Max Holloway é eleito o "Lutador do Ano" pela revista Rolling Stone

Campeão peso-pena conquistou e defendeu seu cinturão em 2017

O campeão peso-pena do UFC Max Holloway foi eleito pela revista norte-americana Rolling Stone o “Lutador do Ano” de 2017.

“O ano de Max Holloway consistiu em apenas duas lutas, ambas contra o mesmo oponente. Entretanto, é quem foi esse oponente e como o campeão peso-pena do UFC se portou nesses confrontos que faz dele nosso ‘Lutador do Ano’ de 2017”, escreveu a publicação, lembrando os triunfos do havaiano contra José Aldo neste ano.

Em entrevista à revista, Holloway manteve a mesma postura respeitosa e de reverência ao ex-campeão brasileiro que teve em suas declarações após sua primeira defesa de título, no UFC 218, quando derrotou Aldo pela segunda vez no ano.

“Foi um ano maluco”, disse, “Pude lutar com o maior de todos os tempos da minha divisão não uma vez, mas duas. Eu assistia esse cara quando tinha 16 anos de idade e estava começando no kickboxing. Queria lutar com Aldo no kickboxing. Dois anos depois fui para o MMA e queria lutar com ele. Dez anos depois, consegui lutar com ele duas vezes. São muitas metas de vida que consegui realizar. É difícil colocar em palavras”.

Confira a matéria original, em inglês, clicando aqui.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube

Watch Past Fights

Sábado, Outubro 27
Moncton, New Brunswick

Midia

Recente
Em 2007, o renomado fotógrafo Kevin Lynch publicou um livro de suas fotografias emblemáticas do UFC, que reestruturaria dramaticamente a imagem do esporte e dos seus atletas.
17/10/2018
Em 16 de outubro de 1998, na primeira edição do UFC no Brasil, Frank Shamrock defendeu o cinturão dos médios contra John Lober. Relembre!
16/10/2018
Há 20 anos, na primeira edição do UFC no Brasil, Pedro Rizzo nocauteava Tank Abbott. Relembre!
16/10/2018
Há 20 anos, na primeira edição do UFC no Brasil, Vitor Belfort vencia Wanderlei Silva de maneira avassaladora. Relembre.