George Sotiropoulos - Comprometido com um ideal

"Meu objetivo é ser campeão, lutar pelo cinturão e ter esse cinturão. É isso que me motiva." - George Sotiropoulos
UFC lightweight George Sotiropoulos
Se existe um lado bom para os mais de 17 meses que George Sotiropoulos esteve fora do Octógono, é que a maioria das pessoas não irá se lembrar de sua última luta, uma derrota por nocaute contra Rafael dos Anjos em julho de 2011.  Mas a percepção do público tem sido a última das preocupações do destaque dos leves, enquanto uma cirurgia do joelho, um longo processo de recuperação, uma mudança de cenário em seu treinamento para o sul da Flórida, e uma tarefa como treinador do The Ultimate Fighter: The Smashes o manteve mais do que ocupado neste período.   
  
Agora ele só quer voltar ao trabalho para lutar pelo título, uma tarefa que começa esta noite, contra o treinador oposto do reality, Ross Pearson.   
  
"Faz muito tempo desde a última vez que lutei, e acho que as pessoas estão com o pé atrás", disse Sots. "Quando tive uma sequência de sete vitórias no UFC, as pessoas falavam sobre eu lutar pelo cinturão e ser um candidato. Então perdi duas e de repente as pessoas o colocam no fim da linha, você não está mais nos holofotes e descartam você. Mas lembro de voltar depois de uma cirurgia no joelho (em 2008) e consegui uma sequência de cinco vitórias. Neste processo, fiquei ainda mais focado e faminto para alcançar algo, e sinto a mesma coisa de novo, passando por tudo isto. Positividade ao meu redor - me rededicar, me esforçar de novo - e vou alcançar a mesma coisa de novo."  
  
Sobre os treinos, ele agora está se preparando na American Top Team na Flórida, um desenvolvimento positivo para o ainda faminto competidor.   
  
"Estava tendo dificuldades em achar parceiros de sparring em Washington, então vim para cá, encontrei um camp muito bom, e eles tem muitos recursos. É algo que eu precisava muito, e com certeza foi muito benéfico e uma experiência positiva."  
  
E se Sotiropoulos precisava de mais um empurrão para estar pronto para a luta desta noite, ele conseguiu na forma de uma inesperada, porém calorosa rivalidade com Pearson, o treinador rival do TUF Smashes.   
  
"A rivalidade e a competitividade veio de nós dois, e não demorou para ele  começar a falar, também não demorou para eu responder", sorriu Sots, que pode muito bem estar na primeira luta de sua carreira que existe algum ressentimento, uma mudança sutil, no mínimo.  
  
"Sim, é bem diferente. Honestamente, nunca experienciei tanto drama na minha vida. Quando estava no reality (como competidor no TUF 6) não experimentei esse nível de drama porque  não me metia nessas coisas, ia para o quarto, dormia e mantinha isso para mim. Desta vez mantive uma 'visão túnel' desde o momento que entrei no set, mas dia sim, dia não, não tinha escapatória."  
  
Porém, ele não está reclamando, pelo menos não quando isto está lhe dando uma motivação extra para a noite da luta.  
  
"Acho que é uma coisa boa", ele disse. "Motivação competitiva e espírito competitivo são coisas boas para se levar para uma luta."  
  
O que é ainda melhor, é poder lutar. Tem sido uma longa estrada por um tempo considerável, mas Sotiropoulos não vacilou nem uma vez em sua determinação.  
  
"É um estilo de vida para mim e ainda estou comprometido com a minha meta", ele disse. "Ainda quero ir até o fim. Meu objetivo é ser campeão, lutar pelo cinturão e ter esse cinturão. É isso que me motiva."  

Watch Past Fights

Midia

Recente
A primeira luta de Anderson Silva no UFC foi contra Chris Leben, no UFC Fight Night 5, em em 28 de junho de 2006. 'The Spider' venceu o adversário no primeiro round.
30/07/2014
Anderson Silva e Chris Weidman lutaram no UFC 162. O norte-americano venceu o brasileiro por nocaute. Veja a luta completa.
29/07/2014
Nick Diaz está de volta UFC e concedeu uma entrevista exclusiva no UFC.com. Ouça o que ele falou sobre uma possível luta contra Anderson Silva, como entrou nas lutas e muito mais.
28/07/2014
Brasileiro tentará recuperar o cinturão dos galos dia 30 de agosto, em Sacramento (Estados Unidos). O americano foi o primeiro a derrotá-lo após quase dez anos de invencibilidade.
28/07/2014