E agora, acredita em Mark Hunt?

"Estou orgulhoso disto, ir de onde eu estava para onde estou hoje, isto é ótimo." - Mark Hunt
UFC heavyweight Mark Hunt
Em 2011, o peso pesado Mark Hunt disse ao www.UFC.com que se não vencesse sua próxima luta, ele procuraria outra organização, ou um novo emprego. Se ele vencer Junior Cigano no sábado á noite no UFC 160, ele pode estar perto de uma chance pelo cinturão. E mesmo não sendo efusivo sobre suas conquistas, ele admite estar orgulhoso do quão longe chegou.  
  
"Estou orgulhoso disto, ir de onde eu estava para onde estou hoje, isto é ótimo."  
   
Hunt, um exímio striker especialista em apagar as luzes dos seus adversários terá um dono de mãos pesadas, Junior dos Santos, pela frente. O brasileiro acredita que consegue nocautear Hunt. Hunt, ex-campeão do K-1 GP, sabe que é uma possibilidade. Mas não espera que a luta se desenvolta deste jeito.  
   
"Todos acham que podem me nocautear, mas qualquer um pode ser nocauteado, se ele pegar você no lugar certo você será nocauteado. E vice versa, o mesmo vale para ele. Se ele acha que vai ter uma estrada fácil, ele está errado. Veremos quem vai ser nocauteado nessa noite."  
  
Hunt não ficará surpreso se o brasileiro faixa preta de jiu-jitsu tentar quedá-lo depois de sentir o gosto de sua trocação.  
    
"Isto é o que acontece com todos (eles tentam me quedar). Eu posso ficar em pé e bater o dia todo, é só uma questão de tempo quando os acerto. Veremos o que acontece no dia 25. Veremos quem fará isto."  
    
A última luta de Hunt terminou com nocaute técnico brutal no terceiro round sob Stefan Struve, depois que um sólido gancho de esquerda quebrou a mandíbula do holandês. Apesar do final enfático de Hunt, Struve teve alguns fortes momentos em uma batalha toma lá dá cá.  
    
"Fazia um ano que não lutava. Não estava bem lá. Ele era um cara alto, era difícil achar o timing, apanhei um pouco, mas no fim, consegui a vitória, era tudo que eu precisava."    
  
Mesmo Hunt já tendo sido presa de finalizações no passado, ele também demonstrou uma impressionante resistência em algumas más posicões no chão. Ele se encontrou por baixo, montado por lutador de 2 metros várias vezes, mas não se sentiu em perigo.   
    
"Não importava, eu só fiquei ali (risadas). Tentei algumas posições para escapar, não me incomodou muito, estava bem."    
  
Hunt recentemente recebeu a faixa roxa de Jiu-jitsu do faixa preta Steve Oliver. O lutador e técnico Oliver tem sido uma constante na carreira de Hunt, e é um relacionamento em que o "Super Samoan" é muito grato. Para Hunt, pessoas como Oliver não tem sido fáceis de encontrar no mundo da luta.  
    
"Sempre é bom ter um amigo que ajude como Steve. Tem sido uma longa jornada para nós chegarmos onde estamos agora. É bom ter alguém com você que te ajude de coração, não só por suas razões, então fui abençoado por ter Steve como parte de minha vida como lutador. Para o alto e avante."   

Watch Past Fights

Midia

Recente
Não foi apenas um saldo positivo para os lutadores brasileiros no UFC 177, mas também atuações sólidas, com Diego Ferreira e Bethe Pitbull aplicando dois nocautes. Amanda Salvato conversou com os dois após as grandes vitórias no card principal.
30/08/2014
Ouça Danny Castillo e Tony Ferguson após a batalha no UFC 177 que terminou com uma decisão dividida.
30/08/2014
O campeão peso galo T.J. Dillashaw e o desafiante Joe Soto comentam seus desempenhos na luta principal do UFC 177 com o comentarista Joe Rogan.
30/08/2014
T.J. Dillashaw fala de sua primeira defesa de cinturão UFC, Bethe Correia expressa seu desejo de lutar pelo título, e o que Dana achou de Joe Soto.
30/08/2014