Marlon Moraes e Raphael Assunção lançam desafios a TJ Dillashaw

Brasileiros pediram title-shot após vitória do campeão no UFC 227

Quem será o próximo desafiante ao cinturão peso-galo? Eis a pergunta que os brasileiros Marlon Moraes e Raphael Assuncao estão ansiosos para ver respondida.

Mais UFC 227: Dillashaw nocauteia | Cejudo faz história | Moicano brilha | Vitórias brasileiras | Os bônus da noite

Logo após a vitória de TJ Dillashaw sobre Cody Garbrandt na luta principal do UFC 227, os atuais números três (Raphael) e quatro (Marlon) no ranking da divisão até 61kg foram às redes sociais e manifestaram o desejo de encarar o campeão da divisão.

“Parabéns, campeão! E agora?? Vamos lá, 6 de outubro”, escreveu Marlon, sugerindo um encontro no UFC 229, em Las Vegas.

Assunção, por sua vez, perguntou diretamente ao chefe: “Quem será o próximo por esse título peso-galo, Dana White?”, escreveu, “Me chame de ‘profissional’, de cara bonzinho, tanto faz… sou o número um nessa divisão atrás do campeão (e estamos 1-1)”.

Raphael Assunção soma 11 vitórias e apenas uma derrota como peso-galo no Ultimate - o revés foi justamente contra Dillashaw, quem ele também já venceu em outra ocasião. O pernambucano venceu seus últimos quatro compromissos no Octógono.

Marlon, por sua vez, tem três triunfos consecutivos na organização, sendo os mais recentes nocautes implacáveis sobre Aljamain Sterling (aos 67 segundos de luta) e Jimmie Rivera (33 segundos).

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube

Sábado, Outubro 27
Moncton, New Brunswick

Midia

Recente
Em 2007, o renomado fotógrafo Kevin Lynch publicou um livro de suas fotografias emblemáticas do UFC, que reestruturaria dramaticamente a imagem do esporte e dos seus atletas.
17/10/2018
Em 16 de outubro de 1998, na primeira edição do UFC no Brasil, Frank Shamrock defendeu o cinturão dos médios contra John Lober. Relembre!
16/10/2018
Há 20 anos, na primeira edição do UFC no Brasil, Pedro Rizzo nocauteava Tank Abbott. Relembre!
16/10/2018
Há 20 anos, na primeira edição do UFC no Brasil, Vitor Belfort vencia Wanderlei Silva de maneira avassaladora. Relembre.