Machida prevendo um novo começo no Staples Center

“Meu estilo me trouxe até onde estou hoje, foi o que me consagrou campeão.” - Lyoto Machida
UFC light heavyweight Lyoto MachidaLutando no estilo karate criado por seu pai Yoshizo, o protagonista da co-luta principal de sábado contra Ryan Bader, Lyoto Machida, proporcionou muitas noites sem dormir para seus oponentes esperando – e rezando – por uma pequena rachadura para poderem decifrar o seu pouco ortodoxo jeito no MMA.

Mas então seu compatriota Shogun Rua exigiu do então campeão do UFC na categoria meio-pesado por 5 rounds antes de perder em uma decisão muito controversa em outubro de 2009. Sete meses depois, Shogun impôs a primeira derrota profissional de Lyoto via nocaute no primeiro round. Rampage Jackson e Jon Jones também carimbaram derrotas em seu cartel, com uma vitória sobre Randy Couture em Abril do ano passado entre essas duas derrotas.

Nesta altura, muitos lutadores sentariam e pensariam se tudo que aconteceu antes foi só uma miragem. Eles desvendaram seu estilo de luta e vieram com algo diferente. Lyoto recusou o desvio das ações.

“Meu estilo me trouxe até onde estou hoje, foi o que me consagrou campeão”, disse Lyoto. “Eu adaptei muitas coisas e mudei, mas meu estilo permanece o mesmo.”    

De fato, é esta lealdade que motivou o nativo de Salvador a ficar neste caminho e se adaptar, mas não mudar drasticamente, que foi o que o levou ao topo.

“Eu acho que nós aprendemos muito com nossas derrotas e aprendi muito como homem e como lutador nos últimos anos.”

Em suas últimas quatro lutas, no final das contas, está com 1-3, mas com exceção da derrota por nocaute para Shogun em sua revanche em 2010, ele se apresentou bem em cada uma das lutas que perdeu, indiscutivelmente vencendo Jackson, e ele apresentou um dos maiores nocautes do ano passado contra Couture. Então depois de testar Jones em sua luta pelo título em dezembro passado, Lyoto deve ter confiança o suficiente que ele ainda é um candidato top ao título e está entre os melhores até 93 kgs neste esporte.

“Quando você não está no topo você tem a chance de olhar para cima e ver onde pode melhorar como atleta e como homem”, disse Machida, que se mudou com a família para Los Angeles desde a luta com Jones. “Eu tive um tempo para relaxar um pouco e me focar de novo no meu tempo livre, mas agora quero voltar ao ritmo de luta.”

No sábado, a folga de oito meses de Machida acaba, quando ele retorna para encarar Ryan Bader na co-luta principal no card do UFC: Shogun vs. Vera.

“Ele é um lutador atlético e um bom wrestler. Acho que ele varia bem seu wrestling com seu boxe”, disse Machida sobre o ex-wrestler da Universidade do Arizona. A realidade é que se ele acabar com Bader de modo impressionante, ele pode assegurar uma revanche com Jones, se o campeão vencer sua luta com Dan Henderson em 1º de setembro. Mas esta não é a prioridade de Lyoto.

“Não estou focado em lutar pelo título agora”, ele disse. “Preciso passar por esta luta e avaliar minha posição na divisão. Eu confio na decisão do UFC neste processo e veremos onde fico na divisão depois desta vitória.”

Ele viu algumas rachaduras na armadura no campeão que parece tão invencível quanto Lyoto um dia pareceu?

“Eu acredito que sempre existem pontos a serem explorados, mas minhas prioridades agora são trabalhar para retornar ao “bolo de candidatos” e me aperfeiçoar. 

Watch Past Fights

Midia

Recente
Campeão dos leves fala da relação que tinha com o seu pai. "Tenho orgulho de manter a memória dele viva". Pettis enfrenta Gilbert Melendez no UFC 181, em 6 de dezembro. **Ative as legendas "CC" Veja o card completo - http://bit.ly/1yY8zv4
27/11/2014
UFC Minute host Lisa Foiles recaps this weekend's action in Austin and looks ahead to the highly-anticipated rematch between Johny Hendricks and Robbie Lawler at UFC 181 on December 6!
24/11/2014
O campeão Johny Hendricks enfrenta Robbie Lawaler, nos meio-médios, e Anthony Pettis coloca seu cinturão dos leves em jogo contra Gilbert Melendez. Confira os confrontos que definiram essas disputas, que acontecem em 6 de dezembro.
26/11/2014
Perdeu a joelhada de Fabrício Werdum em Mark Hunt? Confira alguns dos golpes mais bonitos do evento que deu o cinturão interinos dos pesados ao brasileiro. Assine o canal Combate: http://on.ufc.com/assinecombate
26/11/2014