McDonald: O veterano de 22 anos

"É muito legal que me sinto o melhor atleta que posso ser hoje, porém a lista de coisas que quero fazer e a lista de como quero progredir está maior do que nunca." - Michael McDonald
UFC bantamweight Michael McDonaldSe Michael "May Day" McDonald derrotar o campeão interino dos pesos galo Renan Barão neste sábado em Londres e se tornar o mais novo detentor do cinturão na história do UFC, muitos pedirão para ver a certidão de nascimento do californiano, por que é difícil acreditar que ele tenha somente 22 anos.   

E isto não é só um reflexo de suas habilidades de luta, que resultou em 15 vitórias de 16 lutas profissionais, quatro delas dentro do UFC, mas em sua maturidade fora do Octógono e sua abordagem ao esporte, a verdade seja dita, embora cronologicamente ele só tenha 22 anos, ele é um veterano.  

"Quando você chega aos 18, 20 anos, tudo se trata de quanto tempo sua mente teve para progredir nas artes marciais e se seu corpo consegue carregar seu conhecimento. E meu conhecimento em artes marciais é vasto, e agora com 22 anos, meu corpo é capaz como o de qualquer outra pessoa, eles tendo 25, 30 ou qualquer idade. Meu corpo é tão capaz quanto o deles, e meu conhecimento é como o deles também."  

Esta é uma afirmação impressionante, especialmente considerando o fato de que ele só ficará melhor com o passar dos anos. Parece que a única coisa que pode segurá-lo neste ponto é o veneno de atletas fenomenais: ler suas próprias entrevistas e deixar a vida fora do Octógono e da academia ser mais importante do que a vida dentro do Octógono, mas até agora, McDonald tem estado quieto, deixando sua fé lidar com o resto.   

Californiano de Modesto, McDonald não mostra sinais de desaceleração, e enquanto ele tem merecido o status de prodígio do esporte, ele não sente que realmente chegou lá ainda. E provavelmente ele nunca vai se sentir assim, mas isto é uma coisa boa.  

"Tenho uma grande lista de coisas que quero tentar, uma grande lista de pessoas que eu gostaria de lutar e me testar, uma grande lista de coisas que quero melhorar ou ficar ainda melhor nas artes marciais e a lista não acaba nunca", ele disse. "É muito legal que me sinto o melhor atleta que posso ser hoje, porém a lista de coisas que quero fazer e a lista de como quero progredir está maior do que nunca."  

Então Renan Barão está em algum lugar em alguma dessas listas?  

Ele ri.  

"É difícil dizer onde ele está nessa lista, mas definitivamente existe uma lista, e ele definitivamente está nela."
 
 "May Day" MacDonald é a pessoa mais madura com 22 anos do planeta, mas ele está pronto para que sua vida mude caso ele vença Barão e se torne o campeão?  

"Eu direi isto: Não quero que minha vida mude. Estou preparado para o meu trabalho mudar e trabalhar mais horas e estou ansioso por isso. Mas quanto a minha vida e o que defino como minha vida, não quero que isso mude."  

 

 

Watch Past Fights

Sábado, Janeiro 3
23h
BRST
Las Vegas, Nevada

Midia

Recente
Brasileiro nocauteou o norte-americano CB Dollaway no UFC Barueri. Um chute na costela abriu caminho para uma sequência de socos e a interrupção do árbitro.
21/12/2014
Ex-campeão dos meio-pesados nocauteou CB Dollaway e deixou claro que esperava uma nova chance de lutar pelo título dos médios.
21/12/2014
Renan Barão conversou com a equipe do UFC minutos após vencer Mitch Gagnon, no #UFCBarueri. Ainda em estado de euforia pela vitória, o brasileiro garantiu que seu objetivo é recuperar o cinturão dos galos.
21/12/2014
Após finalizar Mitch Gagnon, o brasileiro disse que está focado em recuperar o cinturão dos galos. Assine o Canal Combate - http://bit.ly/1fORFti
21/12/2014