Kelvin Gastelum: O rei das surpresas se prepara para mais uma

"Eu sei que quando a luta chegar vou para cima e acabarei com a empolgação bem rápido."  - Kelvin Gastelum
TUF 17 finalist Kelvin Gastelum
O finalista do The Ultimate Fighter Kelvin Gastelum se escondeu entre as pessoas para chegar até a final de sábado em Las Vegas, vencendo quatro oponentes consecutivos no reality show, apesar de só ter cinco lutas anteriormente.  
  
"Eu acho que as pessoas não contavam comigo em cada luta, e não tive uma luta fácil", disse Gastelum sobre sua corrida pelo campo. "Eu não tive uma estrada fácil até a final e tive que lutar contra um dos melhores caras do torneio. Mas provei ao mundo que pmereço estar na final."  
  
Isto ele fez, vencendo por decisão Kito Andrews, finalizando Bubba McDaniel e parando Collin Hart antes de finalizar na semifinal contra Josh Samman lhe deixando de cara com Uriah Hall pelo troféu do TUF 17.  
  
"Tenho assistindo (o seriado), e eles estão dando uma levantada nele, mas isto não me incomoda", ele disse. "Eu sei que quando a luta chegar vou para cima e acabarei com a empolgação bem rápido."  
  
Parceiro de equipe no batalhão de Chael Sonnen, Gastelum e Hall foram testemunhas da busca por sobrevivência um do outro pelas seis semanas de competição, e enquanto alguns finalistas recentes do TUF não tinham o coração batendo rápido como aqueles das outras temporadas, esta é uma notável exceção, com o burburinho dos fãs crescendo enquanto esperam para ver se os nocautes de Hall continuam ou se Gastelum consegue fazer o que tem feito na temporada toda, contrariando as probabilidades, e vencendo. Sobre o que acha de Hall e da luta, ele vai direto ao ponto.   
  
"Eu vejo grande potencial", disse Gastelum sobre Hall. "Mas toda vez que olho para ele penso em como vou vencê-lo, e me vejo segurando aquele troféu no dia 13 de abril."  
  
Se sua mentalidade e seu foco são impressionantes, considere que ele conseguiu isto com somente 21 anos, o tornando o participante mais novo na história do TUF. Por um lado, você pode dizer que isso importa, e lutadores não estão deixando tanto pra trás em casa quanto os mais velhos, e com somente seis lutas, uma saída precoce do show não iria machucar sua carreira tanto assim. Ele discorda dessa avaliação.  
  
"Não acho que minha juventude tenha algo a ver com isto", ele disse. "Foi quase a mesma coisa das temporadas de wrestling, e faço isso há 10 anos. Eu fiz todas as lutas como qualquer outra pessoa, e realmente canalizei toda minha energia e meus pensamentos em cada uma daquelas lutas."  

Watch Past Fights

Midia

Recente
Assista à coletiva de imprensa pós-lutas ao vivo na sequência do evento.
18/05/2015
UFC 187 no MGM Grand Garden Arena em 23 de maio, 2015 em Las Vegas, Nevada. (Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
23/05/2015
A torcida brasileira marcou presença em Las Vegas e vibrou muito com a vitória de Rafael Sapo sobre Uriah Hall, e apesar de todos os gritos de apoio a Belfort, os fãs não conseguiram comemorar uma nova vitória de outro atleta do país.
24/05/2015
O brasileiro quase conquistou o cinturão dos médios contra Chris Weidman após um início arrasador, mas acabou superado depois de um ground and pound violentíssimo.
24/05/2015