bicicleta, já percebemos que ele não era o tipo de cara que ficava sentado enquanto uma injustiça acontecia.

Receba as novidades do UFC no WhatsApp! Basta mandar um "olá" para (11) 94559-5935!

A cada passo que ele dava, no esporte e na vida, uma atitude marcante era deixada pelo caminho. A sua primeira medalha olímpica, conquistada em 1960 em Roma quando ele ainda tinha 18 anos, foi jogada por ele mesmo no Rio Ohio depois de ter sido mal atendido em um restaurante onde todos os clientes eram brancos e nem o fato de ter trazido a medalha de ouro fez com que ele tivesse o mesmo atendimento que os demais, ficando claro que nada estaria acima do preconceito na época. Deu no que deu.

A partir dai ele fez muito, se aliou a Malcom X contra o racismo, se converteu ao Islamismo, se negou a servir ao exército durante a Guerra do Vietnã, pois nenhum vietcongue o teria feito mal ou feito alguma crítica negativa em relação a cor de sua pele, entre várias outras atitudes que o elevaram ao status de lenda quando ele ainda era vivo.

Mais Finalizando, com Bruno Gagliasso: Ninguém disse que seria fácil | Duas paixões nacionais ligadas pela emoção | Parabéns e obrigado!

Poderia citar também inúmeras de suas vitórias dentro dos ringues ou outros fatos curiosos e engraçados que o mesmo fez como atleta, mas a imagem que vai ficar como exemplo para todas as gerações é a que ele deixou como pessoa, o primeiro campeão a se posicionar contra qualquer tipo de preconceito, símbolo de luta, de vitória, de conquista.

Fica aqui a minha simples homenagem e um eterno agradecimento ao que pude aprender com as atitudes que foram citadas aqui e que, pra quem tiver sensibilidade o bastante, se transformaram em lições. Descanse em paz, Muhammad Ali!

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC

Midia

Recente
Maurício Shogun enfrenta Anthony Smith, Glover Teixeira luta contra Corey Anderson e Vitor Miranda desafia Abu Azaitar. O evento acontece neste domingo (22), a partir de 11h20 no Canal Combate.
20/07/2018
Mauricio Shogun conquistou o cinturão dos meio-pesados ao nocautear Lyoto Machida no UFC 113, em 2010. O brasileiro retorna ao octógono neste domingo, na luta principal do UFC Hamburgo.
17/07/2018
Confira o que disse o ex-campeão dos pesados após superar Blagoy Ivanov em cinco rounds na luta principal do UFC Boise, realizado no último sábado (14).
15/07/2018
Peso-pena teve um retorno memorável ao octógono, nocauteou Myles Jury no primeiro round, no card principal do UFC Boise, realizado no último sábado (14), e ainda desafiou Brock Lesnar.
15/07/2018