Junior Cigano - Humilde e focado

"Se o plano A funcionar, vocês não verão meu plano B. Isso não significa que eu não tenha um plano B no bolso de prontidão; somente significa que ainda não precisei usá-lo. A verdade é que gosto de nocautear as pessoas." - Junior Cigano
UFC heavyweight champion Junior dos Santos
Para todo seu sucesso dominante, perguntas ainda pairam sobre o campeão dos pesos pesados Junior Cigano na véspera de sua revanche contra Cain Velasquez. Apesar de ganhar o título com um nocaute de 64 segundos sobre Velasquez em novembro do ano passado, e espancar o ex-campeão Frank Mir em sua primeira defesa de cinturão em maio, ainda há aqueles se perguntando se a luta principal do UFC 155 entre os dois melhores pesos pesados do esporte vai ser parecida como a primeira luta, ou um saudável Velasquez será capaz de reconquistar o título e acabar com a invencibilidade de Cigano do Octógono?   
  
"Acho que é natural ter curiosidade de saber como um lutador se sairia em uma posição que ele nunca foi visto antes", admitiu o campeão nos dias anteriores á sua revanche com Velasquez. "É natural imaginar o quanto bom um boxeador é, ou um wrestler é, e vice versa. Mas é como eu disse antes - se o plano A funcionar, vocês não verão meu plano B. Isso não significa que eu não tenha um plano B no bolso de prontidão; somente significa que ainda não precisei usá-lo. A verdade é que gosto de nocautear as pessoas."  
  
Mais do que silenciar os críticos que ainda não se convenceram da vitória de 64 segundos em novembro, uma segunda sobre Velasquez no sábado a noite colocaria Cigano no livro dos recordes do UFC.   
  
Enquanto Anderson Silva e Georges St-Pierre desfrutaram de longos reinados no topo de suas respectivas divisões, colecionando defesas de cinturão com certa facilidade, nenhum peso pesado tem sido bem sucedido e defendido o cinturão consecutivamente mais de duas vezes. Superando Velasquez faria Cigano se igualar a Randy Couture, Tim Sylvia, Andrei Arlovski, e Brock Lesnar, e o deixaria a uma vitória solo do recorde.  
  
Já tendo alcançado seu objetivo de se tornar campeão, quebrar recordes e construir um legado como o maior peso pesado na história do UFC faz  parte do que o motiva, mas há algo muito mais básico motivando Cigano, e é parte do porque ele não demonstra nenhuma hesitação em aceitar uma segunda luta com Velasquez.  
  
"Acho que quebrar recordes e deixar um legado me motivam muito, mas é mais simples do que isso. Sou motivado pelo simples desejo de sempre melhorar. Quero continuar a me desenvolver e crescer como lutador. Quero sair de cada treino mais habilidoso do que entrei. É parte da minha natureza - qualquer coisa que vale a pena fazer, vale a pena fazer bem, e sempre quero dar tudo de mim em tudo que faço.  
  
"Eu aceitei lutar com Cain de novo porque ele é o lutador mais talentoso de toda a minha competição. Para ser o melhor, você tem que lutar com o melhor, e não quero nunca ter uma luta fácil. Lutar com um cara como Cain me força a treinar o mais duro que eu puder, e dar tudo de mim, e é isto que quero."  

Watch Past Fights

Sábado, Outubro 1
20H20
BRST
Portland, Oregon

Midia

Recente
Brasileira deu mais um show no octógono ao nocautear a sueca Lina Lansberg no segundo round da luta principal do UFC Brasília, no último sábado (24). Relembre os melhores momentos do duelo.
Relembre vitória por finalização no primeiro round de John Lineker sobre Francisco Rivera no UFC 191, em 2015. O brasileiro encara John Dodson na luta principal do UFC Portland, no próximo sábado (1).
23/09/2016
Brasileira teve uma performance avassaladora e nocauteou a sueca Lina Lansberg na luta principal do UFC Brasília
25/09/2016
Brasileiro venceu sua primeira luta no peso-pena ao bater Phillipe Nover no segundo duelo mais importante do UFC Brasília.
25/09/2016